🔴 SÉRIE EMPIRICUS IN$IGTS: +100 RELATÓRIOS CORTESIA – LIBERE GRATUITAMENTE

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
ESQUENTANDO

Celsius sai da recuperação judicial, paga US$ 3 bilhões aos credores e irá lançar empresa de mineração de bitcoin (BTC)

O processo como um todo foi acompanhado por membros de autoridades regulatórias dos Estados Unidos, o que ajuda a respaldar legalmente a nova companhia

Renan Sousa
Renan Sousa
1 de fevereiro de 2024
11:24 - atualizado às 11:38
Celsius, plataforma de staking, segue com negociações de criptomoedas suspensas
Imagem: Shutterstock

O Longo Inverno de 2022 ceifou algumas cabeças do mercado e a Celsius foi uma das primeiras plataformas a gerar problemas para os investidores.

Porém, a empresa de lending e staking de criptomoedas anunciou nesta quinta-feira (1) que saiu da recuperação judicial, também chamada de Chapter 11 nos Estados Unidos.

Em comunicado enviado ao mercado, a empresa afirma que o tribunal de falências de Nova York, onde ocorrem alguns processos do universo cripto, confirmou o plano de reestruturação empresarial, aprovado por 98% dos credores da Celsius. 

Nesses 18 meses de processo de recuperação, a Celsius propôs mudar o seu modelo de negócio para uma nova empresa de mineração de bitcoin (BTC) chamada Ionic Digital.

Ela será propriedade dos atuais credores da antiga plataforma e será administrada pela Hut 8 Corp, uma companhia de softwares listada na bolsa de Nasdaq, nos EUA. 

Celsius e o pagamento dos credores

Assim, de acordo com a Ionic Digital, a nova empresa já começou com uma distribuição de US$ 3 bilhões em criptomoedas e moedas fiduciárias (como o dólar) para os credores.

A nova companhia de mineração ainda irá continuamente pagar o saldo devido após o início oficial das operações. 

Acordos anteriores durante o processo de recuperação judicial, que permitiam a conversão de altcoins (criptomoedas alternativas) em moedas mais comuns, como o bitcoin e o ethereum (ETH), conseguiram engordar em US$ 250 milhões o montante devolvido aos credores.

"Nossa saída da falência é o ápice de um extraordinário esforço de equipe e ampla colaboração entre Celsius, a Hut 8, parceiros estratégicos e os nossos credores", afirmam David Barse e Alan Carr.

Eles fazem parte de um comitê especial do conselho da Celsius, que tem conduzido a plataforma por seu processo de reestruturação. 

  • A DINHEIRISTA —  Serasa foi só o começo: “estou sendo processada e meus bens foram bloqueados por dívida com a faculdade”

De olho na regulação

O processo como um todo foi acompanhado por membros do Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ, na sigla em inglês), da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC, na sigla em inglês) e da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC, na sigla em inglês).

Barse e Carr celebraram o fato. Isso porque a nova companhia de mineração passa a ter respaldo jurídico de suas atividades e evita problemas como aqueles que aconteceram no passado da Celsius ou com a própria corretora de criptomoedas (exchange) FTX

O histórico da Celsius

Tudo começou quando em junho de 2022, Celsius anunciou a suspensão de saques e transferências por tempo indeterminado. Em outras palavras, os investidores estavam com suas criptomoedas “congeladas” no protocolo.

Os desenvolvedores alegam que o protocolo estava instável devido à quantidade de saques de moedas em staking.

Para proteger a comunidade e evitar perdas maiores, houve uma paralisação das negociações, de acordo com a Celsius, à época.

Porém, o tempo passou e os investidores não viram a cor do dinheiro por mais de mês até o início da devolução das moedas

A temperatura sobe para plataforma

A situação da Celsius começou a piorar após um relatório publicado pela Arkham Intelligence, que revelou que a plataforma teria usado os fundos de seus clientes para executar “estratégias de negociação de criptomoedas alavancadas de alto risco” por meio de um gerenciador de ativos terceirizado.

Assim, a publicação dá conta de um montante de US$ 534 milhões, usado para essas estratégias de alto risco. Ainda, a análise indica que essas estratégias resultaram em perdas no valor aproximado de US$ 350 milhões.

Por fim, em setembro daquele ano, a plataforma entrou com pedido de recuperação judicial, preenchendo o chapter 11 junto à corte de falências de Nova York. O caso segue até então.

Compartilhe

MAR CALMO

Recuo antes do tsunami: bitcoin (BTC) se aproxima dos US$ 60 mil antes do evento que pode fazer criptomoeda disparar 150%

17 de abril de 2024 - 14:44

As atenções se voltam para o halving, quando a recompensa pela mineração da criptomoeda cai pela metade

crypto insights

O que a guerra no Oriente Médio significa para o bitcoin (BTC)? E quais criptoativos devem se sair bem logo após o halving?

16 de abril de 2024 - 20:00

O susto da guerra foi um gatilho de volatilidade que fez com que os preços do bitcoin e das altcoins corrigissem com força. Mas isso abriu uma oportunidade de compra

PRESSÃO NOS PREÇOS

Bitcoin (BTC) cai e atinge menor nível em quase um mês — mesmo depois de uma ótima notícia para o mercado de criptomoedas

16 de abril de 2024 - 10:48

A maior moeda digital do planeta é um ativo sensível às variações macroeconômicas e as tensões internacionais não facilitam

IRÃ X ISRAEL

Bitcoin (BTC) despenca: aumento da tensão no Oriente Médio cria ‘flash crash’ no mercado de criptomoedas; entenda

14 de abril de 2024 - 14:41

Depois do avanço de drones e mísseis balísticos sobre o território israelense, o mercado de criptomoedas reduziu a queda, mas segue pressionado

DE ELEVADOR

Por que o bitcoin (BTC) zerou os ganhos da semana faltando menos de 7 dias para o halving? Criptomoedas caem até 13% no período

13 de abril de 2024 - 9:02

Nos últimos dias, o mercado financeiro tradicional avaliou que o Federal Reserve (Fed, o Banco Central norte-americano) só deve cortar os juros do país em setembro

QUEM LACRA NÃO LUCRA?

Briga entre Elon Musk e Alexandre de Moraes faz criptomoeda disparar mais de 9.500% em menos de uma semana

12 de abril de 2024 - 17:46

A moeda-meme foi criada por internautas no último domingo (7) — e já se valorizou 9.550% em três dias de lançamento

CONTRA O RELÓGIO

Menos de dez dias para o halving do bitcoin (BTC): depois de impulsionar, ETFs estabilizam criptomoedas; até onde os preços vão agora?

10 de abril de 2024 - 10:57

Em 2016 e 2020, por exemplo, quando ocorreram os últimos dois halvings, o preço do BTC subiu 123,80% e 304,10% respectivamente

CRYPTO INSIGHTS

O problema das três… Camadas? Entenda o que são e por que você deveria olhar para as L3s, nova tecnologia do mercado de criptomoedas

9 de abril de 2024 - 16:42

A nova discussão do momento é a Camada 3 (ou L3s), que representam uma evolução no desenvolvimento de soluções de escalabilidade no ecossistema blockchain

DÉCIMA MAIOR DO MUNDO

Como Toncoin (TON), criptomoeda do Telegram, tomou o lugar da Avalanche (AVAX) com alta do mercado

8 de abril de 2024 - 12:40

A integração com o Telegram impulsionou as cotações da moeda este ano, mas um anúncio de hoje também ajudou na valorização

RALI ANTECIPADO

Faltando onze dias para o halving, bitcoin (BTC) se aproxima das máximas históricas a US$ 72 mil; ethereum (ETH) e outras criptomoedas também saltam hoje

8 de abril de 2024 - 9:33

Esse é um dos eventos mais importantes do mercado de criptomoedas porque limita a oferta de BTC para o mercado; mantida a demanda, os preços tendem a subir

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar