🔴 CHANCE DE MULTIPLICAR O INVESTIMENTO EM ATÉ 14,5X EM 8 DIAS? ENTENDA A PROPOSTA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Alerta de proventos

Dividendos e JCP: Lojas Renner (LREN3), Copasa (CSMG3) e Sanepar (SAPR4) anunciam distribuição de quase meio bilhão de reais; confira os prazos

Valores serão pagos aos acionistas que tiverem as ações das três companhias em junho

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
20 de junho de 2024
19:10 - atualizado às 5:54
blackrock acao lojas renner lren3
Imagem: Divulgação

Acionistas da Lojas Renner (LREN3), Copasa (CSMG3) e Sanepar (SAPR4) devem ficar atentos à distribuição milionária de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP) pelas duas empresas nesta quinta-feira (20).

No caso da Renner, a varejista aprovou o pagamento de R$ 149 milhões em JCP, ou R$ 0,155919 por ação. Sobre esse valor, incide 15% de imposto de renda na fonte. 

Terão direito ao provento os acionistas que tiverem as ações das Lojas Renner no dia 25 de junho. Dessa forma, a partir de 26 de junho, as ações serão negociadas “ex-JCP” e passarão por um ajuste na cotação referente aos proventos já alocados. 

Então você pode optar por comprar as ações agora e receber o dinheiro ou esperar a data de corte e adquirí-los por um valor menor, mas sem o crédito do JCP.

Segundo a empresa, os pagamentos serão realizados a partir de 9 de julho. 

Copasa também paga

A Copasa também anunciou hoje proventos milionários. Os acionistas da Companhia de Saneamento de Minas Gerais receberão mais de R$ 120 milhões na forma de JCP, ou R$0,3168070128 bruto por ação. O valor, vale lembrar, também possui incidência de Imposto de Renda. 

O JCP será depositado aos acionistas que estiverem na base da Copasa no dia 25 de junho. A partir de 26 de junho, as ações serão negociadas “ex-JCP”. 

Além dos juros sobre capital próprio, os acionistas ainda recebem mais de R$ 25 milhões em dividendos da Copasa. O valor corresponde a R$0,0679025099 por ação. 

A data de corte para quem tem direito ao provento é a mesma para os juros sobre capital próprio, ou seja, até 25 de junho.

Ambos os valores, de JCP e dividendos, serão pagos no dia 19 de agosto. 

Sanepar: a maior fatia do bolo dos dividendos

A empresa, no entanto, que paga a maior fatia do bolo dos dividendos é a Companhia de Saneamento do Paraná. A Sanepar aprovou a distribuição de JCP no valor bruto de R$ 224 milhões.

Serão R$ 0,138974142 por ação ordinária e R$ 0,152871556 por ação preferencial do capital social da Sanepar. 

O crédito aos acionistas será atribuído com base na posição de 28 de junho de 2024. A partir de 01 de julho de 2024, as ações serão negociadas ex-JCP. 

A data para o pagamento dos proventos será definida em Assembleia Geral Ordinária a ser realizada até o mês de abril de 2025.

LEIA TAMBÉM: Itaúsa anuncia provento bilionário e Cemig (CMIG4) marca data do pagamento; confira os detalhes

Compartilhe

FUTURA POTÊNCIA?

Para o Santander, expansão da IA e demanda por data centers são oportunidades para o Brasil. Veja quais empresas e setores na Bolsa podem se beneficiar

12 de julho de 2024 - 20:00

Segundo o banco, país possui “excesso de oferta” de energia e diversas fontes renováveis

FUSÕES E AQUISIÇÕES

Indo às compras: Suzano adquire fábricas de empresa de embalagens nos EUA por US$ 110 milhões

12 de julho de 2024 - 19:12

Acordo ocorre semanas após a companhia desistir de tratativas para comprar a International Paper por US$ 15 bilhões

A GRANDE APOSTA

Não aposte contra a Nvidia: Para investidor do ‘Big Short’, seria insano apostar na queda da ação da gigante dos chips de inteligência artificial

12 de julho de 2024 - 18:31

Conhecido por fazer fortuna na crise de 2008 com apostas short, Steve Eisman afirma que investidores que operam vendidos nas big techs como a Nvidia têm um “desejo de morte”

ARROZ EM ALTA

Camil (CAML3) sobe 8% após balanço, mas recomendação de compra não é unanimidade entre os bancos

12 de julho de 2024 - 13:45

Resultados do primeiro trimestre divulgados pela companhia animaram o mercado. No entanto, o impulso motivado pela alta no preço do arroz tem data para acabar

DIVIDINDO A RESPONSABILIDADE

Por que a Vale (VALE3) fechou acordo com a BHP em processos no exterior por rompimento de barragem em Mariana 

12 de julho de 2024 - 12:12

O contrato assinado com a BHP tem relação com os processos de ações coletivas no Reino Unido e Holanda ligados ao rompimento da barragem de Fundão

Reforço de caixa

Eletrobras pode levantar até R$ 3,3 bi com oferta secundária de ações da CTEEP (TRLP4); mercado reage e papel tem a maior queda do Ibovespa

12 de julho de 2024 - 11:28

Companhia anuncia venda de 60 milhões de papéis da subsidiária, que pode ser acrescida de mais 70 milhões caso haja demanda

AINDA UMA PENNY STOCK

Em meio a aumento bilionário de capital, Americanas (AMER3) adia grupamento de ações

11 de julho de 2024 - 19:57

Grupamento de ações ordinárias e aquisição do controle da varejista pelos acionistas de referência com aumento de capital foram aprovados nesta semana pelo Cade

CÉU AZUL

Itaú BBA iniciou cobertura da Latam com recomendação de compra e chances de ação decolar 41%; os motivos você confere aqui

11 de julho de 2024 - 19:01

São três pilares que sustentam uma visão positiva sobre a empresa, e quase todos têm a ver com ajustes após a saída do chapter 11

CONSELHO APROVOU

Por que a Santos Brasil (STBP3) quer devolver R$ 1,6 bilhão aos acionistas? Confira a proposta de redução de capital da companhia

11 de julho de 2024 - 18:57

A operação deve ser realizada sem o cancelamento de ações e com restituição em dinheiro aos investidores, mas ainda precisa ser aprovada pelos acionistas

OPERAÇÃO DISCLOSURE

A fraude bilionária na Americanas (AMER3): procurador do MPF pede a extradição do ex-CEO Miguel Gutierrez na Espanha

11 de julho de 2024 - 18:41

Investigado pela operação Disclosure, o executivo teve a prisão decretada pela Justiça, mas permanece solto por ter cidadania brasileira e espanhola

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar