🔴 SÉRIE EMPIRICUS IN$IGTS: +100 RELATÓRIOS CORTESIA – LIBERE GRATUITAMENTE

O Ibovespa e o Botafogo: como aproveitar os momentos de euforia e queda da bolsa para escalar a melhor carteira de ações

Essa não é uma coluna sobre esportes, mas o que aconteceu com o Botafogo ajuda a entender uma característica muito comum da bolsa

24 de novembro de 2023
6:29 - atualizado às 8:40
Montagem com escudo do Botafogo na frente da sede da B3
Montagem com escudo do Botafogo na frente da sede da B3 - Imagem: Cauê Diniz/B3 e Wikipedia - montagem Brenda Silva

Se você perguntasse para qualquer botafoguense no início de 2023 o que ele esperava do seu time no Brasileirão, dificilmente você escutaria algo como "ser campeão", o que era bastante compreensível dado que o time carioca passou vários dos últimos anos simplesmente lutando para ficar na série A.

Mas o sentimento muda muito rápido no futebol. Bastaram algumas rodadas, uma boa sequência de vitórias e 13 pontos de vantagem para o vice-líder para isso mudar. 

Fonte: ge.globo.com

Se em 2022 o time tinha conseguido 15 vitórias no campeonato inteiro, neste ano ele precisou apenas do primeiro turno (metade dos jogos) para conquistar tal feito. 

De uma hora para outra, as expectativas dos botafoguenses foram para a estratosfera, e qualquer coisa menos que o título passou a ser uma decepção para eles. 

Mas depois desse início arrebatador, com muito mais vitórias do que qualquer um esperava, a maré de resultados mudou completamente. Nas últimas semanas o time acumulou uma sequência impensável de derrotas que, inclusive, fez o time perder a liderança do campeonato.

A DINHEIRISTA - Posso deixar meu marido sem herança? Estou muito doente e ele se recusa a cuidar de mim!

Qualquer semelhança não é mera coincidência

Eu não sou comentarista de futebol, e essa também não é uma coluna sobre esportes.

Mas o que aconteceu com o Botafogo ajuda a entender uma característica muito comum do mercado financeiro. 

Algumas vezes acontece uma espécie de deslocamento estatístico, e somos bombardeados por uma sequência de notícias e dados positivos que deveriam ser mais espaçados entre si. 

Estatisticamente, a maior probabilidade é que essa sequência formidável seja interrompida e dê lugar para dados um pouco piores em algum momento, em uma espécie de retorno à média. 

O problema é que como investidores (e torcedores) muitas vezes nós nos esquecemos disso. Uma sequência de dados bons, ao invés de nos alertar de que o retorno à média está mais próximo de começar a acontecer, na verdade cria ainda mais euforia.

Até que em algum momento o inevitável acontece, a maré vira e as expectativas elevadas viram frustração – algumas vezes, não uma, mas uma sequência de frustrações que fazem o mercado desabar, pouco tempo depois de ter apresentado uma boa valorização. 

Por isso é tão comum vermos aqueles padrões de ondas nos preços das ações e dos índices, com períodos de grande otimismo fazendo as ações irem muito para cima da linha de tendência, e logo depois retornarem para algo mais próximo da média, podendo inclusive estender esse movimento para baixo. 

O Botafogo e o "campeonato" do Ibovespa

A partir de julho de 2023, as bolsas entraram em uma espiral de notícias negativas – inflação elevada e mercado de trabalho muito aquecido nos Estados Unidos, além de receios fiscais no Brasil.

Tudo isso fez o Ibovespa voltar para perto dos 110 mil pontos, praticamente acabou com as perspectivas de Selic em um dígito e fez muita gente achar que não fazia mais sentido algum ter ações na carteira.

Três meses depois, a maré virou completamente e estamos passando por uma enxurrada de notícias positivas, que fez o Ibovespa voltar a negociar no maior patamar desde 2021.

No Brasil, os dados inflacionários seguem comportados e o mercado tem aprovado os esforços fiscais da equipe econômica.

Nos Estados Unidos não só o relatório de empregos mostrou desaceleração como na semana passada o PPI (índice de preços aos produtores) apresentou deflação, o que corrobora com a tese de que os juros por lá não devem subir mais. 

Isso também é importante para a Selic, pois juros mais baixos lá fora tendem a facilitar os cortes por aqui. 

Aliás, o mercado voltou a cogitar a possibilidade de a Selic atingir um dígito já em 2024, com alguns gestores sugerindo que o Banco Central deveria começar a acelerar os cortes a partir de agora.

LEIA TAMBÉM:

Não se assuste com o retorno

Mas o que eu realmente quero que você entenda, depois dessa longa explicação sobre retorno à média, é que tivemos uma sequência anormal de notícias boas nos últimos dias.

Então não seria estranho ver o fluxo piorar um pouco daqui para frente, trazendo o Ibovespa para patamares mais próximos dos 120 mil - 115 mil pontos. 

Esse movimento seria absolutamente natural. Na verdade, poderia até abrir uma boa oportunidade de reforçar algumas posições, já que existem várias ações negociando por preços atrativos, especialmente as microcaps, que ainda seguem longe do radar dos grandes investidores. 

Aliás, a Empiricus preparou uma oportunidade incrível para você nesta Black Friday: a série Microcap Alert pelo melhor preço do ano. 

Se quiser garantir o acesso à carteira que sobe 55% em 2023, deixo aqui o convite

  • Aproveite a oportunidade de investir em ações que estão baratas e têm potencial de valorizar MUITO nos próximos meses. Acesse 10 papéis recomendados pelos analistas da Empiricus Research neste relatório gratuito.

Um grande abraço e até a próxima semana!

Compartilhe

AÇÕES NO SHAPE

Smart Fit (SMFT3) vai virar “monstro”? Banco recomenda compra das ações e vê espaço para rede de academias dobrar de tamanho

17 de abril de 2024 - 15:25

Os analistas do JP Morgan calcularam um preço-alvo de R$ 31 para os papéis da Smart Fit (SMFT3), o que representa um potencial de alta da ordem de 30%

DESTAQUES DA BOLSA

Ozempic que se cuide! Empresa de biotecnologia faz parceria para distribuir caneta do emagrecimento no Brasil e ações disparam quase 40% 

17 de abril de 2024 - 14:03

Com o anúncio, a Biomm conquistou R$ 1,2 bilhão em valor de mercado na B3; a comercialização do similar do Ozempic deve ainda passar pelo crivo da Anvisa

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Vale (VALE3) não é suficiente e Ibovespa fecha em queda na esteira de Nova York; dólar cai a R$ 5,24

17 de abril de 2024 - 6:49

RESUMO DO DIA: O Ibovespa até tentou interromper o ciclo de quedas com o forte avanço do minério de ferro e a prévia do PIB, mas o tom negativo de Nova York falou mais alto e arrastou o principal índice da bolsa brasileira. Com isso, o Ibovespa terminou o pregão em baixa de 0,17%, aos […]

REPORTAGEM ESPECIAL

O fracasso das empresas “sem dono” na B3. Por que o modelo das corporations vai mal na bolsa brasileira

16 de abril de 2024 - 15:54

São vários exemplos e de inúmeros setores de companhias sem uma estrutura de controle que passaram por graves problemas ou simplesmente fracassaram

MAIS 11 ATIVOS PARA A CONTA

Fundo imobiliário BTLG11 fecha acordo de quase R$ 2 bilhões por portfólio de imóveis em SP

16 de abril de 2024 - 11:36

O FII deve adquirir 11 ativos, com cerca de 550 mil metros quadrados prontos e performados

SÉRIE A DA B3

Auren (AURE3) fica de fora da segunda prévia do Ibovespa, que agora conta com a entrada de apenas uma ação

16 de abril de 2024 - 10:32

Se a previsão se confirmar, a carteira do Ibovespa contará com 87 ações de 84 empresas a partir de maio

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa cai pela quinta vez seguida pressionado por juros nos EUA e questão fiscal; dólar fecha no maior nível em 13 meses, a R$ 5,26

16 de abril de 2024 - 6:33

RESUMO DO DIA: A perspectiva de juros elevados por mais tempo nos Estados Unidos ganhou força mais uma vez e, combinada com a preocupação com o cenário fiscal doméstico, gerou mais lenha para a bolsa brasileira aumentar as cinzas. Pela quinta vez consecutiva, o Ibovespa terminou o dia no vermelho, com queda de 0,75%, aos […]

MERCADOS HOJE

Bolsas hoje: Ibovespa recua com pressão de bancos e Wall Street no vermelho; dólar sobe a R$ 5,18

15 de abril de 2024 - 6:43

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta segunda-feira (15) no vermelho, pressionado pelo desempenho dos bancos, que recuaram em meio à crescente aversão ao risco no mercado hoje. O principal índice de ações da B3 fechou o pregão em baixa de 0,49%, aos 125.333 pontos. Já o dólar à vista avançou 1,25%, aos […]

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: Prévia do PIB no Brasil e balanços nos EUA são destaque junto com Livro Bege nos próximos dias

15 de abril de 2024 - 6:20

As reuniões do FMI ao longo da semana permanecem no radar, com discussões focadas na estabilidade financeira global e nas estratégias para enfrentar as incertezas econômicas

TOUROS E URSOS

O enigma da Petrobras (PETR4): entre dividendos e “risco Lula”, vale a pena ter ações da estatal?

14 de abril de 2024 - 7:45

Ruído da intervenção do governo impede a Petrobras de negociar no patamar de companhias como Chevron e Exxon, segundo analista

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar