🔴 META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM 2 OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Dani Alvarenga
MUDANÇA DE ROTA

Fim do boom dos carros elétricos? Ford anuncia adiamento de SUV e picape elétricos para produção de carros híbridos

Anúncio foi feito pela Ford nesta quinta-feira (4), mas não é a primeira vez que a montadora adia a fabricação dos veículos elétricos por causa do cenário do mercado

Dani Alvarenga
4 de abril de 2024
15:30 - atualizado às 14:58

A euforia com os carros elétricos parece estar arrefecendo e, dessa vez, quem sinalizou isso foi a Ford. A fabricante anunciou nesta quinta-feira (4) que vai adiar a produção do SUV de três fileiras e da picape elétricos de 2025 para 2027. 

O objetivo da montadora é se concentrar na expansão da oferta de carros híbridos da marca. Segundo comunicado da companhia, a fabricante quer oferecer veículos híbridos em toda a linha norte-americana até 2030.

Apesar do atraso, a Ford garantiu que ainda continuará investindo nos carros elétricos. A companhia afirmou que está adiando a produção para permitir que o mercado amadureça mais.

“Como marca número 2 de veículos elétricos nos EUA nos últimos dois anos, estamos comprometidos em expandir um negócio lucrativo de veículos elétricos, usando o capital com sabedoria e trazendo ao mercado os veículos a gás, híbridos e totalmente elétricos certos, no momento certo”, afirmou o CEO Jim Farley em nota.

A promessa não cumprida

O anúncio da Ford ocorre em menos de um mês após o CEO da fabricante desafiar a Tesla, maior produtora de carros elétricos do mundo.

Em fevereiro, o CEO Jim Farley pediu que investidores esquecessem a Tesla e se concentrassem na linha Ford Pro, indicando que será o futuro da indústria automotiva.

O desafio foi feito em meio a um período difícil para a empresa do bilionário Elon Musk, que vem enfrentando uma crise que não parece ser só da companhia, mas do setor como um todo.

Isso porque, ao longo dos anos, as grandes fabricantes de carros elétricos foram perdendo valor no mercado, diminuindo em 87% neste ano. Já a Tesla tem visto suas ações acumularem queda de mais de 30% em 2024.

Por outro lado, a Ford vem expandindo as vendas de carros elétricos. No primeiro trimestre de 2024, o aumento foi de 86%, em comparação com o mesmo período em 2023.

O CEO, Jim Farley, chegou a afirmar que a companhia é uma concorrente forte da Tesla em relação a tecnologia. Porém a promessa não está sendo cumprida. 

O anúncio de atraso na produção desta quinta-feira não é o primeiro. A Ford já havia adiado anteriormente a produção de veículos elétricos por conta do cenário do mercado.

No ano passado, a montadora informou o adiamento ou cancelamento de US$ 12 bilhões (R$ 60 bilhões) em gastos planejados em novos carros elétricos devido às mudanças nas condições de mercado e aos desafios para construir e vender veículos de forma lucrativa.

Os projetos da Ford

Apesar disso, a produção do SUV de três fileiras faz parte de um investimento de quase US$ 1,3 bilhão (R$ 6,5 bilhões), que inclui a transformação da fábrica de montagem em Oakville, em Ontário, Canadá, em um centro de produção de veículos elétricos.

A inauguração do projeto ainda está prevista para o segundo semestre deste ano, segundo a nota da Ford. Será a primeira vez que a montadora converterá completamente uma instalação que produz automóveis a gás em uma de fabricação de carros elétricos.

Além disso, a companhia afirmou que vai continuar com os esforços para a instauração de novas fábricas de veículos movidos a energia elétrica em vez da reformulação dos centros atuais.

“Nossos carros elétricos inovadores de próxima geração serão novos desde o início”, afirmou o CEO da Ford.

*Com informações da CNBC

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar