🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
O CUSTO DA NOVA ORDEM MUNDIAL

Xi Jinping na Rússia: o presidente da China está disposto a pagar o preço pela lealdade de Putin?

O líder chinês iniciou nesta quinta-feira (16) uma visita de Estado de dois dias à Rússia e muito mais do que uma parceria comercial está em jogo, mas o momento para Pequim é delicado

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, aperta as mãos do presidente da China, Xi Jinping
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente da China, Xi Jinping - Imagem: Shutterstock/Envato/Brenda Silva

Há pouco mais de um ano, o presidente da China, Xi Jinping, fechava a porta do Kremlin e, ao se despedir de Vladimir Putin, disse ao colega russo: “vamos promover [uma nova ordem mundial] juntos”. Nesta quinta-feira (16), os dois líderes se reuniram mais uma vez com a promessa de trabalharem por um mundo multipolar. 

Putin descreveu os povos russo e chinês como “irmãos para sempre” em um discurso antes de um concerto em Pequim que marcou 75 anos de relações diplomáticas entre os países.

O chefe do Kremlin disse que as relações Rússia-China estavam no “nível mais alto da história”, com o “caráter de parceria genuína e abrangente e interação estratégica”. 

A rasgação de seda não é à toa. A Rússia se tornou uma parceira importante na pressão da China contra o poderio norte-americano — os laços econômicos têm se tornado mais fortes e há sinais de aprofundamento dos laços militares em meio à guerra na Ucrânia

Xi deve passar dois dias na Rússia em uma visita de Estado. Hoje, os dois líderes e as suas delegações mantiveram cerca de 45 minutos de conversas. 

Em uma coletiva logo depois, Putin disse que as discussões foram “calorosas e camaradas” e mostraram a importância da relação entre Pequim e Moscou. 

  • VOCÊ JÁ DOLARIZOU SEU PATRIMÔNIO? A Empiricus Research está liberando uma carteira gratuita com 10 ações americanas pra comprar agora. Clique aqui e acesse.

Xi está disposto a pagar o preço de Putin?

Talvez não seja surpreendente que Putin tenha escolhido a China como a sua primeira viagem ao exterior desde que tomou posse em um quinto mandato presidencial — Pequim emergiu como uma aliada vital de Moscou, recusando-se a condenar a invasão da Ucrânia e mantendo negócios com uma Rússia fortemente sancionada, para ira dos EUA e da União Europeia (UE). 

No entanto, parece que Putin quer mais. Mas estará a China disposta a pagar o preço? Embora o presidente russo se gabe da amizade com Pequim, Xi pode ter motivos para se preocupar.

Os EUA acabam de anunciar uma série de novas sanções contra bancos e empresas sediados em Pequim e em Hong Kong que trabalham com Moscou, supostamente ajudando a contornar as sanções em vigor. 

Embora a China não venda armas à Rússia, Washington e Bruxelas acreditam que exporte tecnologia e componentes essenciais para a guerra. 

O que REALMENTE está acontecendo com CHINA: CATÁSTROFE é real?

Durante uma recente viagem a Pequim, o secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, disse que a China estava “ajudando a alimentar a maior ameaça” à segurança europeia desde a Guerra Fria.

Para os EUA, traçou-se uma linha vermelha — mas a China insiste que sua posição em relação à Ucrânia é neutra e que as exportações, que têm fins comerciais fora da guerra, não violam as regras.

No entanto, as acusações seguiram Xi na sua viagem a França na semana passada, desviando a atenção do que deveria ser uma ofensiva diplomática chinesa

O problema é que os falcões da China estão falando mais alto, instando Xi a exercer mais pressão sobre Putin, enquanto a UE pondera as suas próprias tarifas.

E o fato é que a economia chinesa em desaceleração pode não suportar mais pressão dos parceiros comerciais — para muitos especialistas, a fraca demanda interna significa que Pequim precisa desses mercados no exterior.

*Com informações da BBC e da The Economist

Compartilhe

Grandes demais para falir

Onde há fumaça há fogo? Fiscais do setor bancário nos EUA acendem alerta sobre os planos dos bancões para evitar quebras

21 de junho de 2024 - 20:01

Federal Reserve e Corporação de Seguros de Depósitos alertam bancos sobre seus planos para evitar problemas

Os britânicos vão às urnas

Deu para o Sunak? Pesquisa indica que trabalhistas devem obter maioria nas eleições ao Parlamento Britânico

20 de junho de 2024 - 19:49

Eleições no Reino Unido acontecem em 4 de julho e foram antecipadas pelo primeiro-ministro

OLHO POR OLHO

A hora da revanche da BYD chegou? China não deixa barato e parte pra cima da Europa na guerra dos elétricos

20 de junho de 2024 - 18:48

Em uma reunião a portas fechadas, as fabricantes chinesas pedem que o governo responda com vigor às tarifas impostas pela Europa e incendeia ainda mais a guerra comercial

COLABORANDO COM UM 'COMUNISTA'?

Milei acena a Lula — de novo — e manda entregar ao Itamaraty informações sobre foragidos do 8 de janeiro

20 de junho de 2024 - 9:57

A fuga para a Argentina teria sido pensada não apenas pela vinculação ideológica de Bolsonaro com Milei, mas também pelas facilidades de ingresso no país

AMIZADE ARDENTE

Poucos amigos, mas perigosos: o saldo da visita de Putin à Coreia do Norte que deixou o mundo em alerta

19 de junho de 2024 - 18:35

Isolados por severas sanções internacionais, Moscou e Pyongyang juntam forças para continuarem de pé; entenda toda essa história

BATEU ARREPENDIMENTO?

Pesou no bolso? Elon Musk volta atrás nos ataques a anunciantes do X — meses após mandar as empresas irem se f****

19 de junho de 2024 - 17:45

Para analistas do mercado, o tom mais brando do bilionário sinaliza o primeiro passo em direção à tentativa de reconquistar o dinheiro publicitário para a plataforma

TIC TAC TIC…

Desativando a bomba-relógio: o que está por trás da mudança que a China quer fazer nos juros

19 de junho de 2024 - 16:12

O presidente do Banco do Povo da China (PBoC), Pan Gongsheng, anunciou nesta quarta-feira (19) que está estudando uma série de alterações na estrutura de política monetária; entenda o que pode acontecer na segunda maior economia do mundo

ELEIÇÕES DE 2024

Inteligência Artificial para prefeito? OpenIA encerra chatbots de políticos de IA

19 de junho de 2024 - 14:58

Cidadão norte-americano candidatou um chatbot de inteligência artificial para concorrer às eleições no estado de Wyoming. A OpenAI revelou que encerrou atividades de ferramentas do tipo nos EUA e no Reino Unido

ADEUS, BYE BYE

Para onde estão indo as fortunas? Por que os milionários estão fugindo de um dos maiores destinos de super-ricos no mundo — e não é um paraíso fiscal

18 de junho de 2024 - 18:55

Pesquisa mostra que esse país sofrerá uma perda líquida de 9.500 indivíduos de altíssima renda em 2024 — mais do dobro do número do ano passado de 4.200, que por si só foi um número recorde

SONHO AMERICANO?

Concessão de visto de trabalho a brasileiros bate recorde nos EUA – mas oportunidades podem chegar ao fim se Trump ganhar

17 de junho de 2024 - 19:30

Os vistos para trabalhadores brasileiros qualificados também registraram número recorde. Porém, com discurso mais inflamado de Trump, o cenário pode mudar; veja como conseguir o seu green card

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar