🔴 SÉRIE EMPIRICUS IN$IGTS: +100 RELATÓRIOS CORTESIA – LIBERE GRATUITAMENTE

Lucia Camargo Nunes
AUTOMÓVEIS

Estes carros vão te levar mais longe: conheça os 5 modelos a diesel, gasolina, híbridos e elétricos com maior autonomia do mercado

Da Ford Ranger ao Polo, elencamos os carros com maior autonomia à venda no Brasil, perfeitos para aquela viagem e para quem detesta parar no posto para abastecer

Lucia Camargo Nunes
18 de fevereiro de 2024
7:51 - atualizado às 15:05
Nova Ford Ranger XLS 2.0
Nova Ford Ranger XLS 2.0 - Imagem: Ford

Gosta de viajar de carro? Não importa a distância, a vontade é sempre de chegar logo ao destino. E se for para abastecer, o ideal é que seja apenas para fazer um lanche rápido. Hoje, com o crescimento da venda dos carros elétricos, a autonomia passou a ser fundamental e fator decisivo para a compra de um veículo.

Até porque parar para colocar etanol, gasolina ou diesel leva pouco tempo. Mas recarregar um modelo 100% elétrico pode levar horas, dependendo do tipo de carregador.

A autonomia, que tanto se fala, significa a quilometragem que o carro faz sem parar para abastecer – a partir do tanque de combustível cheio ou 100% de carga na bateria.

Quando falamos de carros térmicos, ou a combustão, a autonomia não necessariamente representa que um modelo é eficiente. Muitas vezes ele é beberrão, mas possui um generoso tanque de combustível, o que faz com que rode muito mais.

O contrário também é verdadeiro: carros com pouca autonomia podem ser econômicos. Tudo depende da capacidade do tanque.

Os engenheiros quebram a cabeça: um tanque maior pode melhorar a autonomia, mas deixa o carro mais pesado, o que afeta seu consumo (e eficiência).

Como calcular a autonomia do seu carro

Para saber a autonomia do carro, a conta é fácil: basta multiplicar o consumo pelo tamanho do tanque. Ou seja, um carro que faz 10 km/l de consumo com gasolina, por exemplo, e tem um tanque de 50 litros, entrega uma autonomia de 500 km.

Quanto melhor o consumo de combustível e o tamanho do tanque, o resultado é ter muitos quilômetros para rodar.

Consumo e autonomia podem variar conforme as condições de rodagem (cidade ou estrada), topografia, manutenção do veículo, clima e até a forma de dirigir.

Numa estrada plana a 90 km/h, com o ar-condicionado numa temperatura agradável, pneus calibrados, manutenção (revisões) em dia e sem acelerações bruscas, a autonomia tende a ser maior.

No levantamento exclusivo feito pelo Seu Dinheiro, as autonomias campeãs são dos modelos híbridos, com tecnologias que nem precisam de tomada.

Compactos mais acessíveis do mercado também se destacam, assim como alguns veteranos a diesel (que tendem a sumir do mercado, nos próximos anos, e ficarem mais restritos a modelos comerciais).

E os elétricos ainda têm um percurso a desbravar: as autonomias ainda são baixas e as baterias, pesadas. Outra desvantagem é a inviabilidade de usá-los em viagens longas.

Mesmo em carregadores rápidos, uma recarga não leva menos de meia hora e o motorista pode correr o risco de ter de encarar uma fila de espera no eletroposto. No ranking, destaque à BMW: dos cinco elétricos de maior autonomia, quatro são da marca bávara.

Escolha o seu

Se é autonomia que você procura em um carro, vamos elencar a seguir os veículos de maior autonomia, divididos entre diesel, flex (gasolina), híbridos e elétricos.

As medições são baseadas na tabela mais recente do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), coordenado pelo Inmetro. O critério foi multiplicar sua melhor medição de consumo (cidade ou estrada), conforme o tipo do carro, pelo tamanho do tanque.

No caso dos modelos diesel e flex ou gasolina, a medição se baseou onde o consumo é menor, ou seja, em percurso rodoviário, e com gasolina (no caso dos flex), que é um combustível de maior rendimento. Já entre os híbridos, alguns têm maior eficiência na cidade. Entre os elétricos, a autonomia é indicada pelo próprio Inmetro. Confira! 

Top 5 dos veículos a diesel com maior autonomia


Marca/modelo


Consumo (km/l)
(cidade/estrada)

Tanque
(litros)

Autonomia
(km)
1º Ford Ranger 4x210,1/12,480992
2º Mitsubishi L20010,5/12,576950
3º Toyota Hilux MT10,3/11,880944
4º Ford Ranger 4x410/11,580920
5º Toyota SW49,8/11,280896
Fontes: Inmetro/Montadoras

1- Ford Ranger XLS 4x2 (R$ 234.990)

A nova geração deu um salto qualitativo à picape, que traz o novo motor 2.0 EcoBlue turbodiesel de 170 cv e transmissão automática de 6 velocidades. A Ranger usa ainda um tanque de Arla 32 para atender às regras de emissões. De toda a gama, este é o mais econômico e o que vai mais longe com um tanque de diesel.

2- Mitsubishi L200 Triton Outdoor GLX MT (R$ 219.900)

Esta é uma das versões mais simples da picape, feita em Catalão (GO), bem voltada ao trabalho, com tração 4x4 e cabine dupla. Seu motor é o 2.4 turbodiesel de 190 cv acoplado ao câmbio manual de 6 marchas.

3- Toyota Hilux Power Pack MT (R$ 242.590)

A picape média faz parte da família líder do segmento e nessa versão de cabine dupla e tração nas quatro rodas, traz o motor turbodiesel 2.8 de 204 cv que trabalha com o câmbio manual de 6 marchas. A combinação entrega o melhor consumo da linha.

4- Ford Ranger XLS 4x4 (R$ 259.990)

O que a diferencia da picape mais econômica é a tração 4x4, que faz seu consumo ser um pouco maior. Traz o mesmo motor 2.0 TD de 170 cv e câmbio A6. Toda a linha Ranger é fabricada na Argentina.

5- Toyota SW4 SRX Platinum (R$ 379.990)

Dos modelos de maior autonomia a diesel, este é o único da lista a ser um SUV grande. Traz o mesmo conjunto mecânico da picape, ambos produzidos na Argentina, com motor TD 2.8 de 204 cv.

Top 5 dos veículos a gasolina/flex com maior autonomia


Marca/modelo
segmento

Consumo gasolina (km/l)
(cidade/estrada)

Tanque
(litros)

Autonomia
(km)
1º Ford F-1506,3/8,61361.170
2º Volkswagen Polo TSI 1.0 M513,7/16,152837
3º BMW 320i10,7/13,263832
4º Volkswagen Virtus TSI M513,5/15,952827
5º Fiat Strada Endurance 1.3 M513,1/14,255781
Fontes: Inmetro/Montadoras

1- Ford F-150 Lariat (R$ 479.990)

A picape grande nem é tão eficiente, mas seu imenso tanque de gasolina garante que ela chegue mais longe, em percurso na estrada. Em percurso urbano pode alcançar 857 km. Seu motor é o V8 de 5 litros que rende 405 cv. A F-150 é importada dos EUA.

2- Volkswagen Polo TSI 1.0 M5 (R$ 101.990)

Volkswagen Polo
Volkswagen Polo

O automóvel mais vendido do Brasil em 2023 também é um dos mais econômicos e de longa autonomia. O compacto usa motor turboflex 1.0 de 109 (gasolina) e 116 (etanol) cv e tem consumo excelente, acoplado ao câmbio manual de 5 marchas. Na cidade, sua autonomia é de 712 km.

3- BMW 320i (R$ 322.950)

Montado em Araquari (SC), este sedã vem equipado com motor de 4 cilindros 2.0 turboflex de 184 cv e transmissão automática com 8 marchas e tração traseira. Tem um excelente consumo pelo que entrega de desempenho.

4- Volkswagen Virtus TSI M5 (R$ 109.990)

A versão sedã do Polo mostra sua eficiência e faz a dobradinha entre os modelos flex de maior autonomia (na cidade chega a 702 km com um único tanque de gasolina). Repete o motor 1.0 turbo de até 116 cv do hatch.

5- Fiat Strada Endurance Cabine Plus (R$ 101.990)

O veículo mais vendido do Brasil há 3 anos seguidos também se destaca na autonomia. A versão de entrada, tanto de cabine simples como dupla, ganhou para a linha 2024 o motor Firefly 1.3 de até 107 cv com etanol e 101 cv com gasolina. Nesta versão, o câmbio é manual de 5 marchas.

Top 5 dos veículos híbridos maior autonomia


Marca/modelo
segmento

Consumo gasolina (km/l)
(cidade/estrada)

Tanque
(litros)

Autonomia
(km)
1º Ford Maverick Hybrid (HEV)15,7/13,6671.052*
2º Land Rover Discovery (MHEV)9,5/11,4891.015
3º Land Rover Defender 110 (MHEV)
9,9/11,4

89

1.014
4º Mercedes-Benz GLE10/12,8851.008
5º Toyota RAV417,1/14,555940*
Fontes: Inmetro/Montadoras * A autonomia é maior em percursos urbanos

1- Ford Maverick Lariat Hybrid (R$ 234.890)

A primeira picape híbrida no Brasil é o destaque de autonomia nesse segmento de eletrificados. Seu motor 2.5 a gasolina rende 194 cv de potência combinada e tração 4x2. O gerenciamento entre os motores elétrico e a gasolina é automático e a picape híbrida (HEV) não precisa de recarga na tomada. Uma de suas características é ser mais eficiente na cidade do que na estrada. No percurso rodoviário, a picape chega a 911 km.

2- Land Rover Discovery Dynamic HSE (R$ 749.425)

O tradicional SUV vem equipado com motor turbodiesel 3.0 Ingenium rende 300 cv de potência e que trabalha junto com um alternador, que usa a rotação do motor para gerar corrente elétrica e recuperar energia quando o carro desacelera. Por isso ele é um híbrido leve. O câmbio é automático de 8 marchas e a tração é 4x4.

3- Land Rover Defender 110 (R$ 750.450)

Land Rover Defender 110
Land Rover Defender 110

A nova geração do robusto e luxuoso SUV, importada da Eslováquia, se destaca por suas habilidades 4x4. O motor é o mesmo usado no Discovery, 3.0 turbodiesel de 300 cv híbrido leve (MHEV), um pouco mais eficiente. Assim como no Discovery, seu imenso tanque de gasolina ajuda a lhe dar maior alcance.

4- Mercedes-Benz GLE (R$ 808.900)

Renovado no final 2023, o GLE Coupé 2024 traz sistema híbrido leve de 48 volts, que atua com o motor 3.0 turbodiesel de 6 cilindros em linha com 367 cv de potência, conjunto que lhe garante um longo alcance.

5- Toyota RAV4 (R$ 349.290)

SUV médio HEV, importado do Japão, utiliza quatro motores: um a gasolina 2.5 de 178 cv e outros três elétricos de 120 cv. Combinados geram 222 cv de potência. O câmbio é CVT com simulação de 6 marchas, tração 4×2 (dianteira) e 4x4 elétrica (eixo traseiro com motor elétrico). A economia na cidade lhe garante a boa autonomia, enquanto na estrada ele chega a 797 km.

Top 5 dos veículos elétricos com maior autonomia


Marca/modelo
segmento

Autonomia
(km)
1º BMW ix50528
2º BMW i7479
3º BMW i4422
4º Mercedes-Benz EQS450411
5º BMW iX3381
Fontes: Inmetro/Montadoras

1- BMW IX xDrive 50i (R$ 889.950)

Um dos modelos elétricos mais potentes e topo de linha da marca alemã traz dois motores. No eixo dianteiro, um elétrico de 272 cv e atrás, 340 cv. Combinados geram 523 cv e brutais 78 kgfm de torque. Segundo a BMW, faz de 0 a 100 km/h em 4,6 segundos. A bateria de 111,5 kWh garante a melhor autonomia de um carro EV vendido no Brasil.

2- BMW i7 xDrive60 (R$ 1.321.950)

A versão elétrica da Série 7 traz dois motores elétricos, um em cada eixo, que totalizam 544 cv de potência e 76 kgfm de torque. A aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 4,7 s. A boa autonomia conta com a bateria de 101,7 kWh (líquidos).

3- BMW i4 eDrive40 M Sport (R$ 525.950)

Focado em autonomia, o sedã tem 340 cv de potência (250 kW) e 43,8 kgfm de torque instantâneo. Com esse conjunto, acelera de 0 a 100 km/h em 5,7 segundos e tem bateria de 80,7kWh, que proporcionam até 422 quilômetros de autonomia.

4- Mercedes-Benz EQS450 (R$ 998.900)

Mercedes-Benz EQS450
Mercedes-Benz EQS450

Este SUV de luxo vem equipado com motor traseiro, gera 360 cv de potência e 57,9 kgfm de torque alimentado por 12 módulos que totalizam 108,4 kWh. A tração é traseira. O SUV chega aos 100 km/h em 6,7 segundos.

5- BMW iX3 (R$ 500.950)

portado da China, este SUV vem equipado com motor elétrico, posicionado no eixo traseiro, que rende 286 cv de potência e torque instantâneo de 40,8 kgfm. Com esse conjunto, o iX3 acelera de 0 a 100km/h em 6,8 segundos e tem velocidade máxima limitada a 180 km/h. Para chegar à autonomia de 381 km, o iX3 conta com conjunto de baterias de 80 kWh de capacidade.

A DINHEIRISTA | HERANÇA: OS ENTEADOS VÃO FICAR COM TODOS OS BENS DELA

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar