🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
QUEM LACRA NÃO LUCRA?

Briga entre Elon Musk e Alexandre de Moraes faz criptomoeda disparar mais de 9.500% em menos de uma semana

A moeda-meme foi criada por internautas no último domingo (7) — e já se valorizou 9.550% em três dias de lançamento

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
12 de abril de 2024
17:46 - atualizado às 15:48
O ministro do Supremo Tribunal Federa, Alexandre de Moraes, e o bilionário Elon Musk, dono do X, antigo Twitter
Imagem: Freepik/Shutterstock/Montagem Seu Dinheiro

Há um ditado comum nas redes sociais de que “quem lacra não lucra”. Mas foi justamente a “lacração” da troca de farpas pública entre o bilionário Elon Musk e o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, que levou uma criptomoeda a disparar mais de 9.500% em menos de uma semana.

Isso porque a discussão entre as personalidades levou à criação de uma moeda virtual meme: o memecoin "ElonxAlexandre". 

A moeda-meme foi criada por internautas no último domingo (7), um dia depois do início da “treta” — e já valorizou 9.550% em três dias de lançamento.

Quando foi lançada, a memecoin custava US$ 0,0002, de acordo com o CoinMarketCap — mas chegou a ser negociada a US$ 0,0193 na quinta-feira (11). 

Vale destacar que as memecoins são criptomoedas criadas para satirizar memes e tendências na internet — e são caracterizadas pelos preços ínfimos e pela intensa volatilidade e risco. Ou seja, você não deve considerá-las como alternativa de investimento.

A memecoin mais conhecida é a Dogecoin (DOGE), criada em 2013 a partir do meme "Doge" — que usa a imagem de um cachorro da raça Shiba Inu com expressão de desconfiado. 

Atualmente, a Dogecoin custa aproximadamente R$ 1, mas já chegou a valer o equivalente a R$ 3,23 nas máximas em maio de 2021. No mês passado, Elon Musk — um dos grandes defensores da moeda-meme que chegou a se autoproclamar “Dogefather” — afirmou durante um evento da Tesla que aceitaria a criptomoeda como forma de pagamento.

Vale lembrar que  o bilionário encontra-se no banco dos réus em um processo multibilionário por um suposto esquema de pirâmide envolvendo a criptomoeda-meme Dogecoin (DOGE).

A ação começou em meados de 2022 e alegava que Elon Musk e suas empresas teriam intencionalmente feito o preço da Dogecoin disparar mais de 36.000% em dois anos — para, em seguida, deixar a criptomoeda afundar.

O Halving do Bitcoin está vindo aí… e, com ele, algumas criptomoedas podem “explodir”. Veja as 5 maiores apostas deste economista do Insper. 

A briga entre Elon Musk e Alexandre de Moraes

Desde o último fim de semana, o dono do X (antigo Twitter) vem usando a rede social para acusar Moraes de promover "censura" no Brasil e defendeu que o magistrado renunciasse ao cargo na Corte ou fosse alvo de um processo de impeachment.

Elon Musk ainda desafiou o magistrado, ameaçando descumprir ordens judiciais que determinaram a suspensão de perfis suspensos por disseminação de notícias falsas no Brasil e revisar restrições impostas à plataforma.

Moraes, por sua vez, incluiu o bilionário como investigado no Inquérito das Fake News — que investiga ações orquestradas nas redes para disseminar informações falsas e discurso de ódio — por "dolosa instrumentalização" da rede social. 

O ministro do STF também ordenou a abertura de um novo inquérito para investigar o empresário por suposta obstrução de Justiça "inclusive em organização criminosa e incitação ao crime".

O magistrado ainda determinou que o X deve se abster de "desobedecer qualquer ordem judicial já emanada" pela Justiça brasileira, inclusive reativar perfis que foram bloqueados na plataforma após determinação do Supremo ou do Tribunal Superior Eleitoral. 

Caso a rede social de Elon Musk descumpra as determinações, a plataforma receberá uma multa diária de R$ 100 mil por perfil, e os responsáveis legais pela empresa no Brasil podem acabar enquadrados por desobediência à ordem judicial.

*Com informações do Estadão Conteúdo.

Compartilhe

NAS MÃOS DO BC

Faltam apenas três passos para que o Banco Central regule o mercado de criptomoedas no Brasil; confira o cronograma

20 de maio de 2024 - 17:31

A instituição ressalta que deve dar atenção especial às regras de prevenção à lavagem de dinheiro e financiamento de terrorismo

SUBSTITUIÇÃO

CEO do maior fundo de bitcoin (BTC) do mundo renuncia em meio à debandada de investidores do GBTC

20 de maio de 2024 - 14:24

Quem assumirá seu lugar interinamente será Peter Mintzberg da empresa a partir de agosto, além de se juntar ao conselho de administração da Grayscale

VAI APAGAR A LUZ

Venezuela vai desligar máquinas de mineração de bitcoin (BTC) no país; você deveria se preocupar?

20 de maio de 2024 - 9:32

Vale lembrar que a Venezuela é um país que sofre várias sanções internacionais, o que limita a capacidade de geração e distribuição de energia para a população

APÓS A TEMPESTADE

Colhendo os cacos do Inverno das Criptomoedas: plataforma de staking da Gemini deve começar a devolver ativos dos clientes neste mês

19 de maio de 2024 - 12:44

O anúncio foi feito após a Justiça aprovar o plano de recuperação judicial do Digital Currency Group (DCG)

ESPERE E VERÁ

Bitcoin (BTC) em alta — e vai continuar: companhia de pesquisa em criptomoedas identifica possível “efeito FTX” no preço dos ativos digitais

16 de maio de 2024 - 11:46

Recentemente, a FTX anunciou que pagaria — com juros — os montantes devidos aos clientes, algo entre US$ 14,5 bilhões e US$ 16,3 bilhões

QUEDA DOS IMPÉRIOS

Os Faraós do Inverno Cripto: Como a prisão de três magnatas do mundo das criptomoedas influencia na regulação global do mercado?

16 de maio de 2024 - 6:15

Se, por um lado, muitas pessoas foram prejudicadas por esses eventos, por outro, ficou clara a necessidade de uma regulação mais dura em relação a esse mercado

ACELERANDO ALTA

Bitcoin (BTC) salta e busca US$ 65 mil após inflação dos EUA diminuir ritmo de alta — agora, quando os juros irão cair?

15 de maio de 2024 - 11:13

De acordo com as estimativas do CME Group, as chances de o primeiro corte de juros acontecer em setembro são de mais de 50%

SOBE E DESCE

Entenda como ‘efeito GameStop’ fez criptomoeda saltar mesmo com dia de queda nos preços do bitcoin (BTC)

14 de maio de 2024 - 16:33

A volta das “meme stocks” fez ressurgir o mercado das memecoins, as criptomoedas nascidas de piadas na internet

MAIOR ALTA DA SEMANA

Render (RNDR): quem é a criptomoeda que deixou o bitcoin (BTC) no chinelo com alta de mais de 40% na semana?

7 de maio de 2024 - 10:55

Em um relatório do começo deste ano, a Empiricus fez um relatório explicando o porquê de essa criptomoeda se destacar ante às demais

CRYPTO INSIGHTS

O embate mais importante do mundo das criptomoedas: Desafios regulatórios colocam SEC e empresas de cripto em lados opostos do tabuleiro

7 de maio de 2024 - 8:18

Na minha opinião esse nível de excesso regulatório destrói completamente a credibilidade da SEC e influencia diretamente nas eleições

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar