🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
AÇÃO DO MÊS

A Vale (VALE3) está de volta: mineradora lidera a preferência dos analistas para maio; confira as ações preferidas na carteira recomendada de 12 corretoras

Após reduzir o temor de interferência política na companhia e garantir a permanência de Eduardo Bartolomeo até o fim do ano, as ações da ex-estatal avançaram mais de 4% em março

Liliane de Lima
6 de maio de 2024
6:56 - atualizado às 0:36
Ações do mês | Vale VALE3 Suzano SUZB3 Itaú ITUB4 Ação | Vivara VIVA3
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Os pneus já estavam desgastados e a parada do pit stop não poderia ser adiada. O piloto é a Vale (VALE3), que deixou o pódio da ‘Ação do Mês’ na corrida anterior, mas está de volta pela disputa pelo pódio de maio. 

Após reduzir o temor de interferência política no comando da companhia e garantir a permanência de Eduardo Bartolomeo na condução até o fim da temporada, ou melhor, de 2024, as ações da Vale (VALE3) avançaram 4,04% em abril.  

Mas isso é apenas parte do combustível da companhia, que também se valeu da recuperação das cotações do minério de ferro na China

Com melhores perspectivas e confiança da ‘torcida’, a Vale (VALE3) larga na pole position com quatro recomendações — sendo a ação mais indicada nas carteiras recomendadas de 12 analistas. 

No levantamento exclusivo que o Seu Dinheiro faz todos os meses com corretoras e casas de análise, as units do BTG Pactual (BPAC11) vêm logo atrás da mineradora, com três indicações. 

E para completar a disputa pelo pódio Itaú Unibanco (ITUB4) e Telefônica Brasil, dona da Vivo (VIVT3) aparecem com duas recomendações cada. 

Confira a seguir as principais apostas dos analistas de cada corretora para maio:

Entendendo a Ação do Mês: todos os meses, o Seu Dinheiro consulta as principais corretoras do país para descobrir quais são suas apostas para o período. Dentro das carteiras recomendadas, normalmente com até 10 papéis, os analistas indicam os seus três prediletos. Com o ranking nas mãos, selecionamos os que contaram com pelo menos duas indicações.

Vale (VALE3) de volta ao pódio

Nas últimas semanas, a Vale (VALE3) vivenciou dias agitados — seja com os resultados do primeiro trimestre seja com a expectativa pelo sucessor de Eduardo Bartolomeo na presidência da mineradora

No início do mês, a companhia reportou os resultados dos primeiros três meses do ano. 

Com o preço menor do minério entre janeiro e março deste ano, o lucro líquido da Vale alcançou US$ 1,687 bilhão, o que representa uma queda de 10% na comparação com o mesmo período do ano anterior

Já o lucro líquido atribuído aos acionistas da Vale somou US$ 1,679 bilhão no primeiro trimestre de 2024, o que representa uma redução de 9% na base anual. 

Apesar da queda, o número veio em linha com as expectativas do mercado.

O BTG Pactual destaca, em um relatório recente, que a companhia está entregando resultados operacionais mesmo com os preços do minério de ferro mais fracos e com a deterioração dos mercados imobiliários na China. 

Na avaliação do banco, as métricas do valuation de Vale se mantêm atraentes, considerando que a mineradora está negociando 4,2x Ebitda. 

A visão de que ações da companhia estão bastante descontadas também é compartilhada pelos analistas do Inter. 

Além disso, na semana passada, a Vale anunciou o plano de sucessão. Uma lista tríplice de candidatos para a cadeira de CEO será apresentada em setembro e o escolhido para a presidência da mineradora será anunciado no início de dezembro

Também é importante ressaltar que ter ações da Vale (VALE3) na carteira é uma forma de dolarização da carteira, já que a empresa é uma produtora de commodities cujos preços são cotados na moeda norte-americana.

Por fim, há um alerta importante ao investidor: as negociações sobre o processo relacionado ao rompimento da barragem da Samarco em Mariana (MG). 

Na última sexta-feira (3), a União e o Estado do Espírito Santo rejeitaram a proposta da Vale para a compensação pelos estragos do rompimento da barragem de R$ 127 bilhões. O Estado de Minas Gerais não quis assinar a resposta conjunta. 

BTG Pactual (BPCA11): a “estrela” dos bancos? 

Com três indicações, as units do BTG Pactual (BPAC11) conquistaram o pódio da 'Ação do Mês' pela primeira vez no ano e desbancaram o “queridinho” dos bancos — o Itaú Unibanco (ITUB4), que desta vez ficou com a medalha de bronze com apenas três recomendações. 

Na visão dos analistas, o banco de investimento deve ser impulsionado pelos juros mais baixos. “Ao analisar o P&L do BTG, podemos inferir que todas as linhas de receita provavelmente se beneficiarão do menor patamar da taxa de juros”, afirma o Santander. 

Além disso, há a expectativa dos resultados do primeiro trimestre. 

Ainda que as ações do BTG não sejam uma barganha, o banco possui um forte desempenho em lucros. 

“A alavancagem operacional também deve ser levada em consideração, pois prevemos receitas crescendo acima das despesas — mesmo com a retomada das operações no mercado de capitais, o que provavelmente impulsionará maiores despesas com bônus, escrevem os analistas Ricardo Peretti e Alice Corrêa, do Santander. 

Por fim, vale lembrar que o Seu Dinheiro faz parte do mesmo grupo econômico do BTG Pactual.

VEJA TAMBÉM - Agora o FUTURO da VALE (VALE3) depende DISTO

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Com pressão de Vale, Ibovespa começa a semana em queda; dólar sobe a R$ 5,10

20 de maio de 2024 - 17:20

RESUMO DO DIA: O principal índice da bolsa brasileira entrou na penúltima semana de maio de olho no retrovisor. Isso porque os desdobramentos da saída de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras (PETR4) seguiram sendo o foco dos investidores locais. O Ibovespa terminou o dia com baixa de 0,31%, aos 127.750 pontos. Já o […]

INVESTIMENTOS

À procura de dividendos? Itaú Asset lança ETF que distribui renda para investidores 

20 de maio de 2024 - 15:14

Sob o código DIVD11, o fundo do Itaú começa a ser negociado em 11 de junho e com referência ao Índice de Dividendos da B3, o IDIV

QUEM CONTROLA O CONTROLADOR

Em vitória dos minoritários, Braskem (BRKM5) sobe forte na B3 após Novonor ser condenada a pagar indenização bilionária à companhia

20 de maio de 2024 - 11:23

Controladora da Braskem, Novonor foi condenada a indenizar a petroquímica em cerca de R$ 5,5 bilhões em processo aberto por acionistas minoritários

REVISÃO

Santander reduz projeção do Ibovespa para 145 mil pontos e muda carteira para enfrentar turbulência; veja as ações favoritas dos analistas

20 de maio de 2024 - 10:59

Mesmo com a redução da projeção em 15 mil pontos, o banco espera crescimento do Ibovespa em 13% neste ano e um retorno de 15% de lucro por ação

ANOTE NO CALENDÁRIO

Agenda econômica: noticiário esfria após semana de dança das cadeiras na Petrobras (PETR4); encontro do CMN é destaque no Brasil

20 de maio de 2024 - 8:15

Lá fora, os investidores acompanham vários discursos de integrantes do Federal Reserve para buscar um direcionamento do futuro dos juros no país

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) limita ganhos do Ibovespa; dólar cai a R$ 5,10 e recua mais de 1% na semana

17 de maio de 2024 - 17:35

RESUMO DO DIA: Como uma montanha-russa, o Ibovespa iniciou a semana em alta com a ata do Copom que aliviou, momentaneamente, o temor dos investidores. Mas Petrobras (PETR4) roubou a cena com a demissão repentina de Jean Paul Prates da presidência da estatal. Com isso, o Ibovespa termina a última sessão da semana em baixa […]

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa se recupera do tombo de Petrobras (PETR4) e fecha em alta; dólar cai a R$ 5,13

16 de maio de 2024 - 17:40

RESUMO DO DIA: Após um dia de tensão por conta das mudanças na Petrobras (PETR4), o Ibovespa conseguiu conter as perdas embalado pelas máximas em Wall Street. O principal índice da bolsa brasileira terminou a sessão com alta de 0,20%, aos 128.283 pontos. O dólar fechou a R$ 5,13, com baixa de 0,13% no mercado […]

TEMPOS DE GLÓRIA CHEGARAM?

Nas alturas: Dow Jones ultrapassa os 40 mil pontos pela primeira vez na história 

16 de maio de 2024 - 16:30

Quando começou a operar, Dow Jones era composto apenas por 12 ações. Hoje, o índice tem ações das 30 maiores empresas dos Estados Unidos

DESTAQUES DA BOLSA

De malas prontas: Presidente e dois membros do conselho da CVC (CVCB3) renunciam; ações caem mais de 7% na B3 

16 de maio de 2024 - 13:41

Valdecyr Maciel Gomes renunciou ao cargo depois de três anos na função; movimentação acontece uma semana após balanço do primeiro trimestre

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) rouba as atenções e Ibovespa fecha em queda em dia de NY nas máximas; dólar sobe a R$ 5,13

15 de maio de 2024 - 17:16

RESUMO DO DIA: Sinal vermelho para os mercados: a repentina demissão de Jean Paul Prates da presidência da Petrobras (PETR4) pegou os investidores de surpresa e as atenções se voltaram para os desdobramentos da mudança no comando da companhia. Dado o peso de Petrobras no principal índice da bolsa brasileira, o Ibovespa terminou o pregão […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar