🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
AYUDA, HERMANOS

A motosserra de Milei ficou sem combustível? Entenda por que o dólar voltou a bater máximas na Argentina — e por que isso já era esperado

Ao mesmo tempo em que o mercado aumentou o apetite por dólares, Javier Milei, o presidente do país, virou capa da revista Time

Renan Sousa
Renan Sousa
23 de maio de 2024
12:55 - atualizado às 15:35
Javier Milei, novo presidente da Argentina
Javier Milei, novo presidente da Argentina - Imagem: Reprodução das redes sociais

O dólar paralelo na Argentina, também conhecido como blue, voltou a renovar máximas históricas nesta quinta-feira (23) depois de meses de calmaria. Perto das 12h, a cotação do blue atingia os 1.300 pesos, de acordo com o portal Ámbito Financeiro, uma alta de 1,96%. 

Vale lembrar que a Argentina adota múltiplas cotações para o dólar, sendo que a blue é aquela mais próxima da realidade do país.

Porém, mesmo a cotação do dólar oficial, aquela praticada por empresas no país, também vinha subindo desde o começo do ano, após o país afrouxar as regras sobre o câmbio. 

O principal motivo para ambos os casos está no passado. Isso porque o governo argentino liberou parcialmente o câmbio, em um sistema chamado crawling peg. Assim, as cotações ficam limitadas a um intervalo de oscilações, o que impede uma disparada brusca de preços. 

Contudo, um segundo fator também pesa para que o dólar tenha um novo recorde: a volta das atividades exportadoras.

Argentina voltando aos trilhos

Em primeiro lugar, vale lembrar que a Argentina vive um problema de escassez de dólares devido a problemas de exportação. O país não conseguiu dar vazão aos seus produtos, fazendo a economia entrar em uma espiral de inflação e baixas reservas. 

Para Federico Zirulnik, economista do Centro de Estudios Scalabrini Ortiz (CESO), em entrevista ao Ámbito, a liquidação de exportações é o fator que impulsiona o dólar contra o peso argentino hoje.

Isso porque, desde que a inflação começou a disparar no ano passado, os exportadores começaram a atrasar os pagamentos. 

Agora, com a relativa melhora das condições dos negócios — consequentemente, das exportações e importações —, há uma maior liquidez geral no mercado, que tende a migrar para uma moeda segura como o dólar norte-americano. 

Além disso, ele explica que o mercado deve começar a ver uma nova entrada de dólares assim que a nova safra de grãos começar a ser liquidada, o que tende a conter o rali. Porém, ela não deve ser suficiente para cobrir a recente valorização da moeda norte-americana.

Enquanto isso, Javier Milei…

Ao mesmo tempo em que o mercado aumentou o apetite por dólares, Javier Milei, o presidente do país, virou capa de revista. Literalmente. 

A mais recente edição da tradicional norte-americana Time traz na capa Milei com o título de “O Radical”.

O texto foi baseado em uma entrevista concedida pelo presidente ao veículo em 25 de abril e define o presidente como "o chefe de Estado mais excêntrico do mundo".

Segundo o jornal Clarín, outras personalidades argentinas que já foram capas da Time incluem o papa Francisco, o ex-presidente Carlos Menem — em quem Milei se inspira para compor sua política econômica —, a popular ex-primeira dama, “Evita” Perón, o jogador Lionel Messi e o revolucionário Ernesto "Che" Guevara.

VEJA TAMBÉM - ATÉ QUANDO O TRATAMENTO DE CHOQUE DE MILEI NA ECONOMIA DA ARGENTINA VAI DAR CERTO?

Compartilhe

Grandes demais para falir

Onde há fumaça há fogo? Fiscais do setor bancário nos EUA acendem alerta sobre os planos dos bancões para evitar quebras

21 de junho de 2024 - 20:01

Federal Reserve e Corporação de Seguros de Depósitos alertam bancos sobre seus planos para evitar problemas

Os britânicos vão às urnas

Deu para o Sunak? Pesquisa indica que trabalhistas devem obter maioria nas eleições ao Parlamento Britânico

20 de junho de 2024 - 19:49

Eleições no Reino Unido acontecem em 4 de julho e foram antecipadas pelo primeiro-ministro

OLHO POR OLHO

A hora da revanche da BYD chegou? China não deixa barato e parte pra cima da Europa na guerra dos elétricos

20 de junho de 2024 - 18:48

Em uma reunião a portas fechadas, as fabricantes chinesas pedem que o governo responda com vigor às tarifas impostas pela Europa e incendeia ainda mais a guerra comercial

COLABORANDO COM UM 'COMUNISTA'?

Milei acena a Lula — de novo — e manda entregar ao Itamaraty informações sobre foragidos do 8 de janeiro

20 de junho de 2024 - 9:57

A fuga para a Argentina teria sido pensada não apenas pela vinculação ideológica de Bolsonaro com Milei, mas também pelas facilidades de ingresso no país

AMIZADE ARDENTE

Poucos amigos, mas perigosos: o saldo da visita de Putin à Coreia do Norte que deixou o mundo em alerta

19 de junho de 2024 - 18:35

Isolados por severas sanções internacionais, Moscou e Pyongyang juntam forças para continuarem de pé; entenda toda essa história

BATEU ARREPENDIMENTO?

Pesou no bolso? Elon Musk volta atrás nos ataques a anunciantes do X — meses após mandar as empresas irem se f****

19 de junho de 2024 - 17:45

Para analistas do mercado, o tom mais brando do bilionário sinaliza o primeiro passo em direção à tentativa de reconquistar o dinheiro publicitário para a plataforma

TIC TAC TIC…

Desativando a bomba-relógio: o que está por trás da mudança que a China quer fazer nos juros

19 de junho de 2024 - 16:12

O presidente do Banco do Povo da China (PBoC), Pan Gongsheng, anunciou nesta quarta-feira (19) que está estudando uma série de alterações na estrutura de política monetária; entenda o que pode acontecer na segunda maior economia do mundo

ELEIÇÕES DE 2024

Inteligência Artificial para prefeito? OpenIA encerra chatbots de políticos de IA

19 de junho de 2024 - 14:58

Cidadão norte-americano candidatou um chatbot de inteligência artificial para concorrer às eleições no estado de Wyoming. A OpenAI revelou que encerrou atividades de ferramentas do tipo nos EUA e no Reino Unido

ADEUS, BYE BYE

Para onde estão indo as fortunas? Por que os milionários estão fugindo de um dos maiores destinos de super-ricos no mundo — e não é um paraíso fiscal

18 de junho de 2024 - 18:55

Pesquisa mostra que esse país sofrerá uma perda líquida de 9.500 indivíduos de altíssima renda em 2024 — mais do dobro do número do ano passado de 4.200, que por si só foi um número recorde

SONHO AMERICANO?

Concessão de visto de trabalho a brasileiros bate recorde nos EUA – mas oportunidades podem chegar ao fim se Trump ganhar

17 de junho de 2024 - 19:30

Os vistos para trabalhadores brasileiros qualificados também registraram número recorde. Porém, com discurso mais inflamado de Trump, o cenário pode mudar; veja como conseguir o seu green card

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar