Como ter a chance de ficar milionário, começando em 2023; veja vídeo aqui

Cotações por TradingView
2022-12-08T18:58:25-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
ONDA DE DEMISSÕES

Mais um na lista: Alice, startup de planos de saúde, demite 113 funcionários — em segundo corte no ano

Ao todo, cerca de 180 funcionários da healthtech foram afetados por demissões promovidas desde julho deste ano; a Buser também entrou na lista de demissões

8 de dezembro de 2022
19:15 - atualizado às 18:58
healthtech alice
Imagem: Divulgação/Alice

A onda de demissões segue distante de perder força e chegar tranquila à orla. Nesta quinta-feira (8), a startup de planos de saúde, Alice realizou o segundo corte no quadro de funcionários em menos de seis meses.

Dessa vez, a healthtech  — como são chamadas as startups do setor de saúde — desligou 113 colaboradores, o que representa 16% do total.

As demissões foram confirmadas pela startup. "Após uma cuidadosa revisão de estrutura, [a empresa] decidiu realizar um redimensionamento em sua equipe", disse em nota enviada ao Seu Dinheiro.

Ao todo, cerca de 180 colaboradores foram desligados da startup desde julho deste ano.

Vale ressaltar que a healthtech recebeu um aporte de US$ 127 milhões (R$ 661,4 milhões, no câmbio atual), em uma rodada série C, em dezembro de 2021. 

Nos últimos dois anos, a startup já recebeu mais de US$ 174 milhões (R$ 906,2 milhões) em investimentos. 

Cenário macroeconômico: o grande culpado

A startup Alice afirmou que as demissões "visam a geração de eficiência para readequação ao cenário macroeconômico mundial que tem impactado as empresas de tecnologia".

"A healthtech informa que, diante das projeções econômicas para 2023, o seu foco em crescimento é secundário. Dessa forma, os US$180 milhões captados até dezembro de 2021 serão direcionados para evolução do produto, entregando mais saúde para seus 11 mil membros", acrescentou a nota enviada ao Seu Dinheiro.

Além da Alice: Buser, startup de mobilidade, também demite

A Buser também realizou demissões nesta quinta-feira (8). A plataforma de soluções de viagens rodoviárias reduziu cerca de 30% do seu quadro de funcionários — o que afetou cerca de 160 pessoas, em todas as áreas da empresa.

Em comunicado à imprensa, a Buser afirmou que "é uma medida dura e difícil, mas necessária" para continuar o crescimento "de forma sólida e segura", ao citar — assim como a Alice — o cenário macroeconômico.

"Além da conjuntura desfavorável para startups, a Buser credita parte dos desafios enfrentados à morosidade dos avanços regulatórios", disse a empresa alegando que alguns órgãos reguladores "praticam blitze seletivas nas viagens da startup, gerando custos adicionais para prejudicar o fretamento colaborativo e beneficiar as grandes viações".

Por fim, a empresa assegurou que as operações da companhia seguem normalmente.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) e ethereum (ETH) se sustentam em alta, mas fala de dirigente pode mudar o curso das criptomoedas hoje. Veja o que mexe com o mercado

7 de fevereiro de 2023 - 10:57

Discurso de Jerome Powell, o presidente do BC norte-americando, marcado para esta tarde, permanece no radar dos investidores cripto nesta terça-feira (07)

32 PARÁGRAFOS

Resposta a Lula? Banco Central publica ata mais longa para justificar Selic alta; veja o que o Copom escreveu

7 de fevereiro de 2023 - 10:07

Os diretores do Banco Central decidiram caprichar: escreveram nove parágrafos a mais na ata da reunião do Copom publicada hoje

JÁ FAZ 25 ANOS…

Titanic volta aos cinemas em comemoração de 25 anos e atrapalha os planos de Avatar 2; entenda

7 de fevereiro de 2023 - 9:15

Até hoje, a produção arrecadou US$ 2,194 bilhões e assegurou a 3ª posição na lista de maiores sucessos nos cinemas, segundo dados do Box Office Mojo

MERCADOS HOJE

Bolsa agora: Com NY instável, Ibovespa abre em queda com incertezas sobre reação de Brasília à ata do Copom; dólar ensaia alta

7 de fevereiro de 2023 - 7:08

RESUMO DO DIA: A terça-feira começa com a expectativa diante do teor da ata do Copom. A atenção dos investidores também estará voltada para discursos dos presidentes do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, e do Federal Reserve, Jerome Powell. No mundo das balanços, a expectativa envolve os resultados do Itaú Unibanco, previstos apenas […]

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Quem vai falar mais grosso: Lula ou Roberto Campos Neto?

7 de fevereiro de 2023 - 6:45

Da maneira como o debate foi colocado, fica difícil estabelecer qualquer entendimento saudável das intenções do governo Lula

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies