🔴 É HOJE! COMO BUSCAR ATÉ R$ 2 MIL DE RENDA EXTRA TODO OS DIAS – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Rodolfo Amstalden: Daqui a pouco saberemos se estávamos certos

O tão sonhado dia em que a taxa de juros dos EUA passaria a cair foi adiado pelo Federal Reserve

20 de março de 2024
15:57
Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), fala num púlpito com a bandeira americana ao fundo diário de bordo
Imagem: Federal Reserve

Sentiu um frio na espinha ao acordar pela manhã? Pois é meu amigo, finalmente chegou a Super Quarta. Ou será que não chegou?

Durante um bom período entre o fim do ano passado e o comecinho de 2024, este 20 de março foi oferecido aos deuses em troca do pivô formal do Fed.

O tão sonhado dia em que a taxa básica de juros dos EUA passaria a cair, e no qual os ativos de risco voltariam a tomar conta da pista de dança.

A data em si foi adiada, quiçá para 12 de junho ou 31 de julho. Mas o capricho do calendário é o que menos importa agora.

As hipóteses após a decisão do Fed

Por ora, as discussões que fazem preço no mercado foram capturadas por um novo dilema estrutural.

Estamos diante de um clássico "small sample problem", sujeira estatística associada a sazonalidades do 1T?

Ou se trata realmente de um repique inflacionário?

Eu tenho uma leve tendência a apostar na primeira hipótese, de mera distração estocástica em meio a um processo desinflacionário verdadeiramente confiável.

No entanto, reconheço e respeito as evidências causais associadas à segunda hipótese, incluindo uma nova configuração geopolítica global, o vagaroso processo de nearshoring, barreiras à imigração e a surpreendente constatação de iminentes limitações de mão de obra (taxas de fertilidade em queda vertiginosa no mundo todo), talvez antes que a singularidade da "AI working force" venha nos salvar.

Juros e inflação nos EUA

Quase paralisado em meio a esses cenários dicotômicos, prefiro me referenciar na abordagem sábia e paciente de Jamie Dimon, CEO do JP Morgan.

Por que o Fed deveria tomar essa decisão agora, sob um alto grau de incerteza, se ele pode perfeitamente aguardar mais dois ou três meses e decidir com outro nível de confiança?

Afinal, o payoff que se apresenta é completamente assimétrico.

Cortar juros agora diante de um eventual repique inflacionário seria absolutamente desastroso em termos de reputação para a política monetária, e exigiria um esforço contracionista duas vezes pior depois, para tentar resgatar a ordem a fórceps.

Por outro lado, a julgar pela força quase miraculosa da economia americana, não cortar agora traria poucos problemas de aterrissagem.

Nesse sentido, a decisão do Fed de esperar alguns meses parece simplesmente melhor e mais sensata, sob um olhar apriorístico.

Sem dúvida, é a perspectiva racional, e acho que é o que vai acontecer. Ainda assim, não temos qualquer segurança de que vai dar certo.

Rentabilidade esperada não é garantia de rentabilidade futura.

Compartilhe

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: As notícias da minha morte foram um pouco prematuras

27 de maio de 2024 - 20:01

A morte já chegou para a renda fixa, o bitcoin e até o ouro… Agora, ela chega até para quem nunca esteve perto da morte: a Bolsa Brasileira.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Informação exclusiva, últimos dias para declarar o IR 2024 e dólar nas alturas na Argentina — confira as notícias mais lidas da semana no Seu Dinheiro

25 de maio de 2024 - 9:21

A posse da nova presidente da Petrobras, Magda Chambriard, a ata do Fed e a aprovação do ETF do ethereum nos Estados Unidos mexeram com os mercados, mas não brilharam sozinhas

Especial de IR

Fui MEI por um ano, mas não entreguei a declaração de imposto de renda de pessoa física. Posso vir a ter problemas?

25 de maio de 2024 - 7:46

Ela deixou de entregar a declaração de imposto de renda como pessoa física no ano em que trabalhou como MEI, mas pode ter cometido um erro…

SEXTOU COM O RUY

O investimento secreto de Warren Buffett: aprenda a aplicar a mesma estratégia para ganhar dinheiro no Brasil

24 de maio de 2024 - 9:01

Aposta mais recente de Warren Buffett aparecia na SEC como confidencial, o que gerou muita curiosidade entre os investidores

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Adagio ma non troppo: Com Ibovespa em marcha lenta, Wall Street anima os mercados; confira o que movimenta as bolsas hoje

24 de maio de 2024 - 8:50

Caminhos dos juros nos EUA e Brasil voltam a preocupar investidores; balanço da Americanas adiado, novo CEO da Vale e aprovação do ETF de ethereum agitam as bolsas nesta sexta-feira

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

O problema dos 3%: como a desancoragem das expectativas atrapalha a queda dos juros no Brasil

24 de maio de 2024 - 6:34

O ministro Fernando Haddad considera a meta de inflação de 3% praticamente inalcançável, o que eleva ansiedade quanto a uma possível revisão

EXILE ON WALL STREET

Rodolfo Amstalden: Você leu o que o Fed escreveu para você?

22 de maio de 2024 - 20:05

O segredo para uma jornada de sucesso como investidor ou como empreendedor começa com algo bem simples… a leitura.

CRYPTO INSIGHTS

O mercado de criptomoedas está influenciando as eleições nos EUA? O que o ETF de ethereum (ETH) tem a ver com a política americana

21 de maio de 2024 - 20:05

Nesta semana uma votação crucial está prevista para acontecer em Washington e pode remodelar o panorama regulatório para os ativos digitais nos Estados Unidos

EXILE ON WALL STREET

Felipe Miranda: Dez anos de “O Fim do Brasil”

20 de maio de 2024 - 20:01

Dez anos de lançamento de “O Fim do Brasil” e, afinal, a que fim chegou a economia do Brasil? Estamos em queda livre em direção ao pior?

Especial IR

Me mudei para Portugal, mas não entreguei a Declaração de Saída Definitiva do País; como regularizar a situação?

18 de maio de 2024 - 8:00

Documento serve para encerrar as obrigações fiscais do contribuinte no Brasil, mas este leitor não a entregou e agora recebeu uma herança

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar