🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
GENIAL/QUAEST

Pesquisa aponta que maioria apoia críticas de Lula contra Roberto Campos Neto na condução do Banco Central

A aprovação do presidente da República melhorou em relação à pesquisa passada, quando atingiu o menor patamar desde fevereiro de 2023

Renan Sousa
Renan Sousa
10 de julho de 2024
8:42 - atualizado às 8:16
Dia de decisão sobre a Selic renda fixa campos neto
Roberto Campos Neto. presidente do Banco Central - Imagem: Agência Brasil

A avaliação do trabalho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a subir, após atingir o menor patamar na pesquisa anterior, de acordo com a Genial/Quaest. Assim, a percepção positiva saiu de 50% para 54%. 

Já a desaprovação caiu de 47% para 43% no mesmo intervalo de tempo, ampliando a diferença da aprovação em nove pontos percentuais. 

Mas esse respiro da aprovação presidencial foi ofuscado por outro dado da pesquisa, que envolve as mais recentes críticas de Lula contra o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e o mercado financeiro.

Isso porque, para o chefe do Palácio do Planalto, ambos atuam politicamente contra o seu governo. E, para 66% dos entrevistados, Lula está correto ao criticar a política de juros do Banco Central. Apenas 23% discordam do presidente da República.

Vale lembrar também que, em entrevistas recentes, Lula disse ainda que não devia prestar contas ao mercado financeiro, mas sim ao povo — e 67% dos entrevistados concordam com a afirmação.

Para 53% deles, as declarações de Lula não contribuíram para a alta do dólar, enquanto para 34%, elas influenciaram na oscilação da moeda. 

  • Você está preparado para ajustar sua carteira este mês? Descobrimos as principais recomendações dos analistas da Empiricus Research no novo episódio do “Onde Investir”; confira aqui 

Relembre as disputas entre Lula e Campos Neto

Recapitulando, Lula voltou a realizar mais participações em podcasts e entrevistas, buscando melhorar a comunicação dos feitos do governo.

Dada a recente avaliação da gestão, tal estratégia parece ter dado certo — ao mesmo tempo que também abriu espaço para algumas “caneladas”. 

Por exemplo, Lula sinalizou a possibilidade de interferir no Banco Central ao defender que a autonomia da autarquia serve “ao mercado”. Assim, foi entendido que o órgão poderia baixar os juros à força, e não de maneira técnica e ponderada. 

“Quem quer o Banco Central autônomo é o mercado", disse Lula em entrevista à Rádio Princesa, em Feira de Santana, também na Bahia.

"O Banco Central tem que ser de uma pessoa que seja indicada pelo presidente. Como é que pode um presidente da República ganhar as eleições e depois não poder indicar o presidente do Banco Central? Eu estou há dois anos com o presidente do Banco Central do Bolsonaro. Então, não é correto", reclamou.

E essas investidas passaram a ser vistas por analistas como um indício de que o presidente vai interferir nas decisões do BC assim que seu indicado assumir o comando do órgão após o fim do mandato de Campos Neto.

De saída

Roberto Campos Neto começou seu mandato lá em 2019, apontado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para o cargo de presidente da autarquia, e chega ao fim no apagar das luzes de 2024. 

Campos Neto foi o primeiro presidente a gozar da autonomia operacional do Banco Central, o que também vem sendo questionado após a participação do presidente da autarquia em jantares e eventos de opositores declarados de Lula. 

Seja como for, o nome mais cotado como sucessor de Campos Neto é o do diretor de Política Monetária do BC, Gabriel Galípolo. Ele tem tanto a simpatia do mercado financeiro como também é visto como alinhado com a visão do presidente Lula sobre a condução da política monetária.

Por fim, vale ressaltar que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 65/2023 está em pauta no Senado nesta semana e pode colocar fim à autonomia do BC.

Compartilhe

ELEIÇÕES 2024

Da TV para a Prefeitura? Datena diz pretender ir até o final, mas não crava candidatura em São Paulo

16 de julho de 2024 - 17:33

Em sabatina,o jornalista negou que esteja usando a política para renegociar seu contrato com a Band

PEGA!

Eleições municipais: Brasil soma quase 8 mil prefeitos e ex-prefeitos condenados por improbidade administrativa 

15 de julho de 2024 - 19:22

O número representa 33% dos 23.800 punidos com base na lei estabelecida em 1992, que foi alterada em 2021 pelo Congresso Nacional

REGULAMENTAÇÃO DA TECNOLOGIA

‘A inteligência artificial só não é mais perigosa que a burrice humana’: o que o presidente do Senado pensa sobre a regulação da IA no Brasil

10 de julho de 2024 - 13:11

A proposta é de autoria do próprio Pacheco e tramita na Casa sob relatoria do senador Eduardo Gomes (PL-TO)

INQUÉRITO DA PF

Da Arábia Saudita à Polícia Federal: Como a PF ligou as joias a Jair Bolsonaro — e o que pode acontecer com ex-presidente

9 de julho de 2024 - 9:04

Segundo a PF, o valor parcial dos presentes entregues por autoridades estrangeiras ao então presidente somou US$ 1.227.725,12

FAZENDO AS CONTAS

Previdência em risco: desvincular benefício do salário mínimo para cumprir meta fiscal pode criar efeito rebote nas contas

7 de julho de 2024 - 16:48

Em entrevista à Agência Brasil, especialista em Previdência Social afirma que os benefícios previdenciários e assistenciais não vão para a poupança, mas para custo de vida

ANTECIPAÇÃO

Cotado como ‘nome da direita’ para disputa presidencial, Tarcísio De Freitas diz que é preciso ‘começar a construir 2026’

7 de julho de 2024 - 9:20

O governador paulista discursou, ao lado de Bolsonaro, na Conferência de Política e Ação Conservadora (CPAC Brasil), em Balneário Camboriú (SC)

CONFERÊNCIA CONSERVADORA

Bolsonaro ignora indiciamento pela PF e critica imprensa e o PT em evento de conservadores com Javier Milei

6 de julho de 2024 - 15:39

A fala de Bolsonaro abriu a Conferência de Política Ação e Conservadora (CPAC Brasil) na manhã deste sábado (6) em Balneário Camboriú

Disputa pela prefeitura

Datafolha mostra Nunes com 24% e Boulos com 23% das intenções de voto em São Paulo, invertendo a pesquisa anterior

5 de julho de 2024 - 18:26

Três candidatos aparecem empatados na terceira colocação, segundo o instituto de pesquisa

PLEITO MUNICIPAL

Cabeça a cabeça, Boulos e Nunes empatam nas eleições para prefeitura de São Paulo, mas segundo turno será mais difícil para um deles

2 de julho de 2024 - 9:27

Em um eventual segundo confronto entre os dois, Nunes é preferido por 46%, enquanto 39% optam pelo deputado do PSOL

DE OLHO NAS REDES

Nem Boulos, nem Nunes: o maior inimigo de Tabata Amaral na corrida para a prefeitura de São Paulo é outro; aqui está

25 de junho de 2024 - 16:13

“Eu vou enfrentar quem tiver que enfrentar”. É assim que a deputada e pré-candidata à prefeita do município de São Paulo, Tabata Amaral (PSB), responde ao ser questionada sobre qual seria seu adversário ideal em um possível segundo turno das eleições.  Em entrevista ao podcast Touros e Ursos, do Seu Dinheiro, Tabata ainda destaca que […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar