🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Carolina Gama
Formada em jornalismo pela Cásper Líbero, já trabalhou em redações de economia de jornais como DCI e em agências de tempo real como a CMA. Já passou por rádios populares e ganhou prêmio em Portugal.
FORNALHA EM CHAMAS

O caso de fraude que vai levar uma bilionária ao corredor da morte na Ásia

A magnata do setor imobiliário Truong My Lan foi considerada culpada de peculato, suborno e violação das regras bancárias relativas a empréstimos

Carolina Gama
11 de abril de 2024
15:58 - atualizado às 15:28
Imagem de um corredor escuro de uma cadeia, com celas pintadas de verde claro
Imagem: Canvas/ Montagem: Seu Dinheiro

Até onde vai a repressão à corrupção? No Vietnã, até o corredor da morte. Na operação batizada de “Fornalha em Chamas”, a bilionária Truong My Lan foi condenada à morte nesta quinta-feira (11) pelo envolvimento no maior caso de fraude financeira de todos os tempos do país. 

Lan comanda a empresa de desenvolvimento imobiliário Van Thinh Phat Holdings e foi acusada de se apropriar de ativos do Saigon Joint Stock Commercial Bank (SCB) ao contrair empréstimos ilegais para o grupo e para empresas de fachada.

A justiça vietnamita considerou a magnata do setor imobiliário culpada de peculato, suborno e violação das regras bancárias relativas a empréstimos — essas duas últimas acusações geraram uma condenação de 20 anos de prisão cada e o peculato levou à pena de morte. 

A defesa tentou, mas não conseguiu evitar a condenação

Grande parte da defesa da bilionária baseou-se no argumento de que ela controlava apenas cerca de 15% do banco. 

Ainda de acordo com a imprensa local, os advogados da magnata também alegaram que ela não tinha uma posição oficial no banco, sugerindo que as acusações de peculato não eram apropriadas. 

No entanto, testemunhas que detinham grandes participações disseram ao tribunal que foram instruídas a agir em nome de Lan. 

Os juízes concluíram, portanto, que ela detém o controle acionário de mais de 90% do SCB por meio de procurações e era a dona de fato do banco. 

O esquema da fraude bilionária

De acordo com a justiça vietnamita, os empréstimos envolvendo Lan chegaram a um total de US$ 44 bilhões e representaram mais de 90% dos créditos do SCB entre 2012 e 2022. 

Cerca de US$ 12,3 bilhões foram canalizados para Van Thinh Phat, enquanto outros fundos foram utilizados de forma privada. 

Alguns dos mais de 1.000 empréstimos foram liquidados por Lan, segundo os juízes, mas o tribunal disse que ela teria de compensar integralmente o banco.

Um caso para servir de exemplo

Lan foi presa pela primeira vez em 2022, com acusações que remontam a cerca de dez anos. Juntamente com Lan, mais de 80 outras pessoas, incluindo funcionários do banco central, foram acusadas. 

O caso contra Lan faz parte de uma repressão mais ampla à corrupção que foi liderada pelo Partido Comunista no poder do Vietnã. 

Políticos de alto nível, incluindo antigos presidentes vietnamitas, foram forçados a deixar os cargos no âmbito da campanha e centenas de funcionários e empresários foram condenados.

*Com informações da CNBC

Compartilhe

NÃO DEIXOU BARATO

Na mira de Xi Jinping: China impõe sanções à Boeing e mais duas empresas dos EUA por venda de armas a Taiwan

20 de maio de 2024 - 19:22

A medida é a mais recente de uma série de sanções anunciadas pelo Gigante Asiático nos últimos anos contra companhias pelo fornecimento de armamento a Taipé

INTERNACIONAL

Presidente do Irã morre em queda de helicóptero; aiatolá já decidiu quem será o sucessor

20 de maio de 2024 - 7:53

Além de Ebrahim Raisi, seu ministro das Relações Exteriores e mais 7 pessoas morreram no incidente, ocorrido no norte do Irã

LOBBY DE BANCOS

CEO do JP Morgan levou outros presidentes de bancos para pressionar Federal Reserve por normas mais frouxas

19 de maio de 2024 - 16:47

Agora, o Fed e dois outros reguladores querem um novo plano, que reduziria o aumento obrigatório de capital — de quase 20% — para os maiores bancos dos EUA

NO ORIENTE MÉDIO

Membro do gabinete de Guerra de Israel ameaça pedir demissão caso não haja plano para conflito em Gaza

19 de maio de 2024 - 14:55

Benny Gantz reconheceu o impacto prejudicial que a guerra está tendo sobre os civis, mas insistiu que a “decisividade” é necessária

NO ORIENTE MÉDIO

Helicóptero que levava presidente e ministros do Irã faz pouso forçado; equipes tentam acessar o local

19 de maio de 2024 - 13:23

Houve registro de chuva forte e neblina com algum vento, o que poderia ter causado uma instabilidade na aeronave

SÓ UMA PROMESSA?

Vai fechar o banco central, Milei? A nova declaração do presidente da Argentina sobre o futuro do BC do país

17 de maio de 2024 - 18:45

O presidente argentino está na Espanha e deu diversas declarações polêmicas a um público que o aplaudiu calorosamente; veja o que mais ele disse

O CUSTO DA NOVA ORDEM MUNDIAL

Xi Jinping na Rússia: o presidente da China está disposto a pagar o preço pela lealdade de Putin?

16 de maio de 2024 - 18:37

O líder chinês iniciou nesta quinta-feira (16) uma visita de Estado de dois dias à Rússia e muito mais do que uma parceria comercial está em jogo, mas o momento para Pequim é delicado

UM SUSPIRO

Os juros continuarão altos nos EUA? Inflação de abril traz alívio, mas Fed ainda tem que tirar as pedras do caminho

15 de maio de 2024 - 14:54

O índice de preços ao consumidor norte-americano de abril desacelerou para 3,4% em base anual assim como o seu núcleo; analistas dizem o que é preciso agora para convencer o banco central a iniciar o ciclo de afrouxamento monetário por lá

DESINFLAÇÃO ACELERADA

Boas notícias para Milei: Argentina tem inflação de um dígito e Banco Central promove corte de juros maior que o esperado

15 de maio de 2024 - 10:19

Os preços tiveram alta de 8,8% em abril, em linha com o esperado pelo mercado, que estimavam um avanço de preços entre 8% e 9%

UM PRATO QUE SE COME FRIO

A vingança da China: EUA impõem pacote multibilionário de tarifas a carros elétricos chineses e Xi Jinping quer revanche

14 de maio de 2024 - 20:03

O governo chinês disse que o país tomaria medidas resolutas para defender os seus direitos e interesses e instou a administração Biden a “corrigir os seus erros”

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar