🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
DESTAQUES DA BOLSA

Os números do PagBank (PAGS34) que ‘brilharam’ os olhos dos analistas e fazem as ações subirem na B3 e em NY 

A companhia teve um lucro líquido recorrente de R$ 522 milhões no primeiro trimestre, um crescimento de 33% na base anual

Liliane de Lima
24 de maio de 2024
14:53 - atualizado às 17:46
Maquininhas da PagBank (PAGS34), antiga PagSeguro
Maquininhas de cartão da PagBank, antiga PagSeguro - Imagem: PagSeguro/PagBank

Uma das últimas empresas a divulgar seus resultados nesta temporada de balanços do primeiro trimestre, o PagBank, ex-PagSeguro, trouxe números que agradaram o mercado e impulsionam as ações da companhia de maquininhas de cartão, negociadas na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE). 

Os papéis subiram mais de 10% logo após a abertura do pregão. No fechamento do pregão, os BDRs PAGS34, negociados na B3, registravam avanço de 4,00%, a R$ 13,00. Nos Estados Unidos, as ações PAGS fecharam estáveis, a US$ 12,27. Confira a cobertura de mercados.

O PagBank teve um lucro líquido recorrente de R$ 522 milhões no primeiro trimestre, um crescimento de 33% na comparação com o mesmo período de 2023. 

Já o lucro líquido contábil (GAA) foi de R$ 483 milhões no período, um crescimento de 31% na base anual. Os resultados ficaram acima das expectativas do mercado. 

Outro destaque foi o volume total de pagamentos (TPV), que atingiu R$ 111,7 bilhões, uma alta de 26,8% na base anual, impulsionado pelo crescimento em todos os segmentos — e acima do volume registrado pela indústria de cartões, que teve alta de 11,4% no período. 

Na avaliação da XP, a companhia está no bom caminho para cumprir o seu objetivo para o ano. “Olhando para as receitas, TPV e lucro líquido em relação ao consenso, o PagBank superou em todas as métricas”, escrevem Bernardo Guttmann, Matheus Guimarães e Rafael Nobre, que assinam o relatório. 

Além disso, os analistas destacaram que a inadimplência acima de 90 dias continua a cair, devido principalmente à estratégia da PAGS de crescer em produtos com garantia.

A empresa encerrou o primeiro trimestre com 17,3 milhões de clientes ativos, uma alta anual de 2,6%.

Para o BTG Pactual, o TPV melhor do que o esperado, a concorrência racional, o crescimento dos lucros, a melhoria do retorno sobre capital investido (ROE) e o fluxo de caixa muito melhor reforçam a visão de que a dinâmica das ações das empresas de pagamento permanece favorável. 

Com os resultados, BTG Pactual e XP mantiveram a recomendação de compra para as ações do PagBank. 

PagBank: o que esperar daqui para frente

O PagBank afirmou que existem chances de que as projeções para o TPV deste ano sejam superadas. 

A projeção para o ano é de R$ 441 bilhões, enquanto cerca de R$ 112 bilhões foram alcançados no primeiro trimestre. 

"Claramente há chances de alta, mas achamos que era cedo para mudar o guidance, foram três meses. Decidimos esperar e ver como as coisas evoluem", disse o CEO do Grupo UOL e principal executivo do PagBank, Ricardo Dutra, em teleconferência de resultados no primeiro trimestre.

Mas na visão do Santander, ainda é cedo para revisar as estimativas. 

“Embora a empresa tenha ficado acima da orientação em todas as métricas no primeiro trimestre e a administração tenha reconhecido que há potencial de alta, especialmente para a orientação de crescimento de TPV, eles observaram que ainda é muito cedo para potencialmente revisar a orientação para cima”, escrevem os analistas Henrique Navarro, Arnon Shirazi e Anahy Rios, do Santander. 

O banco considera outras preocupações relacionadas especialmente ao aumento do quadro de vendas, já que alguns concorrentes estão adotando estratégias semelhantes.

“O PagBank está reinvestindo seu excesso de capital na operação, focada no crescimento orgânico, e não discutindo nenhum programa de dividendos neste momento — embora ainda restem US$ 45 milhões do último programa de recompra”, escrevem os analistas do Santander. 

A XP, por sua vez, vê o PagBank como uma das empresas que deve se beneficiar de uma eventual melhora do ambiente macroeconômico daqui para frente.

“Gostamos do posicionamento da empresa no segmento micro, pequenas e médias empresas (MSMB) e, neste cenário de concorrência menos intensa e de redução gradual das taxas de juro, acreditamos que o PagSeguro é o player do setor de pagamentos que mais se beneficiará”, diz o relatório. 

Compartilhe

FRIGORÍFICOS

Problemas para a BRF (BRFS3) e a JBS (JBSS3)? Brasil suspende exportações de carne de aves para 44 países — e a China é um deles

20 de julho de 2024 - 12:19

O Ministério da Agricultura decidiu voluntariamente paralisar as exportações de carnes de aves e seus produtos, com restrições que variam de acordo com os mercados

DÁ O PLAY!

Agora vai? Por que a bolsa brasileira despertou em julho e o que esperar das ações agora

20 de julho de 2024 - 11:00

Ibovespa já acumula alta de 3% em julho, depois de quase perder os 120 mil pontos no último mês; mas as ações finalmente vão decolar, ou será mais um voo de galinha?

BOLSA NA SEMANA

Por que as ações do Pão de Açúcar (PCAR3) desabaram 13% e lideraram as perdas do Ibovespa na semana — enquanto Usiminas (USIM5) subiu 5%?

20 de julho de 2024 - 9:22

As ações do Pão de Açúcar atraíram os holofotes dos investidores na semana após uma sangria na bolsa brasileira. Veja o que está por trás da queda dos papéis

PERSPECTIVAS PARA OS PROVENTOS

Com R$ 2 bilhões entrando no caixa, a Eletrobras (ELET3) vai distribuir mais dividendos? Veja o que diz o Goldman Sachs

19 de julho de 2024 - 19:46

O banco acredita que a oferta irá aumentar a liquidez da companhia e potencialmente abrir espaço para proventos mais elevados no futuro

RANKING DA QUANTUM

Os reis das ‘penny stocks’: Americanas (AMER3), Oi (OIBR3) e outras ações com a maior sequência de pregões no patamar de centavos

19 de julho de 2024 - 16:41

Um estudo da Quantum mostra que companhias que enfrentaram processos de recuperação judicial dominam o ranking de penny stocks

GESTÃO EXPLICA

Fundo imobiliário com mais de 150 mil cotistas anuncia os menores dividendos em mais de dois anos; por que os proventos do ALZR11 estão em queda?

19 de julho de 2024 - 13:07

O histórico de distribuições de 2024 mostra que os valores depositados pelo FII recuaram cerca de 11,2% desde janeiro

REAÇÃO DAS BOLSAS

Apagão cibernético: ação da CrowdStrike, empresa que causou a pane nos sistemas da Microsoft e derrubou serviços no mundo todo, despenca em NY

19 de julho de 2024 - 12:08

Vale relembrar que, mais cedo, uma atualização nos sistemas da CrowdStrike causou uma pane generalizada nos sistemas da Microsoft

MERCADO FINANCEIRO

Renda fixa brilha no 1º semestre e impulsiona captação de fundos. Veja as 10 gestoras que mais levantaram dinheiro no período

18 de julho de 2024 - 18:38

No “Top 10” das empresas que mais levantaram dinheiro no período, a cifra chega a R$ 202,2 bilhões, de acordo com a Quantum Finance

DISPARADA DO CÂMBIO

Dólar bate os R$ 5,58 e fecha no maior patamar em duas semanas; confira o gatilho da alta de quase 2%

18 de julho de 2024 - 17:47

Mais cedo, o ministro da Fazenda disse ter recebido o sinal verde de Lula para avançar em estudos de corte no Orçamento, mas falas da ministra do Planejamento impulsionaram a moeda

OFERTA NA BOLSA

Fundo imobiliário VGIR11 anuncia emissão de até R$ 500 milhões e vai oferecer um ‘desconto’ nas cotas; confira os detalhes

18 de julho de 2024 - 14:59

O preço de emissão pago por quem decidir participar da operação, que é voltada a investidores no geral, será de R$ 9,85 por cada nova cota

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar