🔴 SÉRIE EMPIRICUS IN$IGTS: +100 RELATÓRIOS CORTESIA – LIBERE GRATUITAMENTE

Com grandes pagadoras de dividendos fora da disputa, Eletrobras (ELET3) será a vencedora do leilão de transmissão?

O mercado cogita que há apenas duas sérias candidatas para vencer o lote com o maior investimento da história dos leilões de transmissão no país

15 de dezembro de 2023
6:37 - atualizado às 10:54
eletrobras elet6 elet3
Eletrobras - Imagem: Reprodução

Hoje (15) teremos o segundo – e tão aguardado – leilão de Transmissão de 2023. Mas o que ele tem de tão especial? 

Além de ser o maior leilão em termos de investimentos da história — com R$ 21,7 bilhões estimados de Capex —, um dos ativos leiloados, o Lote 1, será uma linha de transmissão de corrente contínua em alta tensão (HVDC), que é bastante incomum no Brasil, onde as linhas são em sua grande maioria de corrente alternada.

Em linhas gerais, a transmissão por corrente contínua costuma ser mais eficiente para longas distâncias por apresentar menor perda de energia, mas ela também é mais complexa e mais cara, e só vale a pena quando as distâncias envolvidas são realmente grandes — acima de 1 mil km. 

O Lote 1 envolverá um Capex exorbitante de R$ 18,1 bilhões, o lote com o maior investimento da história dos leilões de transmissão no Brasil. 

Serão quase 1.500 km de distância que atravessarão os Estados do Maranhão, Tocantins e Goiás, com o objetivo de escoar parte da produção de energia eólica e solar gerada no Nordeste para a Região Sudeste do Brasil, onde há mais consumo.

Lotes 1, 2 e 3 do leilão desta sexta-feira. Fonte: Empresa de Pesquisa Energética

O investimento é tão grande que o lote foi dividido em quatro "sub-lotes", para o caso de ninguém conseguir assumir todo o investimento sozinho.

Mas o que tudo isso significa para o investidor, e qual empresa listada pode se beneficiar?

Mais complexidade, menos disputa

Para começar, a complexidade tecnológica envolvida combinada com os investimentos vultuosos devem contribuir para reduzir a competição pelo lote. 

Lembre-se que os últimos leilões de transmissão atraíram uma enxurrada de empresas, por conta de ativos pouco complexos e dos investimentos mais baixos. 

 

Reprodução: Seu Dinheiro

A coisa começou a ficar tão descontrolada que, no leilão mais recente, em junho, o governo teve que desclassificar a grande vencedora porque ela não tinha a menor capacidade técnica e nem financeira para construir as linhas. 

Enfim, tudo isso para mostrar que, depois de vários leilões muito competitivos, a disputa de hoje tende a ser um pouco menor.

Por exemplo, empresas relevantes do segmento, como ISA-CTEEP, Taesa, Neoenergia, Cemig e Engie já disseram não ter interesse nessa disputa. 

Na verdade, o mercado cogita que há apenas duas sérias candidatas para vencer o tal Lote 1: a Eletrobras (ELET3) e a chinesa State Grid que, além da enorme capacidade de investir, estão entre as poucas que já operam linhas HVDC no Brasil. 

Vale a pena investir na Eletrobras por causa do leilão?

Eu não vou mentir para você; a depender dos termos, o Lote 1 poderia representar um gatilho interessante para as ações da Eletrobras. Trata-se de uma Receita Anual Permitida (RAP) que pode chegar a R$ 3,2 bilhões, ajustada pela inflação, por 30 anos. 

Assumindo que o vencedor arremate o Lote 1 sem nenhum deságio e consiga entregar o projeto no prazo sem estourar o Capex estimado, estamos falando de um valor presente de aproximadamente R$ 4 bilhões,  um número expressivo e que equivale a aproximadamente 5% do valor da Eletrobras na bolsa hoje.

O problema é que investir pensando apenas nesse evento não me parece uma boa ideia. E se a Eletrobras não ganhar? E se, ao contrário do que todos estão esperando, a competição for bastante acirrada e o vencedor levar o lote com condições pouco atrativas?

No momento em que escrevo essas linhas, algumas horas antes do leilão acontecer, é impossível saber o que vai acontecer. 

Mas se você está pensando em ganhar dinheiro rápido, apostando numa vitória da Eletrobras nesse leilão, eu entendo que essa não seja uma boa ideia. 

No entanto, se você tiver um pouco de paciência e quiser investir em uma tese que tem potencial de render bons frutos num prazo maior, a Eletrobras pode ser um ótimo investimento, mesmo que não consiga levar o Lote 1. 

LEIA TAMBÉM: O que uma proposta de casamento para Gisele Bündchen tem a ver com a fusão entre Eneva e Vibra?

Muito mato para cortar

A Eletrobras possui não só um quadro inchado de colaboradores (58% mais funcionários por MW que a Engie) como o salário médio da companhia é incrivelmente alto na comparação com qualquer outra empresa do setor, reflexo das décadas de farra com o dinheiro público quando ela ainda era controlada pelo governo. 

Fonte: Companhias. Elaboração: Seu Dinheiro

Agora que a companhia foi privatizada, ela pode tentar se aproximar dos níveis da Engie e Auren, antiga CESP, que também era bastante inchada antes da privatização. Isso reduziria as despesas com Pessoal em torno de R$ 2 bilhões por ano. 

Outro dado impressionante é o de empresas dentro do "guarda-chuva" da Eletrobras. Eram mais de 170 em 2016, número que já caiu para cerca de 70, mas que vai ficar ainda menor.

Fonte: Eletrobras

Entre salários, despesas administrativas, vendas etc., o potencial de redução de gastos ultrapassa os R$ 3 bilhões, como você pode ver abaixo, na projeção feita pela própria companhia. 

Fonte: Eletrobras

O mais importante aqui é entender que isso não depende de leilão, onde os resultados estão fora do controle da companhia. Essa redução nas despesas depende apenas dela, e já vem acontecendo.

Além disso, também temos visto uma maior agilidade na resolução dos empréstimos compulsórios, cujo estoque já caiu de R$ 26 bilhões para R$ 19 bilhões desde a privatização, o que também deve continuar ajudando a reduzir a percepção de risco. 

Para fechar, há um outro ponto que eu gosto de chamar a atenção. O mercado está precificando a Eletrobras com base nos preços de energia atuais, que estão extremamente baixos por conta da sobreoferta de energia e o elevado nível de chuvas dos últimos anos. 

Fonte: Dcide. Elaboração: Seu Dinheiro. 

Não temos como prever o preço da energia no futuro, mas, nos níveis atuais, a assimetria me parece favorável, e qualquer perturbação (menos chuvas, maior crescimento do PIB, menos subsídios renováveis) deveria ajudar a levar os preços para níveis mais normalizados. Tenha em mente que para cada R$ 10/MWh que os preços da energia sobem, as ações da Eletrobras deveriam se valorizar algo em torno de R$ 4.

Por esses motivos, a Eletrobras é uma das recomendações da Empiricus. 

PODCAST TOUROS E URSOS: CAMPOS NETO FECHA A CONTA DE 2023 COM CORTE NA SELIC. QUEM GANHA E QUEM PERDE COM OS JUROS MAIS BAIXOS?

O leilão é opcionalidade para a Eletrobras

Para falar a verdade, eu enxergo o leilão de hoje como uma opcionalidade: se ela conseguir arrematar o Lote 1 com boas condições, ótimo. Se não, ela ainda segue como uma tese bastante interessante.

Outra companhia que pode se beneficiar do leilão de hoje é a Alupar, já que também teremos dois lotes menores, menos complexos e com menor necessidade de investimentos. 

O Lote 2 terá direito a uma RAP máxima de R$ 452 milhões, com investimentos estimados em R$ 2,6 bilhões. O Lote 3 contará com uma RAP máxima de R$ 176 milhões, e investimentos da ordem de R$ 1 bilhão. 

Mas também para a Alupar o leilão é uma opcionalidade. Gostamos da disciplina financeira da companhia, do seu histórico de execução e do potencial de crescimento de dividendos daqui para a frente. Se ela conseguir arrematar bons empreendimentos no leilão de hoje, melhor ainda.

Com boas perspectivas pela frente, independente do leilão, a Eletrobras e a Alupar fazem parte da série Double Income, focada em renda, já que as duas têm perspectivas interessantes para distribuir dividendos num futuro próximo. 

Além delas, a série possui vários outros ativos geradores de renda, incluindo esses 5 Títulos de Renda Fixa que depositam dinheiro na sua conta todo mês, livre de IR. 

Se quiser conhecer a lista completa com esses ativos e muito mais por apenas R$ 1, deixo aqui o convite.

  • Quais as melhores ações da Bolsa para comprar agora em busca de renda? Veja o relatório gratuito da Empiricus Research com 5 recomendações de empresas boas pagadoras de dividendos e que estão com preços atrativos. Acesse aqui sem pagar nada.

Um grande abraço e até a próxima semana!

Ruy

Compartilhe

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: ChatGPT resiste às tentações de uma linda narrativa?

17 de abril de 2024 - 20:11

Não somos perfeitos em tarefas de raciocínio lógico, mas tudo bem: inventamos a inteligência artificial justamente para cuidar desses problemas mais chatos, não é verdade?

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Ataque do Irã poderia ter sido muito pior: não estamos diante da Terceira Guerra Mundial — mas saiba como você pode proteger seu dinheiro

16 de abril de 2024 - 6:17

Em outubro, após o ataque do Hamas, apontei para um “Kit Geopolítico” para auxiliar investidores a navegar por esse ambiente incerto

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Cinco coisas que deveriam acabar no mercado financeiro

15 de abril de 2024 - 20:01

O sócio-fundador da Empiricus lista práticas do universo dos investimentos que gostaria de ver eliminadas

DE REPENTE NO MERCADO

O que Elon Musk, Javier Milei, Alexandre de Moraes, o halving do bitcoin e a China têm em comum? 

14 de abril de 2024 - 12:00

Acredite: tudo isso movimentou o mercado financeiro esta semana; veja os destaques

Especial IR 2024

Meu dependente paga pensão alimentícia; posso abatê-la no imposto de renda?

13 de abril de 2024 - 8:00

Titular da declaração de imposto de renda declara o pai como dependente, e ele paga pensão alimentícia à mãe dela. E agora?

SEXTOU COM O RUY

Enquanto você se preocupa com a Oi (OIBR3), esta empresa da B3 virou a campeã de qualidade no serviço de internet – e ainda está barata na bolsa

12 de abril de 2024 - 6:07

Para se diferenciar, essa companhia construiu uma infraestrutura de qualidade, que tem proporcionado prêmios de internet fixa mais rápida do Estado de São Paulo, à frente das gigantes de telecom

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Quintal da China, quintal do mundo

10 de abril de 2024 - 19:15

Se a economia chinesa sofre, nós necessariamente compartilhamos dessa desgraça?

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Juro real de volta aos 6%: com bolsa na pior e dólar nas alturas, essa é uma nova oportunidade?

9 de abril de 2024 - 6:40

Uma regra prática comum para investimentos em renda fixa no Brasil sugere vender títulos quando os juros reais atingem 3% e comprá-los a 6%

EXILE ON WALL STREET

Além do bitcoin (BTC): esta carteira já rendeu 447% acima da maior criptomoeda do mercado

8 de abril de 2024 - 20:01

Acredito que exista uma forma melhor de pensar sobre a ciclicidade do preço do bitcoin (BTC), que historicamente nos ajudou a gerar alfa neste mercado

BOMBOU NO SD

Argentina entra na rota de ‘paraíso fiscal’, China encara mesma crise do Japão e inteligência artificial “sugando” o Ibovespa — veja tudo o que foi destaque na semana

6 de abril de 2024 - 13:36

A crise e os seus reflexos no país vizinho no Brasil despertaram o interesse dos leitores do Seu Dinheiro nos últimos dias

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar