🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Bruna Martins
Bruna Martins
Jornalista formada pela Universidade de São Paulo (ECA-USP) e redatora dos portais Seu Dinheiro, Money Times e Empiricus. Já foi repórter do Metro Jornal SP e colaborou para Casa Vogue, além de ter experiência em comunicação corporativa e assessoria de imprensa.
Conteúdo Empiricus

Nem Even (EVEN3), nem MRV (MRVE3): essa outra construtora está barata e pode elevar pagamento de dividendos

Veja a empresa de construção civil que já mostrou resiliência frente a cenários difíceis e pode gerar bons dividendos, segundo analista

Bruna Martins
Bruna Martins
11 de junho de 2024
15:00 - atualizado às 11:04
ação construtora construção civil even even3 mrv mrve3
Imagem: Canva/Divulgação / Montagem: Bruna Martins

Qual ação de construção civil vale a pena ter na carteira de dividendos agora? Para a Empiricus Research, casa de análise que integra o grupo BTG Pactual, apenas uma empresa do setor está em bom ponto de entrada na bolsa para buscar bons proventos – e não se trata nem de Even (EVEN3), nem de MRV (MRVE3).

O setor de construção civil é um dos mais cíclicos de toda a nossa economia. Isso porque, para a compra de um imóvel, normalmente é preciso o alinhamento de vários fatores, como boa poupança, salário, estabilidade no emprego e juros baixos para um financiamento acessível.

Além disso, a disponibilidade de incentivos governamentais, como os do Minha Casa, Minha Vida, fazem bastante diferença, em especial para construtoras de baixo ou médio padrão. 

E em um país onde as crises econômicas são intensas e o dinheiro é escasso, como no Brasil, a conjuntura para essas companhias se torna difícil. 

No entanto, uma empresa desse setor já mostrou sua resiliência mesmo em momentos complicados. Trata-se de uma companhia que conseguiu entregar vendas, com margens minimamente interessantes e prejuízos praticamente irrelevantes, nos anos de 2017 e 2018 – mesmo diante da péssima conjuntura daquele momento. 

Isso sem contar os resultados positivos da companhia que vieram logo na sequência (e as boas perspectivas futuras que você pode conferir abaixo).

Quem destaca essas características da companhia é Ruy Hungria, analista especialista em dividendos da Empiricus. 

Não à toa, essa empresa de construção civil foi incluída na carteira recomendada de dividendos do analista.

Segundo Ruy, trata-se de uma companhia com grande potencial de elevar a distribuição de proventos a seus acionistas ao longo do tempo – e, portanto, de se tornar uma importante fonte de renda passiva para o investidor na bolsa.

Nem Even (EVEN3), nem MRV (MRVE3): veja em qual construtora investir agora

Quando se fala de construção civil, as ações da Even (EVEN3) e da MRV (MRVE3) são algumas das mais lembradas pelos investidores brasileiros. No entanto, nenhuma delas está entre as recomendações da Empiricus para quem busca a geração de renda com dividendos.

Na sua carteira mensal, o analista Ruy Hungria incluiu uma outra empresa do setor que tem histórico comprovado de boa execução (como você leu logo acima). 

“Os produtos diferenciados, um desempenho operacional acima da média, enorme disciplina financeira e de custos, além da manutenção do foco nas praças onde a companhia tem maior expertise, fazem essa construtora se destacar da maioria”, diz Hungria. 

Mas, além disso, ela reúne ótimas perspectivas de resultados para os próximos trimestres, na visão do analista. 

Observando as melhorias estruturais do setor recentemente e levando em consideração toda a disciplina financeira e operacional que ela já mostrou no último cenário catastrófico para o setor, Hungria vê essa companhia muito bem preparada, mesmo diante do pior cenário.

“Com a estrutura de capital defensiva dessa construtora e os múltiplos a que negocia em comparação com o histórico, vemos ela com um posicionamento único para capturar um novo ciclo de crescimento, caso ele venha a acontecer.” 

As ações dessa companhia da construção civil, recomendada por Hungria, negociam a um múltiplo Preço/Lucro de 5,7 vezes esperado para 2024, um valor “bem atrativo”, na visão do analista. 

“Além disso, com a estimativa da melhora de rentabilidade e geração de caixa, essa empresa tem capacidade de elevar sua distribuição de dividendos ao longo do tempo”, destaca. 

Ou seja: é uma ação de empresa de qualidade, que está barata na bolsa e que pode colocar um montante cada vez maior de dividendos na sua conta com regularidade. 

Dividendos: o ‘filé’ da bolsa está nessa carteira recomendada 

Ruy Hungria está tão confiante no potencial dessa empresa de gerar dividendos “gordos” que a incluiu na sua carteira recomendada mensal.

Não é qualquer ação que integra esse portfólio: são apenas 5 papéis, selecionados a dedo pelo analista por terem todas as características que apenas as grandes “vacas leiteiras” da bolsa brasileira possuem. 

São companhias:

  • Com capacidade de geração de caixa livre comprovada;
  • Inseridas em grandes mercados;
  • De qualidade e com balanços sólidos;
  • Com modelos de negócio resilientes;
  • E com alto nível de liquidez das ações. 

Tudo isso faz com que essas empresas tenham o potencial de distribuir proventos de forma consistente e sustentável no longo prazo. 

A ideia dessa carteira recomendada é orientar você, investidor pessoa física, a fazer as melhores escolhas na hora de buscar renda passiva com dividendos. Por isso, o acesso à carteira é totalmente gratuito. 

É só você clicar aqui ou no botão abaixo e, em poucos minutos, o relatório com recomendação da construtora + 4 ações “vacas leiteiras” da bolsa estará disponível no seu celular ou computador:

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Mais dividendos vêm aí? IPO da Moove pode ‘turbinar’ pagamentos aos acionistas de Cosan (CSAN3), diz analista

13 de julho de 2024 - 14:00

Dividendos da Cosan podem aumentar com IPO da Moove, mas ação já despencou 25% em 2024 – veja se vale a pena investir na ação da holding

conteúdo empiricus

Adeus, Arezzo (ARZZ3): varejista dá espaço para ação que ‘pode surpreender positivamente’ em julho e saltar até 52%

13 de julho de 2024 - 12:00

Casa de análise substituiu a recomendação de compra em Arezzo (ARZZ3) em carteira com as 10 ações mais promissoras do mês por uma ação “esquecida” na bolsa brasileira

Conteúdo Empiricus

Sabendo que “o tombo no day trade é certo”, ele criou um robô capaz de gerar lucros de até R$ 5.754 por mês

13 de julho de 2024 - 10:00

Ferramenta será disponibilizada a investidores ainda este mês

Conteúdo Empiricus

Como fazer um consórcio sem cair em armadilha? Conheça as 6 melhores maneiras de adquirir imóveis sem financiamento

13 de julho de 2024 - 8:00

Curso ‘Patrimônio Alavancado com Consórcio’ será liberado no dia 24 de julho e conta com técnicas exclusivas de especialista que já comprou mais de 20 imóveis

Conteúdo Empiricus

Patrimônio atrelado ao dólar: Segundo analista, o mundo inteiro está investindo na bolsa americana, e você pode fazer o mesmo; entenda

12 de julho de 2024 - 16:00

Expectativa é de queda de juros para o futuro próximo nos EUA, o que pode potencializar os ganhos em renda variável

Conteúdo Empiricus

Agora vai, Ibovespa? Queda da inflação nos EUA é sinal de que ‘alta da bolsa nesta semana pode ser só um aperitivo’

12 de julho de 2024 - 14:00

Índice de preços ao consumidor dos Estados Unidos recuou 0,1% em junho; mercado espera primeiro corte de juros em setembro

Conteúdo Empiricus

Bezerra vai virar vaca leiteira? Dividendos de R$ 1,60 por ação são ‘fichinha’ perto do que esta empresa pode pagar ao longo do tempo, avaliam analistas

12 de julho de 2024 - 11:48

Melhoria operacional e bom momento para as incorporadoras de baixa renda podem fazer yields da Direcional “crescerem ao longo do tempo”, dizem analistas

Conteúdo Empiricus

Brasileiro desenvolve código-fonte capaz de gerar lucros médios de R$ 274 por dia

12 de julho de 2024 - 11:24

Tecnologia utiliza da análise técnica para buscar oportunidades na bolsa de valores

Conteúdo Empiricus

Eletrobras (ELET6) vai recomprar ações; veja se vale a pena investir agora

11 de julho de 2024 - 16:00

No ano, os papéis preferenciais e ordinários da Eletrobras caem 4% e 8% respectivamente; será que o programa de recompra pode ser bom para o investidor?

conteúdo empiricus

Se cuidem, Shein e Temu: varejista lança estratégia para ‘bater de frente’ com chinesas e entra para top 10 melhores ações de julho

11 de julho de 2024 - 14:34

Varejista norte-americana se prepara para “competir” com as chinesas e Empiricus avalia que a ação pode ter a maior receita anual do mundo nos próximos anos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar