🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
O MERCADO NÃO GOSTOU

Vai decidir quando? Oi (OIBR3) adia pela quarta vez assembleia de credores que votará plano de recuperação judicial  — ações tocam mínima na bolsa

Os papéis da companhia caíram 1,47% e atingiram o menor valor do dia depois que a votação foi postergada junto com o stay period; confira a nova data e o novo horário

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
17 de abril de 2024
12:11
Montagem com logo da Oi (OIBR3)
Imagem: Adobe Stock/Montagem: Giovanna Figueredo

Já não é nem mais o caso de pedido de música no Fantástico — a Oi (OIBR3) postergou pela quarta vez a assembleia de credores desta quarta-feira (17) que votaria o plano de recuperação judicial. O mercado torceu o nariz para esse novo adiamento e as ações da empresa chegaram a tocar a mínima do dia na B3. 

Diferente das outras vezes, os credores da Oi não precisarão esperar tanto tempo para a votação acontecer: eles voltam a se reunir amanhã, a partir das 14h. 

Vale relembrar que o stay period — janela em que execuções de dívida estão suspensas — também foi estendido até a mesma data apesar do alerta da Justiça. 

Na decisão que prorrogou a realização da última assembleia, a juíza em exercício Caroline Rossy Brandão Fonseca, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, determinou que o stay period não seria prorrogado novamente. 

Desde o início de março, já foram realizadas outras três assembleias com o objetivo de votar o novo plano de recuperação judicial da companhia, mas sem êxito.

As ações OIBR3 chegaram a tocar a mínima do notícia com a notícia do novo adiamento, a R$ 0,67, uma queda de 1,47%. Acompanhe nossa cobertura ao vivo dos mercados

O adiamento de hoje foi aprovado pela maioria…

A assembleia de credores da Oi foi adiada hoje com aprovação de 58,51% dos participantes após pedido feito por parte dos credores e aceito pela empresa. 

Segundo o advogado Giuliano Colombo, que representa bondholders, a finalização do plano está próxima, mas ainda é necessário algumas horas de trabalho para essa conclusão. 

"Os credores não têm condições de votar um plano sem que esteja finalizado, assim como a companhia, que precisa determinar com o que está se comprometendo", disse Colombo, acrescentando que as negociações evoluíram nas últimas semanas.

AÇÕES, FUNDOS IMOBILIÁRIOS, BDRs, RENDA FIXA E MAIS: VEJA RECOMENDAÇÕES DA EMPIRICUS DE GRAÇA

… Mas nem todo mundo ficou satisfeito com esse adiamento

Não foi só o mercado de torceu o nariz para o quarto adiamento da assembleia de credores que votaria hoje o plano de recuperação judicial da Oi. 

Preserva-Ação, Wald Advogados e K2, administradores do processo, cobraram que a postergação de hoje seja a derradeira — a assembleia de credores começou em 25 de março, passando para 26 de março, 10 de abril e 17 de abril. 

O diretor jurídico da Oi, Thalles Paixão, disse que a necessidade de injeção de recursos na Oi é significativa e isso pressiona o cumprimento do cronograma. 

"A companhia tem uma necessidade muito grande de liquidez, e o cronograma fica cada dia mais desafiador", afirmou.

Compartilhe

AVAL DOS MUNICÍPIOS

Sinal verde para privatização: Municípios de SP aprovam “último passo” para desestatizar a Sabesp (SBSP3)

20 de maio de 2024 - 18:47

No passo final do processo de desestatização, centenas de prefeitos de São Paulo assinaram um contrato unificado com a companhia de saneamento

DE OLHO NAS REDES

Interferência na Petrobras ainda vai longe? Os planos de Lula para a empresa não agradam nem um pouco o mercado — e agora? 

20 de maio de 2024 - 18:11

Os ruídos dentro na Petrobras (PETR4) não são de agora e a principal preocupação do investidor de PETR4 é a influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na estatal.  Enquanto o governo quer que a estatal faça cada vez mais investimentos, o mercado enxerga que isso pode ser um perigo, dado o risco de […]

ENTENDA O IMBRÓGLIO

Vibra (VBBR3) compra seu edifício-sede no Rio, mas transação causa impasse para investidores de CRI e fundos imobiliários

20 de maio de 2024 - 17:02

Não se trata de um calote como os vistos no mercado de CRI no ano passado, mas sim de uma situação muito mais complexa do ponto de vista jurídico

MAIOR CAUTELA

Fusão entre Petz (PETZ3) e Cobasi anima analistas — mas esse bancão ainda vê potencial de alta limitado para ações

20 de maio de 2024 - 16:02

Bank of America elevou o preço-alvo dos papéis da Petz nesta segunda-feira (20), mas manteve recomendação neutra; entenda

DE OLHO NO AGRO

Como ficam as ações das empresas do agronegócio na B3 que atuam no RS após a tragédia climática no Estado?

20 de maio de 2024 - 6:22

Para analistas, empresas como Camil (CAML3) e 3tentos (TTEN3) podem compensar eventuais perdas com a alta dos preços em razão da restrição da oferta

UNIÃO DA MODA

Fusão da moda: Arezzo (ARZZ3) e Grupo Soma (SOMA3) acertam termos e condições para incorporação que criará gigante do varejo

19 de maio de 2024 - 9:03

De acordo com as informações mais recentes dos respectivos balanços, as empresas, juntas, faturam algo em torno de R$ 12,765 bilhões

CRISE NA ESTATAL

Justiça nega pedido por assembleia na Petrobras (PETR4) que atrasaria posse de Magda Chambriard

18 de maio de 2024 - 17:02

Em sua reclamação na Justiça, o deputado do Novo alega que, eventualmente reconhecida a queda do CA em efeito dominó após a saída de Prates

QUASE 10 ANOS DEPOIS

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta de R$ 127 bilhões para compensar tragédia em Mariana, mas acordo não deve evoluir agora

18 de maio de 2024 - 14:44

Valor de R$ 127 bilhões oferecido na última proposta, do final de abril, foi mantido, mas as empresas retomariam agora obrigações que tinham ficado de fora

SUBIU, DESCEU

Volta da febre das “meme stocks”: GameStop cai quase 20% em um único pregão, mas fecha semana com ganhos de 23%

18 de maio de 2024 - 13:26

Também pressionaram os papéis da mais famosa “ação meme” a divulgação de dados trimestrais preliminares da empresa

Dá o play!

Óleo no chope da bolsa: como ficam seus investimentos após mais uma intervenção na Petrobras (PETR4)

18 de maio de 2024 - 11:00

O podcast Touros e Ursos recebeu Karina Choi, sócia da Cordier Investimentos, para comentar os possíveis impactos da decisão do presidente Lula de demitir Jean Paul Prates da presidência da estatal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar