🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
EM OUTRA MOEDA

Por que o iene japonês está perdendo valor e atingiu o menor patamar frente ao dólar em mais de 34 anos?

Se há esse movimento por parte do BC do Japão para desvalorizar a moeda, o governo não deve ficar parado: há uma perspectiva de intervenção das autoridades no câmbio

Renan Sousa
Renan Sousa
28 de março de 2024
11:02 - atualizado às 10:02
Bandeira do japão com o dragão da inflação por cima alta de preços no país assusta investidores
Imagem: Montagem / Freepik

O iene atingiu seu nível mais fraco na última quarta-feira (28), renovando as mínimas contra o dólar. A moeda norte-americana se fortaleceu contra a japonesa para um patamar de 151,97 dólar por iene, o mais alto desde meados dos anos 1990. 

A fraqueza do iene foi inicialmente provocada por comentários do membro do conselho do Banco do Japão (BoJ), Naoki Tamura. Ele afirmou que o BC japonês deve proceder de forma “lenta e constante” para normalizar a política ultra acomodatícia nos próximos meses. 

Décadas de estagnação econômica fizeram com que a grande ambição dos banqueiros centrais japoneses fosse justamente gerar algum estímulo à atividade via inflação.

E eles conseguiram: o núcleo do índice de preços ao consumidor (CPI, em inglês) do japão superou as previsões e ficou na meta de 2% em janeiro do BoJ — com a ajuda da pandemia, é preciso ressaltar. 

Vale lembrar que em meados de março o Japão tirou a taxa de referência de -0,1% ao ano para a faixa de 0,0 a 0,1%. Pode parecer pouco, mas o país foi o último do mundo a manter juros negativos.

Também é preciso dizer que a semana gerou o clima propício para a fraqueza do iene. A baixa liquidez global tende a aumentar a volatilidade dos ativos, o que pode intensificar movimentos de alta ou de baixa. 

Fraqueza do iene e uma nova dinâmica japonesa

Depois da decisão de elevar os juros, o presidente do BoJ, Kazuo Ueda, enfatizou que as condições monetárias permanecerão acomodatícias, mas não descartou a possibilidade de novas altas nas taxas se a inflação pressionar.

Em outras palavras, o BoJ deve continuar oferecendo pouco suporte à fraqueza do iene.

Porém, se há esse movimento por parte do BC do Japão, o governo não deve ficar parado: há uma perspectiva de intervenção das autoridades no mercado de câmbio. 

Quem falou sobre a fraqueza do iene foi Luis Garcia, diretor de investimentos (CIO) da SulAmérica Investimentos, convidado da mais recente edição do Touros e Ursos. Ele elegeu a moeda japonesa o “urso da semana”. Veja a seguir: 

Dólar > Iene

Naquela mesma quarta-feira, o índice do dólar (DXY) e os futuros do índice do dólar subiram 0,1% cada na Ásia. Os operadores deram força à moeda norte-americana especialmente após a sinalização dos principais bancos centrais do planeta de sinalizar cortes nas taxas de juros no futuro. 

Apesar disso, os olhos do mundo se voltam para o PCE, o indicador de inflação preferido do Federal Reserve (Fed, o BC dos EUA) para atualizar a política monetária do país. O dado só deve ser divulgado na sexta-feira (29), quando parte dos mercados estará fechada em virtude do feriado. 

Assim, prevaleceu uma máxima do mercado nos últimos dias: nunca aposte contra o dólar.

Em outras palavras, os investidores aumentaram a demanda pelo dólar na Ásia, ampliando ainda mais a fraqueza das moedas locais.

Como salvar uma moeda em queda

O ministro das Finanças, Shunichi Suzuki, disse na quarta-feira que tomaria "medidas decisivas" contra movimentos excessivos da moeda, ecoando seus comentários de 2022, quando o governo se engajou em níveis recordes de intervenção para apoiar o iene.

Outros diplomatas japoneses especializados em moeda também avisaram que não descartariam nenhuma medida para conter a queda do iene.

Além do iene, o yuan chinês também permaneceu fraco, com os operadores do mercado de olho nos dados relativamente mais fracos da China

*Com informações do Investing.com, Tradingview e Yahoo Finance

Compartilhe

PEDIU O MERCADO EM NAMORO?

De Powell, com amor (mas nem tanto): o que a decisão do Fed diz sobre os juros nos EUA

12 de junho de 2024 - 15:12

Em decisão amplamente esperada, o banco central norte-americano manteve a taxa referencial na faixa entre 5,25% e 5,50% ano — foi o gráfico de pontos que mandou a mensagem aos mercados

GUERRA COMERCIAL

Todos contra a China? União Europeia sai à caça dos elétricos chineses com aumento de impostos

12 de junho de 2024 - 14:38

Medida anunciada nesta quarta-feira (12) pelo bloco europeu vai elevar tarifas em até 38% para os EVs asiáticos e pode afetar a BYD e até a Tesla de Elon Musk

EM ANO DE ELEIÇÃO

Hunter Biden pode ser preso? Filho do presidente dos EUA é condenado por posse ilegal de arma — e o que isso significa para a campanha de Joe Biden

11 de junho de 2024 - 18:14

Hunter, de 54 anos, pode pegar até 25 anos e pagar US$ 750 mil em multas

Política Europeia

Decisão de Macron de dissolver Parlamento e convocar eleições antecipadas é aposta política de alto risco

10 de junho de 2024 - 11:13

Atitude de Macron vem após avanço do partido de extrema direita Reunião Nacional nas eleições do Parlamento Europeu

DEPOIS DO ULTIMATO

E agora, Netanyahu? Ministro de guerra de Israel renuncia ao cargo em meio a conflitos em Gaza

9 de junho de 2024 - 17:48

Benny Gantz deu um ultimato a Netanyahu em maio para que o gabinete de guerra adotasse um “plano de ação” para acabar com a batalha em Gaza

QUER PAGAR COMO?

Putin trocou o dólar pelo real? Rússia dá as costas para “moedas tóxicas” e abre espaço para o Brasil

7 de junho de 2024 - 20:00

Segundo o presidente russo, quase 40% do volume de negócios do país é agora em rublos, uma vez que a parcela realizada em dólares, euros e outras moedas ocidentais “não amigáveis” diminuiu

VAI CAIR OU NÃO VAI?

Juros nos EUA: a mensagem do principal relatório de emprego sobre o futuro das taxas que mexem com as bolsas do mundo

7 de junho de 2024 - 14:01

O mercado torceu o nariz para os dados mais fortes do que o esperado do chamado payroll referente ao mês de maio; entenda a reação e o que esperar agora

COMEÇO, MEIO OU FIM

Mais juros baixos pela frente? Por que o primeiro corte do BCE em 5 anos pode ser uma boa notícia para quem investe na bolsa — e o motivo não é óbvio

6 de junho de 2024 - 13:12

Em uma decisão incomum, o banco central da zona euro cortou os juros antes do Fed — entenda se o movimento é sinal de que uma taxa menor nos EUA está mais perto da realidade agora

Internacional

Na China, investidores migram para títulos públicos por falta de opção melhor para investir, derrubando as taxas

6 de junho de 2024 - 12:03

Banco Popular da China já alertou em relatório sobre investimento especulativo com títulos do governo

APÓS ELEIÇÕES

O “Tigre Maia” vai virar um gatinho? A primeira reação do mercado à nova presidente do México — e o que se pode esperar do futuro

6 de junho de 2024 - 6:20

Claudia Sheinbaum assumirá a presidência do país em outubro deste ano e já garantiu maioria esmagadora no Congresso

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar