🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Ricardo Gozzi
NOVA INVESTIDA

Aliansce Sonae (ALSO3) não desiste e apresenta mais uma proposta de fusão com a brMalls (BRML3); será que agora vai?

Em sua terceira proposta à concorrente, Aliansce Sonae afirma ter tornado a relação de troca mais favorável aos acionistas da brMalls

Ricardo Gozzi
19 de abril de 2022
8:44 - atualizado às 18:39
Shopping Villa Lobos, que faz parte do portfólio da brMalls
Shopping Villa Lobos, que faz parte do portfólio da brMalls -

Dizem que um é pouco, dois é bom e três é demais. Mas a Aliansce Sonae (ALSO3) parece não estar nem aí para o que dizem e não se mostra minimamente disposta a abandonar a ideia de uma combinação de negócios com a brMalls (BRML3).

Depois de ver duas ofertas anteriores solenemente recusadas pela concorrente, a Aliansce Sonae apresentou na manhã desta terça-feira mais uma proposta não vinculante de fusão com a brMalls.

Pela nova proposta, além do pagamento de R$ 1,25 bilhão, a Aliansce oferece 326.339.911 ações, em uma relação de substituição de uma BRML3 para 0,3940 ALSO3.

Trata-se de um prêmio de 12% sobre o valor de mercado da brMalls, cuja ação chegou ao fim da sessão de ontem cotada a R$ 8,75.

Em reação, BRML3 teve o terceiro melhor desempenho do Ibovespa hoje, fechando em alta de 7,77%, a R$ 9,43. Já ALSO3 fechou em alta de 0,85%, a R$ 21,38, após começar o dia em baixa.

brMalls vem resistindo às investidas da Aliansce Sonae

Esta é a terceira proposta de combinação com a brMalls apresentada pela Aliansce Sonae este ano. Nas duas ofertas anteriores, a brMalls sinalizou que a Aliansce não estava fazendo jus a seu tamanho.

Na primeira delas, apresentada em janeiro, a Aliansce Sonae tentou vender a proposta como uma “fusão de iguais”. Não colou.

Em março, ao rejeitar a segunda proposta, a brMalls deixou claro considerar que a Aliansce estaria subavaliando não apenas o valor justo da empresa, mas também seu portfólio.

Briga no shopping

O incômodo com as propostas foi tamanho que a brMalls chegou a acionar o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) na tentativa de frear as investidas da Aliansce Sonae.

No início de março, em uma tentativa de mostrar a força de seu portfólio, a brMalls vendeu uma fatia de 30% de sua participação no Center Shopping em Uberlândia. No negócio, o empreendimento situado no Triângulo Mineiro foi avaliado em mais de R$ 1 bilhão.

Já o interesse da Aliansce é tão explícito que ela buscou se fortalecer para ver sua proposta aprovada pelos acionistas.

Relação de troca mais favorável

Na nova proposta, válida até 28 de abril, a Aliansce Sonae afirma ter buscado uma relação de troca mais favorável aos acionistas da brMalls.

Sem usar esses termos, a empresa reconhece que não se trata de uma "fusão de iguais". Agora, caso a oferta seja aceita, a brMalls ficará com 55,2% e a Aliansce Sonae deterá 44,8% do capital social da nova companhia.

No fato relevante em que formaliza a proposta, a Aliansce Sonae pede ao conselho de administração da brMalls que a oferta seja submetida a uma assembleia de acionistas.

Pouco depois, a brMalls anunciou que o conselho decidiu por unanimidade autorizar a diretoria a negociar os termos da nova proposta e levantar a documentação necessária para que ela seja levada a seus acionistas. Entretanto, a empresa salientou que a decisão "não deve ser entendida como apoio ou recomendação" em relação à oferta.

Se o negócio for adiante, Aliansce Sonae e brMalls se transformarão na maior empresa do segmento de shopping centers da América Latina, posicionando-se muito à frente de rivais como Iguatemi e Multiplan. Juntas, as duas administradoras operam 69 shopping centers.

Compartilhe

INDO ÀS COMPRAS

brMalls (BRML3), Aliansce Sonae (ALSO3), Multiplan (MULT3) e Iguatemi (IGTI11) — qual dessas ações é a queridinha do setor de shoppings?

24 de maio de 2022 - 15:17

JP Morgan eleva preços-alvo de brMalls, Multiplan e Iguatemi, mas nem todas estão entre as preferidas no segmento; saiba quais delas chamam atenção do banco e por quê

Fusão

Casamento no shopping! brMalls (BRML3) aceita oferta da Aliansce (ALSO3) para formar gigante do setor

29 de abril de 2022 - 9:41

Na terceira tentativa, conselho da brMalls aceita oferta da Aliansce Sonae, que formará maior empresa de shopping centers da América Latina

RUTH E RAQUEL

brMalls (BRML3) e Aliansce (ALSO3): proposta de fusão deve ser discutida em assembleia extraordinária; veja detalhes dessa novela

2 de abril de 2022 - 12:00

Vale lembrar que a brMalls solicitou ao Cade a revisão da aquisição de participação na empresa pela rival, que já teve duas ofertas rejeitadas

BALANÇO

brMalls (BRML3) patina no quarto trimestre, mas lucro líquido avança 15,1% em 2021 e vai a R$ 276,1 milhões

17 de março de 2022 - 20:01

Mais cedo, a operadora de shoppings movimentou o setor ao rejeitar a nova proposta de fusão da Aliansce Sonae

NOIVA EXIGENTE

brMalls (BRML3) rejeita pela segunda vez a proposta de fusão da Aliansce Sonae (ALSO3); veja por que está difícil sair o casamento

17 de março de 2022 - 19:20

Para a brMalls, mesmo com alterações, a proposta segue subavaliando o valor econômico justo da companhia e do seu portfólio de ativos

PERSISTÊNCIA

Mais um fora? brMalls (BRML3) nega ter recebido nova proposta da Aliansce Sonae (ALSO3); relembre a história

14 de março de 2022 - 17:08

A informação chegou ao mercado nesta segunda-feira (14) via fato relevante registrado junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

JOGO DURO

Sem essa de ‘iguais’: depois de ver proposta original rejeitada, Aliansce Sonae (ALSO3) aumenta oferta à brMalls (BRML3) em nova investida por fusão

14 de março de 2022 - 6:31

Na nova proposta, Aliansce Sonae decidiu elevar o lance pela brMalls em aproximadamente 11%

JEITINHO MINEIRO

brMalls (BRML3) vende 30% de participação no Center Shopping Uberlândia; veja quanto entrou no caixa da empresa

2 de março de 2022 - 20:09

De acordo com a administradora, os recursos da transação serão utilizados para que sua alavancagem financeira seja reduzida

FATO RELEVANTE

BrMalls cancela 44,8 milhões de ações em tesouraria, mas não altera capital social

5 de fevereiro de 2022 - 8:35

A operação será realizada sem a redução do capital social que hoje é de R$10,4 bilhões. Com isso, o montante passou a ser dividido em aproximadamente 828,2 ações ordinária.

ESQUENTA DOS BALANÇOS

Prejuízo da pandemia é página virada para os shoppings, afirmam analistas; veja as ações favoritas de BTG Pactual e Banco Inter no setor

4 de fevereiro de 2022 - 18:16

Os analistas acreditam que os balanços do quarto trimestre mostrarão um desempenho sólido das empresas no período, com vendas além dos níveis pré-covid

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar