🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Tesouro premiado

Tesouro Direto vai sortear R$ 500 mil entre os investidores do Tesouro Educa+; prazo para participar do primeiro concurso termina nesta sexta (06)

Quem investir em um Tesouro Educa+ até amanhã terá direito a um cupom para concorrer, independentemente do valor do aporte

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
5 de outubro de 2023
16:10 - atualizado às 16:11
Baú de Tesouro na praia
Tesouro Direto agora também realiza sorteios. - Imagem: Shutterstock

O Tesouro Direto vai sortear R$ 500 mil entre os investidores do Tesouro Educa+ nos próximos três meses, como forma de incentivar os brasileiros a comprarem o novo título público voltado para financiar os estudos dos jovens em idade universitária.

O primeiro sorteio será realizado no dia 11 de outubro, véspera do Dia das Crianças e feriado de Nossa Senhora Aparecida, e para concorrer já neste concurso, é preciso realizar qualquer aporte no Tesouro Educa+ até esta sexta-feira, 6 de outubro.

Como se trata de um título destinado a ajudar as famílias a custearem a educação dos seus filhos, os prêmios também serão pagos sempre em nome do jovem beneficiário do Tesouro Educa+ e vinculados a esse investimento, podendo ser reinvestidos no título para engordar a poupança educacional.

Podem concorrer neste primeiro sorteio tanto os investidores que fizeram aportes no Tesouro Educa+ em setembro quanto aqueles que investirem nestes primeiros dias de outubro, independentemente do valor.

  • Renda fixa não acabou: existem títulos exclusivos que são os prediletos dos milionários e estão pagando mais de 2% ao mês; saiba como investir

Como participar do sorteio

A inscrição para participar deve ser feita pelo site do Tesouro Direto, no Portal do Investidor, onde o investidor deve também indicar o nome do beneficiário do prêmio, isto é, o jovem para quem está poupando.

Aliás, exclusivamente para esta primeira edição do concurso, cada aporte mensal dá direito a um cupom. Assim, quem investiu em setembro e depois novamente no início de outubro tem direito a dois cupons para concorrer.

Cupons obtidos com investimentos efetuados a partir do dia 9 de outubro já valerão para o próximo sorteio, a ser realizado em 18 de novembro. Há ainda um terceiro sorteio programado para 23 de dezembro, antevéspera de Natal. Os prêmios individuais variam entre R$ 5 mil, R$ 15 mil e R$ 50 mil, totalizando R$ 500 mil.

Segundo o secretário do Tesouro, Rogério Ceron, o objetivo dos sorteios é incentivar o investimento mensal e atrair mais pessoas para o Tesouro Educa+, trabalhando um aspecto cultural do brasileiro que é muito forte, o apreço pelos sorteios e apostas.

VEJA TAMBÉM: 123 milhas no buraco: vendi minhas milhas para eles. E agora? Vou ficar sem receber?

Tesouro Educa+ paga a mensalidade da faculdade do seu filho

O Tesouro Educa+ começou a ser oferecido pelo Tesouro Direto em agosto deste ano e tem como objetivo o investimento para pagar, no futuro, a faculdade ou curso técnico de crianças e adolescentes que estão hoje em idade escolar.

Assim, o investidor pode, hoje, fazer investimentos mensais a partir de R$ 30 para garantir o futuro educacional do seu filho, neto ou sobrinho, por exemplo.

Após poupar aos poucos ao longo de alguns anos, o investidor ou o próprio beneficiário passa a receber uma renda mensal durante cinco anos, corrigida pela inflação, que pode ser usada para pagar as mensalidades de um curso superior para esse jovem.

Até agora, o novo título público já captou cerca de R$ 50 milhões, contando com a participação de 13,4 mil investidores.

Veja aqui uma reportagem completa sobre como funciona o Tesouro Educa+.

Compartilhe

O país da renda fixa

Mesmo com queda de juros, renda fixa cresceu mais que renda variável em 2023; LCI, LCA, CRI e CRA foram os destaques

15 de fevereiro de 2024 - 14:09

Títulos isentos viram crescimentos acima de 50% em número de investidores e volumes; número de CPFs na bolsa se manteve em 5 milhões

OUTRAS OPÇÕES

BTG recomenda 10 títulos de renda fixa isentos de IR para fevereiro – e nenhum deles tem carência como as LCIs e LCAs

9 de fevereiro de 2024 - 13:02

Títulos como debêntures incentivadas, CRIs e CRAs não têm carência, mas têm mais risco que LCIs e LCAs

RENDA FIXA ISENTA

LCI e LCA representam 15% da captação do Itaú. Como a nova regra que restringe os títulos isentos de IR afeta o banco?

6 de fevereiro de 2024 - 12:46

Apesar do volume alto, medida afeta apenas 30% do saldo de LCIs e LCAs que o Itaú emitiu. Ou seja, o impacto recai sobre 4,5% da captação total do banco, diz CEO

Onde os brasileiros investem

Títulos isentos, como LCI e LCA, chegam a quase 20% do volume investido por pessoas físicas, mas cenário pode mudar com novas regras; entenda

5 de fevereiro de 2024 - 14:47

Renda fixa isenta de imposto de renda tem ganhado popularidade nos últimos anos, mas oferta desses títulos pode reduzir; veja onde investiram os brasileiros em 2023

A CONTA DO 'FIM DA FARRA'

Mudança nas regras de LCI, LCA, CRI e CRA deve pesar mais para pessoas físicas; fundos imobiliários podem ‘passar ilesos’

2 de fevereiro de 2024 - 19:19

As novas regras miram em impedir casos emblemáticos como o do Burger King, que utilizou um CRA para financiar a compra de carne dos hambúrgueres, mas devem acabar acertando também empresas que de fato fazem parte da cadeia agro ou imobiliária

ACABOU A FARRA?

O que muda nas emissões de LCI, LCA, CRI e CRA com a medida do governo que restringe as emissões de títulos isentos de IR

2 de fevereiro de 2024 - 9:09

Governo manteve a isenção de imposto de renda, mas restringiu as maneiras como os bancos e as empresas podem emitir papéis como LCI

Retorno menor

Quanto rendem R$ 10 mil na poupança, no Tesouro Direto e em CDB com a Selic em 11,25%?

31 de janeiro de 2024 - 19:00

Banco Central cortou a taxa básica em mais 0,50 ponto percentual nesta quarta; veja como a rentabilidade dos investimentos conservadores deve reagir

Lula sancionou

Renda fixa isenta ameaçada? Conheça as novas debêntures de infraestrutura e saiba se elas podem ‘matar’ as debêntures incentivadas

25 de janeiro de 2024 - 6:07

Governo acaba de aprovar novo título de dívida com vantagens tributárias só para o emissor; será que ele poderá substituir as debêntures isentas de IR?

Carteira recomendada

O que comprar na renda fixa em janeiro: título do Tesouro Direto é destaque da carteira da Genial, que inclui também LCA de bancão

12 de janeiro de 2024 - 12:11

Analistas apostam nos títulos indexados à inflação com vencimentos de até cinco anos, não apenas para o mês, como para o ano; veja todas as recomendações

Tesouro Direto do mês

O que comprar no Tesouro Direto em janeiro: chegou a hora dos títulos atrelados à inflação? Veja as indicações

8 de janeiro de 2024 - 16:41

Prefixados começam a perder espaço nas indicações de bancos e corretoras, após forte valorização de 2023; veja os títulos recomendados para o primeiro mês do ano

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies