🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Conteúdo Empiricus

Fundo imobiliário de tijolo exposto ao varejo pode gerar retorno de até 13%; veja a recomendação

Com mais de 57 imóveis, o fundo imobiliário pode se beneficiar de empreendimentos em processo de alienação, segundo análise da Empiricus

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
17 de abril de 2024
14:00 - atualizado às 13:35
fii fiis fundo imobiliário tijolo varejo dividendos
Imagem: Canva / Montagem: Bruna Martins

O ciclo de queda dos juros no Brasil tem reacendido a esperança para o mercado financeiro, e um dos segmentos que mais se beneficiam desse movimento é o dos fundos imobiliários. Por isso, não é exagero dizer que este parece ser o momento oportuno para voltar os olhos ao setor.

O mercado de FIIs está vivenciando um período particularmente promissor, fundamentado especialmente por três argumentos: queda dos juros, desconto dos ativos e mudanças na regulação. 

Prova disso é que o Ifix, índice que reúne os principais fundos imobiliários negociados na Bolsa de Valores, apresenta altas consecutivas em 2024, com acúmulo de 2,97% no ano (até o último fechamento). 

A tendência de alta é especialmente marcante entre os fundos imobiliários de tijolo, que investem diretamente em propriedades físicas – e que são vistos como grandes beneficiários do atual momento econômico.  

Em relatório divulgado recentemente com os melhores FIIs do mês de abril, Caio Araújo, analista especializado em mercado imobiliário da Empiricus Research, apontou um FII de tijolo que está “dando o que falar” no mercado, não apenas pelo seu desempenho recente, mas também pelas suas perspectivas atraentes a longo prazo. 

A seguir, você confere por que este momento é tão propício para investir em fundos imobiliários e qual é o fundo que está chamando a atenção de Caio por sua segurança e potencial rentabilidade.

Por que esse pode ser o momento ideal para investir em FIIs de tijolo

Os FIIs de tijolo abrangem especialmente os empreendimentos comerciais, como lajes corporativas, galpões logísticos e shoppings.

Por isso, a recuperação desses fundos não se deve apenas à recente queda da Selic – que começou em agosto de 2023 e tem incentivado o mercado de FIIs como um todo –, mas também por conta de outro fator determinante para o segmento: o retorno gradativo aos escritórios – movimento que reflete no aquecimento do mercado imobiliário corporativo.

Durante a pandemia da covid-19, o setor de escritórios enfrentou desafios significativos, com muitas empresas adotando o trabalho remoto. No entanto, com a retomada das atividades presenciais, temos observado uma recuperação vigorosa do setor.

Dados do Secovi-SP, em parceria com a CBRE Brasil, indicam que a absorção bruta de escritórios em São Paulo cresceu impressionantes 39,4% no quarto trimestre de 2023, comparado ao mesmo período de 2022. Esse é um sinal claro de que as empresas estão não apenas retornando, mas também expandindo seus espaços físicos.

Além disso, uma pesquisa da consultoria imobiliária JLL mostra que o mercado de escritórios de alto padrão em São Paulo também teve um desempenho robusto ao longo de 2023. 

Essa tendência de crescimento e valorização também é refletida no iTrix, índice setorial que acompanha o desempenho de mais de 100 fundos imobiliários do IFIX. O índice reportou uma valorização próxima de 25% nos últimos 12 meses, evidenciando não só a recuperação, mas também a resiliência dos fundos de tijolo no mercado brasileiro.

Ou seja: há uma margem consolidada de dados que apontam os motivos para os empreendimentos comerciais voltarem a aquecer o mercado imobiliário. E diante disso, investir em ativos do ramo pode ser uma estratégia inteligente para fortalecer o portfólio.

Conheça o fundo imobiliário de tijolo que pode pagar dividendos de até 13%

Diante desse cenário promissor para os fundos imobiliários de tijolo, o TRX Real Estate (TRXF11) desponta como uma escolha atraente no setor de varejo híbrido.  É o que aponta Caio Araújo, analista especializado em mercado imobiliário da Empiricus Research, em relatório divulgado recentemente.

O TRXF11 se destaca por uma gestão ativa e estratégica da carteira. Atualmente, o fundo aloca 60,3% de seu portfólio em participações diretas em imóveis e 29,6% em participações indiretas, através do TRXB11 – do qual detém quase a totalidade das cotas.

Com 57 imóveis, sendo 50 ativos e mais 7 em desenvolvimento, o fundo mantém contratos de locação predominantemente atípicos, com duração média de 14,6 anos. Segundo Caio, essa característica assegura uma previsibilidade de receitas a longo prazo, essencial para a estabilidade e crescimento sustentado do fundo.

Outro ponto de destaque é a recente negociação para a alienação de várias lojas das redes Assaí e GPA (Pão de Açúcar e Extra), movimento que pode gerar lucros extraordinários para os cotistas nos próximos semestres. 

“Essas ações refletem uma estratégia proativa de reciclagem de ativos, essencial em um mercado em constante evolução”, destaca Caio.

Adicionalmente, e talvez o mais importante: o fundo apresenta um potencial de valorização interessante para os próximos meses, além da chance de gerar bons pagamentos traduzida por um dividend yield de 13%

Nas contas do analista, trata-se de uma oportunidade de investimento com excelentes perspectivas de retorno. 

Mais 4 FIIs integram carteira que já rendeu 129% do Ifix; acesse agora

A boa notícia é que o TRXF11 não está sozinho “dando sopa” no mercado de fundos imobiliários. O mês de abril tem demonstrado sinais de que será repleto de oportunidades para os investidores desses ativos.

Prova disso é que o relatório feito pelo Caio Araújo e outros especialistas da Empiricus apresenta mais 4 FIIs que se destacam por suas perspectivas promissoras e potencial de rendimento. Cada um desses fundos foi cuidadosamente selecionado com base em critérios rigorosos de desempenho e segurança. 

Um deles, inclusive, focado em lajes corporativas, está projetado para gerar um retorno potencial de 24,2% – patamar bem acima da média do mercado.

E para você ter ideia do potencial dessa carteira, nos últimos 5 meses ela atingiu uma alta de 10,35% – valorização 29% maior que a do próprio Ifix no mesmo período. 

Por isso, se você deseja se aprofundar no universo dos fundos imobiliários e fortalecer ainda mais a sua carteira neste mês de abril, recomendamos que acesse o relatório exclusivo feito pela Empiricus.

Nele, você conhecerá 5 FIIs que estão chamando a atenção do mercado e podem ser uma boa oportunidade para você reforçar a sua carteira. Não perca a oportunidade e acesse agora o relatório:

Compartilhe

Conteúdo Empiricus

Renda fixa dos ‘endinheirados’ cresce 3% em 2024; conheça os títulos que pagam até IPCA +9,3% e saiba como investir

20 de maio de 2024 - 16:00

Segundo a B3, o número de investidores na renda fixa é 3x maior que na renda variável; veja como investir nos títulos ‘premium’

Conteúdo Empiricus

EUA pode ter ‘novo Javier Milei’ na Casa Branca? Político americano é pró-criptomoedas e quer isentar Bitcoin (BTC) de imposto

20 de maio de 2024 - 12:00

Robert F. Kennedy Jr. estará em evento de criptomoedas junto a especialista brasileiro; confira as apostas para o mercado

Conteúdo Empiricus

Quais foram os destaques positivos e negativos da temporada de balanços do 1T24? Analistas citam Petrobras (PETR4), Gerdau (GGBR4), Usiminas (USIM5) e mais

20 de maio de 2024 - 12:00

Para analista, alguns setores, como o varejo, tiveram resultados aquém do esperado, enquanto o setor financeiro foi um dos destaques positivos; veja um ‘resumão’ da temporada do 1T24

Conteúdo Empiricus

‘O Brasil é o aluno nota 6: nem quebra, nem vira os EUA’: entenda por que cenário doméstico pode melhorar, segundo analista

20 de maio de 2024 - 10:00

Para a analista da Empiricus Research Larissa Quaresma, existem fatores que podem jogar a favor da bolsa brasileira neste momento; saiba como aproveitar

Conteúdo Empiricus

Com R$ 1,2 bilhão de dividendos pagos em maio, a expectativa é que ‘Eletrobras (ELET6) não pare por aí’, afirma analista

20 de maio de 2024 - 8:00

A Eletrobras integra hoje a carteira Top 5 ações para dividendos da Empiricus Research; acesse os outros 4 papéis da lista para buscar dividendos

Conteúdo Empiricus

Imposto de Renda: duas formas de aumentar a sua restituição 

19 de maio de 2024 - 14:00

Este ano os contribuintes que deixarem para declarar na última hora vão receber a restituição corrigida pela Selic e mais 1% de acréscimo

Conteúdo Empiricus

Não foi com Mega-Sena nem Lotofácil: veja como esse ex-frentista ficou milionário no mercado financeiro

19 de maio de 2024 - 12:00

Usando a mesma estratégia que ele, você pode buscar uma renda de R$ 2.000 por dia, em média

Conteúdo Empiricus

Fundos multimercado: ações perdem espaço para ativo que pode pagar até IPCA + 7%; conheça 4 títulos para comprar agora

19 de maio de 2024 - 10:00

Os gestores de fundos multimercado estão trocando a volatilidade das ações por títulos de crédito privado; entenda o motivo

Conteúdo Empiricus

O que são ‘alphacoins’? Conheça as criptomoedas capazes de transformar um investimento de R$ 5 mil em até R$ 2 milhões

19 de maio de 2024 - 8:00

Em outro momento, investidores que aplicaram R$ 3.500 tiveram a oportunidade de ficar milionários em 10 meses

Conteúdo Empiricus

Incorporação da AES Brasil (AESB3) pode ‘minguar’ dividendos da Auren (AURE3), afirma analista; entenda

18 de maio de 2024 - 14:00

Apesar de entender que a Auren terá capacidade de melhorar eficiência dos ativos da AES Brasil, analista avalia que a alavancagem da combinação das empresas deve reduzir ritmo dos dividendos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar