🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
FALHA NO ACELERADOR

Mais problemas para Elon Musk? Ações da Tesla caem mais de 1% com notícia sobre demissão em massa e falhas no Cybertruck 

Montadora do bilionário deve demitir cerca de 10% da sua força de trabalho global, o equivalente a pouco mais de 14 mil pessoas, segundo notícia da Reuters

Renan Sousa
Renan Sousa
15 de abril de 2024
10:10
Tesla

As ações da fabricante de carros elétricos Tesla começaram o dia em queda de 1,50% no pré-mercado em Nova York. Os papéis da empresa do bilionário Elon Musk destoam dos índices futuros de Wall Street, que sobem após perdas recentes

Uma notícia de mais cedo da Reuters afirma que a montadora deve demitir cerca de 10% da sua força de trabalho global, o equivalente a pouco mais de 14 mil pessoas. A reportagem cita um memorando interno que teria circulado após a apresentação dos resultados do último trimestre de 2023

A montadora de carros elétricos de Elon Musk vem perdendo espaço para a BYD. Em 2023, a fabricante chinesa produziu mais de 3,02 milhões de veículos no mesmo período, superando a Tesla em quase o dobro de unidades.

Além da concorrência mais acirrada, a montadora também sofre com os questionamentos de parte do mercado sobre o ganho ambiental dos carros elétricos. O Seu Dinheiro inclusive escreveu uma reportagem especial sobre o tema

Assim, desde o começo do ano, as ações da Tesla caem mais de 30%. Analistas enxergam que os juros altos dos Estados Unidos tiveram peso sobre os problemas da empresa, porém há promessas não cumpridas de Musk sobre atualizações dos carros existentes, que tornaram os modelos em robotáxis autônomos, sem alterações de hardware.

  • LEIA TAMBÉM: Casa de análise libera carteira gratuita de ações americanas pra você buscar lucros dolarizados em 2024. Clique aqui e acesse.

Outros problemas da Tesla

Vale lembrar que a Tesla chegou a alcançar a marca de mais de US$ 1 trilhão em valor de mercado no fim de 2021. Mas desde então vem enfrentando uma série de problemas, inclusive operacionais. 

Os testes com os modelos autônomos nem sempre saíam como planejado, com diversas falhas no sistema de frenagem. Alguns inclusive chegaram a entrar em combustão antes dos ajustes recentes.

Agora, o mais recente problema envolve o Cybertruck, o SUV de visual controverso da Tesla. 

Segundo o portal CarBuzz, a montadora pausou as entregas do veículo por uma semana por causa de um suposto problema mecânico envolvendo o pedal do acelerador.

Usuários do X (antigo Twitter) relataram o mesmo problema, afirmando que o fluído lubrificante do pedal escorregava, dando instabilidade nas acelerações. 

A Tesla não deu maiores informações sobre a questão, mas os compradores não ficaram nada felizes com o atraso das entregas. 

*Com informações da Reuters e CarBuzz

Compartilhe

AVAL DOS MUNICÍPIOS

Sinal verde para privatização: Municípios de SP aprovam “último passo” para desestatizar a Sabesp (SBSP3)

20 de maio de 2024 - 18:47

No passo final do processo de desestatização, centenas de prefeitos de São Paulo assinaram um contrato unificado com a companhia de saneamento

DE OLHO NAS REDES

Interferência na Petrobras ainda vai longe? Os planos de Lula para a empresa não agradam nem um pouco o mercado — e agora? 

20 de maio de 2024 - 18:11

Os ruídos dentro na Petrobras (PETR4) não são de agora e a principal preocupação do investidor de PETR4 é a influência do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na estatal.  Enquanto o governo quer que a estatal faça cada vez mais investimentos, o mercado enxerga que isso pode ser um perigo, dado o risco de […]

ENTENDA O IMBRÓGLIO

Vibra (VBBR3) compra seu edifício-sede no Rio, mas transação causa impasse para investidores de CRI e fundos imobiliários

20 de maio de 2024 - 17:02

Não se trata de um calote como os vistos no mercado de CRI no ano passado, mas sim de uma situação muito mais complexa do ponto de vista jurídico

MAIOR CAUTELA

Fusão entre Petz (PETZ3) e Cobasi anima analistas — mas esse bancão ainda vê potencial de alta limitado para ações

20 de maio de 2024 - 16:02

Bank of America elevou o preço-alvo dos papéis da Petz nesta segunda-feira (20), mas manteve recomendação neutra; entenda

DE OLHO NO AGRO

Como ficam as ações das empresas do agronegócio na B3 que atuam no RS após a tragédia climática no Estado?

20 de maio de 2024 - 6:22

Para analistas, empresas como Camil (CAML3) e 3tentos (TTEN3) podem compensar eventuais perdas com a alta dos preços em razão da restrição da oferta

UNIÃO DA MODA

Fusão da moda: Arezzo (ARZZ3) e Grupo Soma (SOMA3) acertam termos e condições para incorporação que criará gigante do varejo

19 de maio de 2024 - 9:03

De acordo com as informações mais recentes dos respectivos balanços, as empresas, juntas, faturam algo em torno de R$ 12,765 bilhões

CRISE NA ESTATAL

Justiça nega pedido por assembleia na Petrobras (PETR4) que atrasaria posse de Magda Chambriard

18 de maio de 2024 - 17:02

Em sua reclamação na Justiça, o deputado do Novo alega que, eventualmente reconhecida a queda do CA em efeito dominó após a saída de Prates

QUASE 10 ANOS DEPOIS

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta de R$ 127 bilhões para compensar tragédia em Mariana, mas acordo não deve evoluir agora

18 de maio de 2024 - 14:44

Valor de R$ 127 bilhões oferecido na última proposta, do final de abril, foi mantido, mas as empresas retomariam agora obrigações que tinham ficado de fora

SUBIU, DESCEU

Volta da febre das “meme stocks”: GameStop cai quase 20% em um único pregão, mas fecha semana com ganhos de 23%

18 de maio de 2024 - 13:26

Também pressionaram os papéis da mais famosa “ação meme” a divulgação de dados trimestrais preliminares da empresa

Dá o play!

Óleo no chope da bolsa: como ficam seus investimentos após mais uma intervenção na Petrobras (PETR4)

18 de maio de 2024 - 11:00

O podcast Touros e Ursos recebeu Karina Choi, sócia da Cordier Investimentos, para comentar os possíveis impactos da decisão do presidente Lula de demitir Jean Paul Prates da presidência da estatal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar