🔴 SÉRIE EMPIRICUS IN$IGTS: +100 RELATÓRIOS CORTESIA – LIBERE GRATUITAMENTE

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
HORA DA VERDADE

Bolsonaro na mira da PF: ex-presidente tem 24 horas para entregar o passaporte em operação que prendeu aliados

Operação da Polícia Federal que envolve Bolsonaro investiga a tentativa de golpe de Estado e disseminação de notícias falsas sobre fraude nas eleições de 2022

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
8 de fevereiro de 2024
9:41 - atualizado às 10:56
O ex-presidente Jair Bolsonaro
O ex-presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/PR

O ex-presidente Jair Bolsonaro e alguns de seus principais aliados viraram alvo da Polícia Federal na manhã desta quinta-feira. A operação investiga a tentativa de golpe de Estado e disseminação de notícias falsas sobre fraude nas eleições de 2022.

Com o nome de Operação Tempus Veritatis (hora da verdade, em latim), a ação da PF também mira aliados do ex-presidente, como Braga Netto, Augusto Heleno e Valdemar Costa Neto.

A operação também já prendeu os ex-assessores Filipe Martins e Marcelo Câmara e envolve 33 mandados de busca e apreensão.

Apesar de não ser um dos alvos dos mandados, Bolsonaro está obrigado a entregar o passaporte à PF em até 24 horas.

A operação atende medidas do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

Segundo a PF, o Exército Brasileiro acompanha o cumprimento de alguns mandados, em apoio à Polícia Federal. Essa etapa da investigação tem base na delação do tenente coronel Mauro Cid.

O que a PF apura contra Bolsonaro e o grupo investigado

A Polícia Federal não mencionou os nomes dos investigados, nem mesmo o de Jair Bolsonaro. Mas informou que as apurações apontam que o grupo que é alvo da operação se dividiu em núcleos para disseminar a ocorrência de fraude nas eleições presidenciais de 2022.

Ainda de acordo com a PF, a ação do grupo ocorreu antes mesmo das eleições, "de modo a viabilizar e legitimar uma intervenção militar, em dinâmica de milícia digital".

A atuação se dava em dois eixos. O primeiro divulgava informações falsas sobre vulnerabilidades do sistema eletrônico de votação.

Jair Bolsonaro levantou por diversas vezes suspeitas contra as urnas eletrônicas, incluindo na eleição em que saiu vencedor, em 2018. O ex-presidente jamais apresentou, contudo, provas de uma suposta fraude.

Enquanto isso, um segundo eixo praticava atos para "subsidiar a abolição do Estado Democrático de Direito, através de um golpe de Estado, com apoio de militares com conhecimentos e táticas de forças especiais no ambiente politicamente sensível", ainda de acordo com a PF.

PODCAST TOUROS E URSOS - O ano das guerras, Trump rumo à Casa Branca e China mais fraca: o impacto nos mercados

*Com informações do Estadão Conteúdo

Compartilhe

DE OLHO NAS REDES

Dividendos extraordinários podem disparar a ação da Petrobras (PETR4), mas a possível entrada de Mercadante tem o poder de ‘anular’ o efeito? Entenda…

17 de abril de 2024 - 17:57

A retenção de dividendos extraordinários pela Petrobras vem atropelando sua posição na bolsa, mas um possível pagamento poderia reanimar os acionistas. Ruy Hungria, analista da Empiricus Research e colunista do Seu Dinheiro, brinca de futurologia — o que pode acontecer se o pagamento dos dividendos coincidir com a entrada de Mercadante? Não é de agora […]

CETICISMO

Nem o FMI acredita mais que Lula vai entregar meta fiscal e diz que dívida brasileira pode chegar a nível de países em guerra

17 de abril de 2024 - 11:38

Pelos cálculos da instituição, o País atingiria déficit zero apenas em 2026, último ano da gestão de Lula

INTERNACIONAL

Haddad nos Estados Unidos: ministro da Fazenda tem agenda com FMI e instituição chefiada por brasileiro Ilan Goldfajn; veja

14 de abril de 2024 - 16:44

De segunda (15) a sexta-feira (19), o ministro participa, em Washington, da reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial

NOVO CAPÍTULO

Entrou na briga: após críticas de Elon Musk a Alexandre de Moraes, governo Lula corta verba de publicidade do X, antigo Twitter

13 de abril de 2024 - 16:43

Contudo, a decisão só vale para novos contratos, porque há impedimento de suspensão com os que já estão em andamento

APÓS APAGÕES

Na velocidade da luz: Enel terá um minuto para responder os consumidores, decide Justiça de São Paulo

13 de abril de 2024 - 15:20

Desde novembro do ano passado, quando milhões de consumidores ficaram sem energia após um temporal com fortes rajadas de vento

MINISTRO E BILIONÁRIO

Em meio a embate de Elon Musk com Alexandre de Moraes, representante do X (ex-Twitter) no Brasil renuncia ao cargo

13 de abril de 2024 - 12:55

Em sua conta no LinkedIn, o advogado Diego de Lima Gualda data o fim de sua atuação na empresa em abril de 2024

META FISCAL

Mal saiu, e já deve mudar: projeto da meta fiscal já tem data, mas governo lista as incertezas sobre arrecadação

13 de abril de 2024 - 11:49

A expectativa é para a mudança da meta fiscal a ser seguida no próximo ano devido a incertezas sobre a evolução na arrecadação

ELEIÇÕES 2024

São Paulo já tem oito pré-candidatos na disputa por nove milhões de votos; conheça os nomes

7 de abril de 2024 - 15:45

Guilherme Boulos (PSOL) e o atual prefeito Ricardo Nunes (MDB) lideram as pesquisas de intenção de votos a seis meses das eleições municipais

VEM DINHEIRO AÍ?

Haddad acerta com mercado financeiro mudanças na tributação e prazos para atrair investimentos para bolsa 

4 de abril de 2024 - 8:44

A expectativa é de que as propostas avancem após a regulamentação da reforma dos impostos sobre o consumo, aprovada no ano passado pelo Legislativo

Eleições municipais

Simone Tebet diz que subirá em palanque de prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, quando Jair Bolsonaro não estiver

31 de março de 2024 - 11:54

Candidato a reeleição na capital paulista, Nunes é do MDB, partido da ministra do Planejamento

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar