🔴 É HOJE! COMO BUSCAR ATÉ R$ 2 MIL DE RENDA EXTRA TODO OS DIAS – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
BALANÇO

XP tem lucro ajustado de R$ 417 milhões no quarto tri e avança no setor bancário ao lançar cartão

A companhia informou ainda que 67% das receitas totais em 2019, ou seja, R$ 3,7 bilhões, vieram de clientes de varejo

Bruna Furlani
Bruna Furlani
17 de março de 2020
20:29 - atualizado às 0:45
Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos
Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, durante o evento de lançamento das ações na Nasdaq -

A XP Inc. reportou hoje (17) que o lucro ajustado da companhia fechou em R$ 417 milhões no quarto trimestre de 2019, o que representa uma alta de 262% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida, por sua vez, fechou o período em R$ 1,691 bilhão, uma expansão de 91% em relação ao registrado um ano antes.

No acumulado de 2019, a receita líquida da companhia terminou em R$ 5,128 bilhões. Já o lucro líquido ajustado aumentou 119% em relação ao registrado um ano antes e terminou em R$ 1,074 bilhão. A margem líquida ajustada, por sua vez, ficou em 20,9% contra 16,6% no ano anterior.

A companhia informou ainda que 67% das receitas totais em 2019, ou seja, R$ 3,7 bilhões, vieram de clientes de varejo. Já os investidores institucionais responderam por 14% das receitas totais e os 11% restantes vieram de receitas com serviços (9%) e conteúdo digital (2%).

Além de melhorar os seus números operacionais, a corretora também viu o montante total de ativos sob custódia aumentar 103% e terminar o ano de 2019 em R$ 409 bilhões.

Outro indicador que teve uma expansão significativa durante o período foi o número de clientes ativos, que subiu 91% na comparação anual e fechou o ano passado em 1,702 milhão.

Um dos motivos que podem ter ajudado a companhia a aumentar a clientela foi a melhora também no seu Net Promoter Score (NPS), que mede quão bem as empresas estão lidando com seus clientes ou pessoas com quem ela interage. No último trimestre do ano, o NPS chegou a 73.

Avanço nos serviços bancários

Depois de ter recebido o aval do Banco Central para operar como banco no fim do ano passado, a XP Inc. anunciou hoje que fechou uma parceria com a Visa para emitir cartões de débito e crédito, a serem lançados ainda neste ano.

Segundo informou a companhia, o objetivo é "oferecer uma oferta diferenciada aos clientes por meio do XP Infinite Card".

O lançamento dos cartões vem alguns meses após a corretora ter aberto capital (IPO, na sigla em inglês) na Nasdaq, no qual captou US$ 2,3 bilhões.

Depois de estrear na bolsa americana com as ações acima da faixa indicativa, os papéis da companhia foram bastante impactados recentemente por conta do cenário mais incerto com o coronavírus e polêmicas envolvendo o seu balanço.

Mesmo com questionamentos com pouco fundamento, as ações da companhia (código XP) foram penalizadas e acumulam queda de 47,85% no ano.

Compartilhe

Diversificação internacional

Cliente da Ágora, corretora do Bradesco, poderá investir diretamente no exterior por meio de carteiras montadas pela BlackRock

27 de julho de 2022 - 12:30

Iniciativa é fruto de uma parceria da plataforma com o Bradesco BAC Florida Bank, que oferecerá conta internacional aos clientes da corretora

ACABOU A FESTA

A crise dos unicórnios chegou às criptomoedas: controladora do Mercado Bitcoin demite 90 funcionários com cenário desfavorável; entenda

1 de junho de 2022 - 16:37

Crise das criptomoedas, juros e inflação alta: tudo que aconteceu para a 2TM precisar reduzir seu quadro de funcionários

BRANDING

Nova marca no pedaço: saiba por que a Brasil Brokers (BBRK3) mudou de nome e se a experiência de comprar um imóvel vai mudar

29 de março de 2022 - 12:27

Para os cariocas, no entanto, a operação de imóveis dos mercados primário e secundário continuará se chamando Brasil Brokers

APETITE SEM FIM

BTG Pactual compra tradicional corretora carioca e segue avançando no segmento de assessoria de investimentos

1 de fevereiro de 2022 - 11:29

Uma semana depois de adquirir a Planner, o banco anunciou hoje a compra da Elite Investimentos

VAI BRASIL!

Após lançar tokens da seleção brasileira, corretora turca de criptomoedas Bitci pretende lançar fã tokens de 5 times locais

1 de fevereiro de 2022 - 9:27

A exchange já lançou 25 fan tokens e pretende dobrar o número até o final de 2022, com investimentos no Brasil, Espanha, Índia, e países da Ásia Central

NOVATA NO PEDAÇO

XP anuncia novo acordo para criação de corretora em sociedade com escritórios de agentes autônomos

21 de janeiro de 2022 - 14:04

Os escritórios BRA e BS Investimentos são especializados no atendimento de clientes focados em renda variável e, juntos, possuem quase 90 mil clientes na rede da XP

SD Entrevista

Como a compra da corretora Ideal pode fazer o Itaú partir para o ataque e abrir um novo filão em investimentos

13 de janeiro de 2022 - 12:19

Banco viu na Ideal uma forma de complementar a oferta para os investidores que não são clientes do banco, diz Carlos Constantini, diretor do Itaú

Banco contra-ataca

Após vender XP, Itaú faz nova aposta em corretoras e investe R$ 650 milhões na Ideal

13 de janeiro de 2022 - 8:36

O maior banco privado brasileiro anunciou a compra de 50,1% do capital da Ideal e volta a ter um cavalo na corrida das plataformas de investimento

DE OLHO NA OPERAÇÃO

XP (XPBR31) e Inter (BIDI4) sobem embalados pelas prévias operacionais; Goldman Sachs vê potencial de alta de 116,5% em ações da XP

11 de janeiro de 2022 - 16:49

Papéis do Banco Inter (BID4) têm dia de volatilidade alta, XP (XPBR31) sobe com força após publicação de dados operacionais favoráveis

Plataformas de investimento

XP e Modal ‘juntos e separados’: o que está por trás da compra e o que muda para o investidor

7 de janeiro de 2022 - 15:03

Na guerra das plataformas de investimento, XP pagou barato e ainda eliminou um concorrente ao comprar o Modal por um valor equivalente a R$ 3 bilhões

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar