🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
DESTAQUES DA BOLSA

Plano & Plano (PLPL3) despenca mais de 7% e registra maior queda da bolsa após prévia operacional; veja os números que desagradaram o mercado

O forte recuo é uma reação a números considerados neutros por parte dos analistas das principais casas brasileiras

Silhueta de trabalhadores da construção civil no pôr do sol | Construtoras, Cury, PDG PDGR3, ações JP Morgan Casa Verde e Amarela Distratos TENDA Santander Ações
A alta no preço dos insumos dificulta a vida das construtoras da B3 - Imagem: rawpixel.com/freepik

Enquanto o mercado repercute as prévias de seis construtoras e incorporadoras da B3 que divulgaram prévias operacionais na noite de ontem, o destaque desta sexta-feira (12) são as ações da Plano & Plano (PLPL3).

Mas o holofote, porém, não é positivo: negociados fora do Ibovespa, os papéis da companhia lideravam as quedas da bolsa por volta das 11h12, com um tombo de 7,85%, a R$ 12,79

O forte recuo é uma reação a números operacionais considerados neutros por parte dos analistas das principais casas brasileiras.

O Santander, por exemplo, afirma que o Valor Geral de Vendas (VGV) dos lançamentos — que atingiu R$  418,1 milhões no primeiro trimestre — representa um recuo de 5% ante o mesmo período do ano passado e ficou 25% abaixo das projeções.

“Além disso, as vendas atingiram R$ 544,3 milhões, um aumento de 4% na comparação anual, mas 11% abaixo da nossa estimativa”, acrescenta o banco.

O indicador também veio abaixo do esperado pela XP, que afirma que ele foi afetado por maiores distratos. A corretora acredita que a alta dos cancelamentos, que representam 19% das vendas brutas, é uma consequência da estratégia da companhia de expandir o funil para aumentar a velocidade das vendas.

BTG Pactual recomenda compra para a Plano & Plano (PLPL3)

Para o BTG Pactual, por outro lado, os números foram decentes. O banco reconhece que o primeiro trimestre normalmente é mais fraco para a companhia, mas argumenta que as vendas foram boas a despeito dos lançamentos mais fracos.

Os analistas, que revisaram ontem as estimativas para a Plano & Plano, mantiveram a visão positiva para a companhia e a recomendação de compra para os papéis, com preço-alvo de R$ 19.

“Acreditamos que o Plano & Plano oferece ‘o melhor dos dois mundos’ quando comparada com pares de baixa renda, pois não está tão alavancado quanto alguns nomes que passam por uma recuperação financeira e é muito mais barata do que rivais que possuem um balanço patrimonial forte”, cita o BTG.

Prévia da Direcional (DIRR3) agrada

Enquanto a Plano & Plano (PLPL3) é um dos destaques negativos da bolsa em reação à prévia, os números divulgados pela Direcional (DIRR3) fazem com que a empresa registre a maior alta do índice imobiliário da B3 hoje — com avanço de XX%, por volta das 12h

Na visão do Itaú BBA, a companhia utilizou o primeiro trimestre para iniciar o ano focando em uma de suas principais metas para 2024: vender mais e acelerar a velocidade das comercializações.

A Direcional reportou o melhor trimestre da história em vendas líquidas, com R$ 1,3 bilhão e alta de 63% sobre o 1T23. O índice de velocidade de vendas, ou VSO, cresceu 5 pontos percentuais na mesma base de comparação e chegou a 22%.

O BTG Pactual destaca que as ações da companhia subiram 12% em dois meses, então o valuation dos papéis já não é mais uma “pechincha”. Mas manteve a recomendação de compra, com preço-alvo de R$ 27, baseado no forte momento operacional.

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Com pressão de Vale, Ibovespa começa a semana em queda; dólar sobe a R$ 5,10

20 de maio de 2024 - 17:20

RESUMO DO DIA: O principal índice da bolsa brasileira entrou na penúltima semana de maio de olho no retrovisor. Isso porque os desdobramentos da saída de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras (PETR4) seguiram sendo o foco dos investidores locais. O Ibovespa terminou o dia com baixa de 0,31%, aos 127.750 pontos. Já o […]

INVESTIMENTOS

À procura de dividendos? Itaú Asset lança ETF que distribui renda para investidores 

20 de maio de 2024 - 15:14

Sob o código DIVD11, o fundo do Itaú começa a ser negociado em 11 de junho e com referência ao Índice de Dividendos da B3, o IDIV

QUEM CONTROLA O CONTROLADOR

Em vitória dos minoritários, Braskem (BRKM5) sobe forte na B3 após Novonor ser condenada a pagar indenização bilionária à companhia

20 de maio de 2024 - 11:23

Controladora da Braskem, Novonor foi condenada a indenizar a petroquímica em cerca de R$ 5,5 bilhões em processo aberto por acionistas minoritários

REVISÃO

Santander reduz projeção do Ibovespa para 145 mil pontos e muda carteira para enfrentar turbulência; veja as ações favoritas dos analistas

20 de maio de 2024 - 10:59

Mesmo com a redução da projeção em 15 mil pontos, o banco espera crescimento do Ibovespa em 13% neste ano e um retorno de 15% de lucro por ação

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: noticiário esfria após semana de dança das cadeiras na Petrobras (PETR4); encontro do CMN é destaque no Brasil

20 de maio de 2024 - 8:15

Lá fora, os investidores acompanham vários discursos de integrantes do Federal Reserve para buscar um direcionamento do futuro dos juros no país

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) limita ganhos do Ibovespa; dólar cai a R$ 5,10 e recua mais de 1% na semana

17 de maio de 2024 - 17:35

RESUMO DO DIA: Como uma montanha-russa, o Ibovespa iniciou a semana em alta com a ata do Copom que aliviou, momentaneamente, o temor dos investidores. Mas Petrobras (PETR4) roubou a cena com a demissão repentina de Jean Paul Prates da presidência da estatal. Com isso, o Ibovespa termina a última sessão da semana em baixa […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa se recupera do tombo de Petrobras (PETR4) e fecha em alta; dólar cai a R$ 5,13

16 de maio de 2024 - 17:40

RESUMO DO DIA: Após um dia de tensão por conta das mudanças na Petrobras (PETR4), o Ibovespa conseguiu conter as perdas embalado pelas máximas em Wall Street. O principal índice da bolsa brasileira terminou a sessão com alta de 0,20%, aos 128.283 pontos. O dólar fechou a R$ 5,13, com baixa de 0,13% no mercado […]

TEMPOS DE GLÓRIA CHEGARAM?

Nas alturas: Dow Jones ultrapassa os 40 mil pontos pela primeira vez na história 

16 de maio de 2024 - 16:30

Quando começou a operar, Dow Jones era composto apenas por 12 ações. Hoje, o índice tem ações das 30 maiores empresas dos Estados Unidos

DESTAQUES DA BOLSA

De malas prontas: Presidente e dois membros do conselho da CVC (CVCB3) renunciam; ações caem mais de 7% na B3 

16 de maio de 2024 - 13:41

Valdecyr Maciel Gomes renunciou ao cargo depois de três anos na função; movimentação acontece uma semana após balanço do primeiro trimestre

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) rouba as atenções e Ibovespa fecha em queda em dia de NY nas máximas; dólar sobe a R$ 5,13

15 de maio de 2024 - 17:16

RESUMO DO DIA: Sinal vermelho para os mercados: a repentina demissão de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras (PETR4) pegou os investidores de surpresa e as atenções se voltaram para os desdobramentos da mudança no comando da companhia. Dado o peso de Petrobras no principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa terminou o pregão […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar