🔴 META: ATÉ R$ 3.000 POR DIA COM 2 OPERAÇÕES – CONHEÇA O INDICADOR X

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
ATENÇÃO, DEVEDOR

Desenrola Brasil: este é o último fim de semana para aderir à Faixa 1 do programa de renegociação de dívidas; veja como

Dados do Ministério da Fazenda apontam que, até a semana passada, 14,75 milhões de pessoas já haviam renegociado cerca de R$ 51,7 bilhões em dívidas

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
18 de maio de 2024
15:38 - atualizado às 13:57
Desenrola Brasil, programa de renegociação de dívidas do governo federal
Desenrola Brasil, programa de renegociação de dívidas do governo federal - Imagem: Divulgação (Governo Federal)

O prazo para adesão à Faixa 1 do programa especial acaba nesta segunda-feira (20). Vale lembrar que os débitos no programa Desenrola Brasil são voltados para valores de até R$ 20 mil para devedores que ganhem até dois salários mínimos ou sejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Em outras palavras, este é o último final de semana para aderir ao programa. Dados do Ministério da Fazenda apontam que, até a semana passada, 14,75 milhões de pessoas já haviam renegociado cerca de R$ 51,7 bilhões em dívidas.

Iniciada em outubro de 2023, a Faixa 1 engloba dívidas que tenham sido negativadas entre janeiro de 2019 e dezembro de 2022 e não podem ultrapassar o valor atualizado de R$ 20 mil cada (valor de cada dívida antes dos descontos do Desenrola).

Por meio do programa, os inadimplentes têm acesso a descontos de, em média, 83% sobre o valor das dívidas.

Em algumas situações, segundo o ministério, o abatimento pode ultrapassar 96% do valor devido. Os pagamentos podem ser feitos à vista ou parcelados, sem entrada e em até 60 meses.

Desenrola Brasil: quem pode aderir

Além de dívidas bancárias como cartão de crédito, também podem ser negociadas contas atrasadas de estabelecimentos de ensino, energia, água, telefonia e comércio varejista.

A plataforma do Desenrola permite parcelar a renegociação inclusive com bancos nos quais a pessoa não tenha conta, dando a chance de escolher o que oferece a melhor taxa na opção de pagamento parcelado.

Para quem tem duas ou mais dívidas, mesmo que com diferentes credores, é possível juntar todos os débitos e fazer uma só negociação, pagando à vista em um único boleto ou Pix ou financiando o valor total no banco de preferência.

Para ter acesso ao Desenrola, é necessário ter uma conta Gov.br. Usuários de todos os tipos de contas — bronze, prata e ouro — podem visualizar as ofertas de negociação e parcelar o pagamento.

Caso o cidadão opte por canais parceiros, não há necessidade de uso da conta Gov.br.

Fake news

Na reta final do prazo para renegociação das dívidas, a pasta desmentiu duas fake news que circulam sobre o programa.

Uma delas diz que, ao negociar as dívidas pelo Desenrola, o cidadão perde o benefício social. Outra, que a pessoa fica com o nome sujo nos sistemas do Banco Central.

Para tirar dúvidas sobre o programa, basta entrar no site do gov.br no portal do Desenrola Brasil

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe

AVANÇO OU RETROCESSO?

O Banco Central vai virar empresa pública? Senado discute a autonomia financeira do BC — veja o que pensam especialistas 

18 de junho de 2024 - 19:10

Audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) foi realizada nesta terça-feira (18) com a presença de economistas e ex-presidentes do BC

E AGORA, SHEIN?

A taxação das ‘blusinhas’ vem aí: Lula dá sinal de que vai sancionar impostos sobre compras internacionais — mas não está feliz com isso

18 de junho de 2024 - 13:29

Para o petista, a decisão de taxar as compras internacionais de até US$ 50 com um imposto de 20% é “equivocada”; entenda a situação

MERCADOS HOJE

Dólar salta na abertura e vai a R$ 5,44: o ataque de Lula à Campos Neto que fez o real cair ainda mais

18 de junho de 2024 - 10:32

O presidente da República deu entrevista à Rádio CBN de Londrina e voltou a criticar o posicionamento político do chefe da autoridade monetária

VAI OU NÃO VAI

Governo e Congresso não entram em acordo para fim do orçamento secreto — e STF entra para fazer conciliação

18 de junho de 2024 - 8:39

Ex-ministro da Justiça do governo Lula, Dino herdou a relatoria do processo ao assumir a cadeira da ministra Rosa Weber, que conduziu a ação sobre o orçamento secreto no STF

LOTERIAS

Lotofácil começa semana com tudo enquanto apostadores se preparam para a Quina de São João

18 de junho de 2024 - 5:51

Enquanto a Lotofácil teve 2 ganhadores na noite de segunda-feira, a Mega-Sena acumulada corre hoje valendo R$ 53 milhões

BOLETIM FOCUS

Mercado vê piora na inflação e no dólar — e já não acredita mais que os juros voltarão em 2024, mesmo com críticas de Lula

17 de junho de 2024 - 9:19

Além dos principais indicadores, outros números do Focus chamam a atenção, como o déficit da conta corrente de 2024, que saiu de US$ 33,55 bilhões para US$ 36,20 bilhões

NO PALÁCIO DA ALVORADA

Em meio a crise sobre meta fiscal, Lula convoca Haddad e Tebet para debater revisão de gastos e alfineta Congresso

17 de junho de 2024 - 8:32

A revisão de despesas, portanto, parece se impor, mas dependerá, primeiro, do aval de Lula e, depois, da disposição dos parlamentares

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: feriado nos EUA desacelera semana na quarta-feira, com destaque para Copom e crise no governo

17 de junho de 2024 - 6:02

Vale lembrar também que nesta semana acontece a decisão de juros no Brasil e o BC deve manter a Selic no atual patamar de 10,5% ao ano

ELAS NO COMANDO

Bilionária é ela: quem é a chilena que passou o brasileiro e agora é a 2ª pessoa mais rica da América Latina

16 de junho de 2024 - 11:02

O brasileiro Eduardo Saverin, que há dois meses ocupava o segundo lugar na lista da Forbes, foi ultrapassado por Iris Fontbona

ACUMULOU

Mega-Sena pagará prêmio de R$ 53 milhões para quem acertar as seis dezenas

16 de junho de 2024 - 9:33

Segundo a Caixa, o próximo sorteio acontece na terça-feira, dia 18 de junho, e quem vencer pode levar uma bolada para casa

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar