🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
ADEUS, CZ

Saída de CEO da Binance faz criptomoeda BNB cair 10% e volume da corretora disparar mais de 40% em 24h; entenda

Além da saída do CEO, a Binance ainda terá de pagar uma multa de mais de US$ 4 bilhões aos órgãos reguladores dos Estados Unidos

Renan Sousa
Renan Sousa
22 de novembro de 2023
12:43 - atualizado às 10:55
CZ headshot 2
CEO da Binance, Changpeng Zhao - Imagem: Akio Kon/Bloomberg

A quarta maior criptomoeda do mundo está em queda de quase 10% nesta quarta-feira (22). O BNB (BNB), antigo Binance Coin, é o token nativo da Binance, a maior corretora de cripto (exchange) em volume negociado do mundo. No mesmo horário, o bitcoin (BTC) recuava 0,39%, cotado a US$ 36.407,58. 

O motivo para o BNB passar a custar seus US$ 231,79 não poderia ser diferente: a saída do CEO da Binance, Changpeng Zhao, também chamado de CZ, pegou os integrantes do mercado de criptomoedas de surpresa. A Binance se pronunciou por meio de nota publicada em seu blog sobre o ocorrido.

Assim, nas últimas 24h, o volume negociado na Binance deu um salto de 42%, motivado pelo medo do mercado de a corretora desaparecer. Foram mais de US$ 1 bilhão em criptomoedas retiradas da exchange, segundo dados on-chain.

Além da saída do CEO, a Binance ainda terá de pagar uma multa de mais de US$ 4 bilhões aos órgãos reguladores dos Estados Unidos.

O lado positivo — se é possível encontrá-lo — é de que a corretora deve continuar a existir após o processo. Quem assume no lugar de CZ é Richard Teng, diretor regional da exchange.

  • VEJA TAMBÉM: Formação exclusiva de criptomoedas é lançada pela B3 em parceria com a Empiricus Research; inscreva-se gratuitamente

Binance, DoJ e os Estados Unidos

Fundada em 2017, a Binance se tornou a maior exchange do mundo em um curto espaço de tempo. A exponencialidade do negócio de criptomoedas ajudou a engordar os números da corretora, tanto de clientes quanto de diversidade de ativos digitais — o que chamou a atenção das autoridades reguladoras dos mercados. 

A ação foi movida pelo Departamento de Justiça (DoJ) dos EUA em 2018 e o acordo recente com a corretora foi feito em conjunto com a Commodities Futures Trading Commission (CFTC), órgão dos EUA responsável por regular o mercado de commodities — e que tem um processo aberto contra CZ e a Binance.

Assim, a Binance e seu CEO se declararam culpados das acusações, que incluem lavagem de dinheiro, fraude e outras violações de sanções. A SEC, a CVM americana, não está envolvida nesse processo, apesar de também ter aberto um caso contra a corretora e CZ..

Compartilhe

QUANDO A ESMOLA É DEMAIS…

Criptomoedas de graça: entenda o que são ‘Airdrops’, como escapar das ciladas desse mercado — e 5 projetos para investir

21 de fevereiro de 2024 - 6:02

Pode parecer “bom demais para ser verdade”, mas foi uma das formas encontradas por um mercado em desenvolvimento para conseguir ganhar a adesão de investidores

VIROU FESTA?

Por que o Ethereum (ETH) se aproxima dos US$ 3 mil e sobe mais do que o Bitcoin (BTC) nesta segunda-feira? Entenda motivos

19 de fevereiro de 2024 - 10:42

Os dados on-chain mostram que houve um aumento da procura nos últimos dias, fazendo o ethereum renovar patamares de preço que não eram vistos desde abril de 2022

CRIPTOMOEDAS NA BOLSA

Coinbase (COIN) registra primeiro lucro trimestral em dois anos: veja outros 3 motivos para a corretora de criptomoedas saltar mais de 15% hoje

16 de fevereiro de 2024 - 12:13

O inverno cripto passou e a corretora soube aproveitar a primavera, vendo a receita total de transações saltar 64%, para US$ 529 milhões

OS TOUROS VOLTARAM

ETFs de bitcoin (BTC) nos EUA ajudam no rali: maior criptomoeda do mundo sobe mais de 20% na semana — vem mais por aí?

14 de fevereiro de 2024 - 11:13

O aumento da demanda pela criptomoeda — somada à relativa manutenção da oferta — gerou uma disparada das cotações

A CORRIDA CRIPTO

Bitcoin (BTC) atinge os US$ 50 mil pela primeira vez desde 2021; veja o que mexe com o mercado de criptomoedas hoje

12 de fevereiro de 2024 - 14:23

A última vez que o ativo virtual cruzou essa fronteira foi em 24 de dezembro de 2021, quando chegou a US$ 50,8 mil

BLOQUINHO CRIPTO

Carnaval antecipado das criptomoedas: bitcoin (BTC) dispara 6% em 24 horas e samba aos US$ 47 mil. Veja o que mexe com o mercado hoje

9 de fevereiro de 2024 - 10:50

A festança do mercado de criptomoedas é tamanha que o bitcoin cruzou a fronteira dos US$ 47 mil pela primeira vez desde a ressaca após a aprovação dos ETFs de BTC spot

CRIPTOS HOJE

Saiu das férias? Bitcoin (BTC) busca os US$ 45 mil enquanto Solana (SOL) sobe 6%; veja o que movimenta as criptomoedas hoje

8 de fevereiro de 2024 - 10:23

Os investidores seguem o sentimento positivo das bolsas no exterior, apesar de os futuros de Nova York ainda não registrarem altas mais firmes

ENTREVISTA EXCLUSIVA

“Se a XP e o Nubank chegaram aonde chegaram, por que nós não podemos ser o equivalente no mundo cripto?”, diz CEO do Mercado Bitcoin

7 de fevereiro de 2024 - 6:10

Reinaldo Rabelo, CEO do MB, compartilhou sua visão sobre o ano de 2024 em entrevista ao Seu Dinheiro

Não adianta se esconder

O Leão está de olho nos seus bitcoins: com ajuda da inteligência artificial (IA), Receita Federal sabe quem não declarou criptomoedas

1 de fevereiro de 2024 - 14:45

Fisco identificou mais de 25 mil brasileiros que não informaram seus bitcoins na declaração de imposto de renda 2023

ESQUENTANDO

Celsius sai da recuperação judicial, paga US$ 3 bilhões aos credores e irá lançar empresa de mineração de bitcoin (BTC)

1 de fevereiro de 2024 - 11:24

O processo como um todo foi acompanhado por membros de autoridades regulatórias dos Estados Unidos, o que ajuda a respaldar legalmente a nova companhia

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies