🔴 É HOJE! COMO COMPRAR CARROS COM ATÉ 50% DE DESCONTO NA TABELA FIPE – CONHEÇA A ESTRATÉGIA

Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DI

Alívio com inflação leva Ibovespa a subir 6% na semana; Magazine Luiza (MGLU3), Hapvida (HAPV3) e Via (VIIA3) disparam após balanço

Os indicadores melhores do que o esperado deram um respiro para o Ibovespa nesta semana; dólar caiu quase 2%

Jasmine Olga
Jasmine Olga
12 de agosto de 2022
18:41 - atualizado às 18:44
O dragão da inflação voando pelos céus
Imagem: Shutterstock

O mercado financeiro começou a semana olhando aterrorizado para os céus. Já era esperado que os dias fossem marcados pelo avistamento de dragões no ar, mas não se sabia ao certo o tamanho da encrenca que precisaria ser enfrentada. 

Com traumas dos episódios recentes, onde a cada mês a ameaça se mostrava maior e mais voraz, a postura padrão foi a de se preparar para o pior, mas a profecia não se concretizou. 

No Brasil, o dragão da inflação que cruzou os céus foi mirrado, afetado pelos cortes frequentes nas tarifas de combustíveis e energia — o indicador de preços, na verdade, apresentou o maior recuo desde a década de 80. 

Nos Estados Unidos, outra surpresa. Os preços permaneceram estáveis, sem crescimento. Mas alguns economistas fizeram questão de apontar que isso não significa o fim da fase de crescimento.

Sem a sombra das asas da inflação bem abertas sobre os mercados globais, os principais índices acionários puderam enxergar a luz do sol — e florescer com um bom adubo feito dos números da temporada de balanços do segundo trimestre. 

No Brasil, empresas como Hapvida (HAPV3), Via (VIIA3) e Magazine Luiza (MGLU3) subiram mais de 10% de olho em uma melhora dos dados operacionais e também na expectativa de menos nuvens no cenário macroeconômico. 

O setor de commodities também não ficou para trás, mesmo com a queda do petróleo no exterior. A Petrobras (PETR4) subiu 8% e ajudou o Ibovespa a cravar uma alta de 2,78%, aos 112.764 pontos. Na semana, o avanço foi de 5,91%. 

O apetite por risco levou a curva de juros a devolver os ganhos da véspera e o dólar à vista encerrou o dia em queda de 1,63%, a R$ 5,0739. O recuo acumulado nos últimos cinco pregões foi de 1,8%. 

Ressaca dos balanços

A piora do cenário macroeconômico, com inflação e juros altos, tem sido o pesadelo do setor varejista nos últimos meses e mesmo com os gestores voltando a apostar no comércio físico e recuperando modelos mais tradicionais de pagamento — como o velho carnê e suas intermináveis parcelas —, os resultados do segundo trimestre do ano deixaram a desejar. 

As tentativas de aumentar a lucratividade e receita foram consideradas fracas pela maior parte dos analistas, com muitas linhas dos balanços vindo pouco abaixo do esperado e a certeza de que os próximos meses devem seguir sendo desafiadores — ainda que o aumento do Auxílio Brasil e dados recentes de inflação melhorem marginalmente as expectativas. 

Apesar disso,  tanto a Via (VIIA3) quanto o Magazine Luiza (MGLU3) conseguiram avanços importantes na capacidade de geração de caixa, o que deixou as duas empresas entre os maiores ganhos desta sexta-feira MGLU3 — teve ganhos de mais de 17%, enquanto a Via avançou quase 14%. 

Outra empresa com destaque relevante nesta sexta-feira foi a Hapvida (HAPV3), que apresentou melhora em seus indicadores de sinistralidade, passando de 73% no primeiro trimestre para 72,3% no segundo.

Sobe e desce do Ibovespa

Com a inflação perdendo fôlego e apostas mais otimistas para o encerramento do ciclo de aperto monetário tanto no Brasil quanto nos Estados Unidos favoreceram ações de setores mais sensíveis ao avanço dos juros. 

A temporada de balanços também fez sua parte. Todo o Top 5 dos melhores desempenhos do período tiveram performance satisfatório nos números trimestrais — Positivo, Banco do Brasil, Hapvida e Magazine Luiza. Confira as maiores altas da semana:

CÓDIGONOMEVALORVARSEM
POSI3Positivo Tecnologia ONR$ 9,8328,33%
AZUL4Azul PNR$ 16,5523,51%
HAPV3Hapvida ONR$ 7,6518,60%
BBAS3Banco do Brasil ONR$ 44,1216,75%
MGLU3Magazine Luiza ONR$ 3,5712,97%

A temporada de balanços também foi responsável pelos piores desempenhos da semana, com a Natura ficando na lanterna ao apresentar mais um trimestre de crescimento e integração lenta entre suas unidades de negócio. Confira também as maiores quedas do período:

CÓDIGONOMEULTVARSEM
NTCO3Natura ONR$ 14,27-18,97%
MRVE3MRV ONR$ 10,39-8,78%
CVCB3CVC ONR$ 7,15-7,74%
BRFS3BRF ONR$ 15,57-7,04%
AMER3Americanas S.AR$ 12,94-6,91%

Compartilhe

BRIGA PELO TRONO GRELHADO

Acionistas da Zamp (BKBR3) recusam-se a ceder a coroa do Burger King ao Mubadala; veja quem rejeitou a nova oferta

21 de setembro de 2022 - 8:01

Detentores de 22,5% do capital da Zamp (BKBR3) já rechaçaram a nova investida do Mubadala, fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana segue sendo o elefante na sala e Ibovespa cai abaixo dos 110 mil pontos; dólar vai a R$ 5,23

15 de setembro de 2022 - 19:12

O Ibovespa acompanhou o mau humor das bolsas internacionais e segue no aguardo dos próximos passos do Fed

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela prevalece e bolsas internacionais acompanham bateria de dados dos EUA hoje; Ibovespa aguarda prévia do PIB

15 de setembro de 2022 - 7:42

As bolsas no exterior tentam emplacar alta, mas os ganhos são limitados pela cautela internacional

FECHAMENTO DO DIA

Wall Street se recupera, mas Ibovespa cai com varejo fraco; dólar vai a R$ 5,17

14 de setembro de 2022 - 18:34

O Ibovespa não conseguiu acompanhar a recuperação das bolsas americanas. Isso porque dados do varejo e um desempenho negativo do setor de mineração e siderurgia pesaram sobre o índice.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Depois de dia ‘sangrento’, bolsas internacionais ampliam quedas e NY busca reverter prejuízo; Ibovespa acompanha dados do varejo

14 de setembro de 2022 - 7:44

Os futuros de Nova York são os únicos que tentam emplacar o tom positivo após registrarem quedas de até 5% no pregão de ontem

FECHAMENTO DO DIA

Inflação americana derruba Wall Street e Ibovespa cai mais de 2%; dólar vai a R$ 5,18 com pressão sobre o Fed

13 de setembro de 2022 - 19:01

Com o Nasdaq em queda de 5% e demais índices em Wall Street repercutindo negativamente dados de inflação, o Ibovespa não conseguiu sustentar o apetite por risco

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais sobem em dia de inflação dos EUA; Ibovespa deve acompanhar cenário internacional e eleições

13 de setembro de 2022 - 7:37

Com o CPI dos EUA como o grande driver do dia, a direção das bolsas após a divulgação dos dados deve se manter até o encerramento do pregão

DANÇA DAS CADEIRAS

CCR (CCRO3) já tem novos conselheiros e Roberto Setubal está entre eles — conheça a nova configuração da empresa

12 de setembro de 2022 - 19:45

Além do novo conselho de administração, a Andrade Gutierrez informou a conclusão da venda da fatia de 14,86% do capital da CCR para a Itaúsa e a Votorantim

FECHAMENTO DO DIA

Expectativa por inflação mais branda nos Estados Unidos leva Ibovespa aos 113.406 pontos; dólar cai a R$ 5,09

12 de setembro de 2022 - 18:04

O Ibovespa acompanhou a tendência internacional, mas depois de sustentar alta de mais de 1% ao longo de toda a sessão, o índice encerrou a sessão em alta

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar