🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

O que a guerra no Oriente Médio significa para o bitcoin (BTC)? E quais criptoativos devem se sair bem logo após o halving?

O susto da guerra foi um gatilho de volatilidade que fez com que os preços do bitcoin e das altcoins corrigissem com força. Mas isso abriu uma oportunidade de compra

16 de abril de 2024
20:00 - atualizado às 17:21
bitcoin hoje
O bitcoin pode ser visto como reserva de valor diante de tensões geopolíticas. - Imagem: Shutterstock

Acompanhei o Macro Summit do Market Makers na última semana. No último painel, uma conversa do mais alto calibre: Luis Stuhlberger e Daniel Goldberg. Quando eu estava me formando no Insper, ouvia muito falarem do Stuhlberger como o Buffett brasileiro.

Se é, ou se não é, talvez eu nem tenha competência suficiente para avaliar isso. Mas houve uma frase que me chamou atenção e que me faz pensar que o Stuhlberger não é o Buffett brasileiro.

Parafraseando-o, "o ouro e o bitcoin são reservas de valor". Certamente essa percepção o difere de Buffet, que não é tão fã de criptoativos assim.

Compartilho dessa opinião, provavelmente com mais afinco por trabalhar exclusivamente com cripto. Acho também que essa percepção é sem volta, pois o BTC tem todas as características de um ativo atraente em tempos de geopolítica delicada.

Por mais que o BTC possa ser enxergado (pelo mercado) tanto como uma reserva de valor quanto como um ativo de risco, vejamos como ativos de risco (S&P 500) se comportaram durante outras guerras.

Fonte: Fundstrat

O mercado já estava machucado devido às revisões de juros pelo Fed. Também tivemos notícias negativas de Solana, com performance degradada em razão de bots, e uma nova batalha de DeFi contra a SEC, que agora vai atrás de processar a Uniswap por negociação de valores mobiliários não registrados, bem como a possível alegação de que o token UNI também se encaixa nessa classificação.

O susto da guerra foi um gatilho de volatilidade que fez com que os preços, em especial nas altcoins, corrigissem com força.

Historicamente, esse tipo de evento é uma oportunidade de compra. Continuo com a perspectiva de que teremos um ano muito positivo para cripto, que agora dá a sua primeira respirada depois de meses de apreciação.

  • Queda nos preços de criptomoedas é oportunidade de compra, diz Valter Rebelo. Mas para ter a chance de lucrar com o halving, você precisa comprar as moedas certas. Confira a seleção da Empiricus Research para buscar até R$ 1 MILHÃO nesse ciclo de alta – clique AQUI para saber como.

Variações semanais (08/04/24 a 15/04/24)

  • Bitcoin (BTC)
    Preço: US$ 65.750 | Var. -5,17%
  • Ethereum (ETH)
    Preço: US$ 3.066 | Var. -8,62%
  • 🌐 Dominância Bitcoin: 55,71% (Var. +2,60%)
    (dados referentes ao fechamento em 15/04/24)

Tópicos da semana

  • Chainlink lança o Transporter: Com o crescente número de blockchains e a necessidade de uma solução de conectividade cross-chain segura, a Chainlink lançou o Transporter. Esta aplicação web permite que usuários transfiram de forma segura tokens e mensagens entre diferentes redes blockchain. Impulsionado pelo protocolo CCIP da Chainlink, o Transporter oferece uma interface intuitiva que simplifica transações cross-chain para usuários cotidianos, enquanto complementa as integrações diretas do CCIP por desenvolvedores em aplicações on-chain;
  • Mais altas por mais tempo: Durante um fórum de bancos centrais, o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, expressou que a economia dos EUA ainda não alcançou a meta de inflação do banco central. Ele destacou que os dados recentes não aumentaram a confiança na rápida normalização da inflação, sugerindo que será necessário mais tempo do que o previsto para atingir os objetivos desejados. Essa análise reforça a perspectiva de que cortes nas taxas de juros não devem ocorrer em breve, mantendo a política monetária atual como medida cautelar contra as pressões inflacionárias persistentes.

Gráfico da semana

Estamos há menos de cinco dias do halving do bitcoin. Ah, o halving… tão esperado por esse mercado. Uma data mítica. Sigo com a opinião (embasada em relatórios e insights anteriores) de que o halving não é a causa das grandes apreciações do BTC nos ciclos de bull market. Ainda assim, este evento representa uma distinção crucial entre o BTC e os sistemas financeiros baseados em moedas fiat: no bitcoin, existe previsibilidade da oferta.

Para os bitcoiners — os que acreditam que a rede do Bitcoin representa o começo, o meio e o fim do mercado cripto —, o halving deverá trazer um pico de atividade on-chain. Projetos que utilizarão o protocolo Runes, que promete entregar uma melhor experiência de criação de tokens e NFTs na mais valiosa blockchain do mundo, irão começar a partir do bloco 840.000 (bloco do halving).

A ideia de utilizar a rede do BTC para a criação de NFTs e memecoins ainda é uma questão de intenso debate entre membros da comunidade; ainda assim, a demanda por esse tipo de ativo não pode ser menosprezada, dado que tem representado uma boa parcela das taxas pagas a mineradores.

Percentual de taxas representado por Inscriptions (informações embutidas nas subunidades do BTC)

Programabilidade na rede do BTC é uma narrativa que deve ser bastante explorada neste ciclo, e em especial após o halving. Protocolos adjacentes ao Bitcoin, como Stacks (STX), podem ter uma boa performance no curto prazo.

Um grande abraço,

Compartilhe

NAS MÃOS DO BC

Faltam apenas três passos para que o Banco Central regule o mercado de criptomoedas no Brasil; confira o cronograma

20 de maio de 2024 - 17:31

A instituição ressalta que deve dar atenção especial às regras de prevenção à lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo

SUBSTITUIÇÃO

CEO do maior fundo de bitcoin (BTC) do mundo renuncia em meio à debandada de investidores do GBTC

20 de maio de 2024 - 14:24

Quem assumirá seu lugar interinamente será Peter Mintzberg da empresa a partir de agosto, além de se juntar ao conselho de administração da Grayscale

VAI APAGAR A LUZ

Venezuela vai desligar máquinas de mineração de bitcoin (BTC) no país; você deveria se preocupar?

20 de maio de 2024 - 9:32

Vale lembrar que a Venezuela é um país que sofre várias sanções internacionais, o que limita a capacidade de geração e distribuição de energia para a população

APÓS A TEMPESTADE

Colhendo os cacos do Inverno das Criptomoedas: plataforma de staking da Gemini deve começar a devolver ativos dos clientes neste mês

19 de maio de 2024 - 12:44

O anúncio foi feito após a Justiça aprovar o plano de recuperação judicial do Digital Currency Group (DCG)

ESPERE E VERÁ

Bitcoin (BTC) em alta — e vai continuar: companhia de pesquisa em criptomoedas identifica possível “efeito FTX” no preço dos ativos digitais

16 de maio de 2024 - 11:46

Recentemente, a FTX anunciou que pagaria — com juros — os montantes devidos aos clientes, algo entre US$ 14,5 bilhões e US$ 16,3 bilhões

QUEDA DOS IMPÉRIOS

Os Faraós do Inverno Cripto: Como a prisão de três magnatas do mundo das criptomoedas influencia na regulação global do mercado?

16 de maio de 2024 - 6:15

Se, por um lado, muitas pessoas foram prejudicadas por esses eventos, por outro, ficou clara a necessidade de uma regulação mais dura em relação a esse mercado

ACELERANDO ALTA

Bitcoin (BTC) salta e busca US$ 65 mil após inflação dos EUA diminuir ritmo de alta — agora, quando os juros irão cair?

15 de maio de 2024 - 11:13

De acordo com as estimativas do CME Group, as chances de o primeiro corte de juros acontecer em setembro são de mais de 50%

SOBE E DESCE

Entenda como ‘efeito GameStop’ fez criptomoeda saltar mesmo com dia de queda nos preços do bitcoin (BTC)

14 de maio de 2024 - 16:33

A volta das “meme stocks” fez ressurgir o mercado das memecoins, as criptomoedas nascidas de piadas na internet

MAIOR ALTA DA SEMANA

Render (RNDR): quem é a criptomoeda que deixou o bitcoin (BTC) no chinelo com alta de mais de 40% na semana?

7 de maio de 2024 - 10:55

Em um relatório do começo deste ano, a Empiricus fez um relatório explicando o porquê de essa criptomoeda se destacar ante às demais

CRYPTO INSIGHTS

O embate mais importante do mundo das criptomoedas: Desafios regulatórios colocam SEC e empresas de cripto em lados opostos do tabuleiro

7 de maio de 2024 - 8:18

Na minha opinião esse nível de excesso regulatório destrói completamente a credibilidade da SEC e influencia diretamente nas eleições

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar