🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
PARCERIAS NA MIRA

CEO da CCR (CCRO3) confirma interesse em leilão das linhas da CPTM, operadora do trem de São Paulo — mas busca um sócio

Além de buscar um parceiro para a plataforma de mobilidade, a empresa de infraestrutura ainda avalia a possibilidade de desenvolver outras duas sociedades; entenda

Camille Lima
Camille Lima
28 de maio de 2024
16:29 - atualizado às 14:38
CEO da CCR (CCRO3), Miguel Setas
CEO da CCR (CCRO3), Miguel Setas - Imagem: Ricardo Godoy/Divulgação CCR

Se havia dúvidas de que a CCR (CCRO3) pretendia participar da briga pelas linhas 11, 12 e 13 da CPTM, operadora dos trens de São Paulo, o CEO Miguel Setas confirmou nesta terça-feira (28) o interesse em voltar para as disputas dos leilões de concessão — e revelou que está em busca de um parceiro para dar suporte à investida.

“A privatização das linhas é um projeto de grande escala, portanto, nós naturalmente temos a estratégia de buscar parcerias em várias dimensões”, disse o executivo, em conversa com jornalistas após encontro com investidores.

“Temos um ecossistema grande de parceiros com os quais nós estamos em contato para entender se há ou não oportunidades de colaboração.”

Mas após sinalizar o interesse em uma parceria para acelerar investimentos no segmento de mobilidade urbana, o CEO da empresa de infraestrutura evitou dar grandes detalhes de quem poderia ser o futuro colaborador.

“Preferencialmente, o sócio que pode ser mais adequado para uma estrutura de plataforma é um com maior caráter financeiro”, afirmou. 

  • As melhores recomendações da Empiricus na palma da sua mão: casa de análise liberou mais de 100 relatórios gratuitos; acesse aqui 

CCR (CCRO3) em busca de sócios

Além de um sócio para a plataforma de mobilidade, a CCR ainda avalia a possibilidade de desenvolver outros dois acordos: um para o segmento de rodovias e outro para aeroportos.

“Em mobilidade, a ideia é trazer um sócio relevante para acelerar investimentos, enquanto, para aeroportos, o objetivo é contribuir com a plataforma com participação em uma plataforma maior, que pode até ser da América Latina, e ter um player referente”, disse o diretor financeiro, Waldo Pérez. “Podemos até talvez trazer sócios em algumas participações específicas”, concluiu o CFO.

Do lado dos aeroportos, a expectativa de Miguel Setas é que a empresa participe de uma “plataforma que dê maior dimensão” — isto é, possivelmente uma parceria com outros operadores ou com sócios financeiros.

Já em relação às estradas, o presidente da CCR Rodovias, Eduardo Camargo, afirmou que a possibilidade “está em cima da mesa”. “Esse é um tema que estamos estudando para aproveitar esse grande pipeline [rol] que vem pela frente e conseguir colocar mais oportunidades para dentro de forma mais acelerada.”

Além da privatização dos trens em São Paulo

Questionado sobre a ausência de participação no leilão do Trem Intercidades Eixo Norte (TIC) — que conectará as regiões metropolitanas de Campinas e Jundiaí, em São Paulo — realizado em fevereiro, Setas disse que a decisão fez parte da “estratégia de alocação de capital mais rigorosa” adotada pela empresa.

“Entendemos que haveria outras alternativas, como extensões das nossas linhas 4 e 5 e a própria privatização das linhas 11, 12 e 13. Dado um cenário de capital restrito, entendemos que seria mais vantajoso para o nosso portfólio alocar capital nos projetos que já são parte da nossa infraestrutura”, afirmou Setas.

“É muito mais coerente com a nossa estratégia usar a nossa capacidade de investimento para estender esses ativos do que partir para um novo ativo com riscos mais desconhecidos e com uma alocação de capital que seria muito maior, quando nós temos alternativas que são muito mais adequadas do ponto de vista de risco e retorno.”

Enquanto o trem intermetropolitano não conquistou o apetite da companhia, o diretor da CCR já sinalizou que outro ativo do Governo do Estado de São Paulo está no radar: o TIC Eixo Oeste, a linha a ser desenvolvida para conectar a capital paulista ao município de Sorocaba. “Ela tem uma sinergia óbvia com a linha 8.”

Ao Seu Dinheiro, Miguel Setas ainda afirmou que, após a privatização das linhas 11, 12 e 13, a CCR pretende participar de outro leilão de concessão da CPTM: o das licitações das linhas 10 e 14, que potencialmente acontecerá no ano que vem.

Em celebração aos 25 anos de história, a CCR também anunciou um plano de metas de longo prazo, batizado de “Ambição 2035”.

O programa inclui a busca por mais eficiência, além do controle da dívida, reciclagem de capital e meta de dividendos a serem pagos aos acionistas.

Compartilhe

ADEUS, TRÂNSITO?

Carro voador da Embraer (EMBR3): Eve revela primeiro protótipo de eVTOL que deve chegar ao mercado em 2026

21 de julho de 2024 - 12:30

A companhia espera pilotar o protótipo até o final deste ano ou no início de 2025, de acordo com o CEO Johann Bordais

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar