🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
RECLAMAÇÕES

Clientes insatisfeitos: Magazine Luiza e Amazon lideram reclamações na Black Friday

Apesar das centenas de queixas, o número é cerca de 60% menor do que a média registrada desde julho deste ano, segundo o ReclameAqui

Liliane de Lima
25 de novembro de 2023
15:01 - atualizado às 14:03
Black Friday no varejo on-line
Imagem: Shutterstock

A última sexta-feira de novembro é uma das datas mais esperadas pelos consumidores que buscam descontos e já querem aproveitar para fazer as compras de fim de ano. Mas, a Black Friday virou uma dor de cabeça para muitas pessoas.

Segundo o ReclameAqui, portal que reúne faz o registro de reclamações, as empresas costumam receber 20% mais queixas que a média dos últimos seis meses. Na edição deste ano, porém, o número de protestos de quase todas as companhias campeãs é menor do que essa média apurada desde julho.

A líder de reclamações é a Magazine Luiza, com 354 queixas, incluindo as compras nas lojas físicas, online e marketplace, registradas no ReclameAqui, no período de 72 horas. O número de protestos, por sua vez, é 66% menor do que a média da empresa nos últimos seis meses.

Em segundo lugar, a Amazon registrou 316 reclamações — uma redução de 62% na comparação com a média da empresa apurada desde julho.

Os dados compreendem o período entre 12h (horário de Brasília) do dia 22 de novembro até 12h (horário de Brasília) de 25 de novembro.

Confira as dez empresas com mais reclamações na Black Friday 2023:

EMPRESATOTAL DE RECLAMAÇÕES% MÉDIA DE SEIS MESES
Magazine Luiza354-66%
Amazon316-62%
Abmex Pagamentos316-27%
Mercado Livre272-73%
Casas Bahia222-43%
Carrefour 195-36%
Época Cosméticos180+132%
KaBuM!167-10%
iFood158-92%
10ºMcDonald’s157-5%
Fonte: ReclameAqui; Período: 12h de 22/11/23 até 12h de 25/11/23

Por fim, muitas empresas seguem com promoções nos sites e lojas até amanhã (26).

Destaque negativo

Nesta edição, a única empresa que registrou queixas acima da média, entre as dez mais reclamadas na Black Friday, é a Época Cosméticos — que ocupa o sétimo lugar no ranking do ReclameAqui.

A loja online, que faz parte do Grupo Magazine Luiza, é um marketplace de cosméticos e perfumes de marcas nacionais e importadas.

Segundo o ReclameAqui, a Época Cosméticos registrou 180 reclamações em um período de 72 horas, o que representa um crescimento de 132% no número de queixas em comparação à média da empresa nos últimos seis meses.

Quais são os principais problemas?

Mau atendimento, demora na entrega, troca ou devolução de produto ou cobrança indevida sempre estão entre os principais problemas — e de reclamações — registrados na Black Friday e na edição de 2023 não foi diferente.

Confira a seguir os motivos e o percentual de reclamação, segundo o ReclameAqui:

  • Propaganda enganosa: 16,77% das queixas;
  • Atraso na entrega: 15,66%;
  • Produto não recebido: 13,96%;
  • Estorno do valor pago: 10,38%;
  • Problemas na finalização da compra: 5,13%;
  • Mau atendimento: 3,37%;
  • Troca ou devolução do produto: 2,39%;
  • Cobrança indevida: 2,16%;
  • Mau atendimento no SAC: 1,87%;
  • Produto com defeito: 1,34%.

Entre os principais produtos alvos de protestos dos consumidores no site especializado estão:

  • Tênis: 4,32% das reclamações;
  • Perfume: 3,38%;
  • Camisetas: 2,4%;
  • Celular: 1,93% e
  • TV: 1,65%.

Procon de olho na Black Friday

Além do ReclameAqui, os consumidores devem registrar as reclamações nos órgãos de defesa como o Procon.

Em São Paulo, o órgão recebeu 909 relatos de problemas nas compras ou contratos durante a Black Friday até o fim da tarde da última sexta-feira (24).

E, assim como no site especializado, a maior parte das queixas foram quanto a não ou demora na entrega — um total de 335 reclamações.

Os outros dos principais problemas relatados foram: maquiagem de desconto (131 reclamações); mudança de preço ao finalizar a compra (117); pedido cancelado após finalização da compra (104); produto e/ou serviço entregue diferente do pedido, incompleto e/ou danificado (79).

Compartilhe

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar