🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
APOSTA NA SIDERURGIA

A vez da Usiminas: BTG estima alta de mais de 55% para USIM5 nos próximos meses; saiba o que pode impulsionar as ações

Segundo os analistas, a empresa negocia nos múltiplos mais baixos da década e deve surfar na recuperação dos preços do aço

Larissa Vitória
Larissa Vitória
24 de janeiro de 2022
16:25 - atualizado às 14:50
Logotipo da Usiminas em uma tela de celular com o logo da B3 ao fundo
Celular exibe logotipo da Usiminas - Imagem: Shutterstock

Sob a sombra projetada por outras grandes empresas do setor siderúrgico, a Usiminas (USIM5) foi esquecida por grande parte dos investidores. Mas, com as ações nos menores múltiplos da década e um balanço “de primeira classe”, essa realidade pode estar prestes a mudar.

É nisso que acreditam os analistas do BTG Pactual. Em relatório divulgado nesta segunda-feira (24), o banco de investimento atualizou o preço-alvo dos papéis  de R$ 24 para R$ 25, projetando uma alta de mais de 55% em relação à cotação atual.

Hoje as ações USIM5 caminharam na contramão do Ibovespa e do restante das bolsas mundiais com ganhos de 2,40%, a R$ 16,24. Acompanhe a nossa cobertura completa de mercados

Barrada no baile

“Em nossa experiência cobrindo o setor, a Usiminas tem sido ignorada por boa parte da comunidade de investimento há anos. No entanto, vemos melhorias no case de investimentos dos últimos trimestres”, escrevem os analistas na abertura do relatório.

Segundo o time de investimentos do BTG Pactual, a empresa negocia nos múltiplos mais baixos da década, a cerca de 2x EV/Ebitda - o indicador que mostra a relação entre o valor de uma empresa e a geração de caixa. 

Os analistas também estimam que o caixa líquido poderá chegar a R$ 2,5 bilhões neste ano. Com isso, a previsão para o Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) também ficou mais ousada e “bem acima do consenso”, subindo para R$ 9 bilhões.

De carona com o aço

Para o banco de investimentos, as ações da Usiminas descontam uma correção de preços na siderurgia acima de 20% neste ano, o que - matematicamente falando - os analistas consideram altamente improvável.

E a empresa deve acompanhar a recuperação esperada para a cotação do aço: “o cerne do nosso call é que a Usiminas provavelmente repassará automaticamente um aumento de preço de 40% a 50% para 2022”.

Além dos preços, os rendimentos pagos aos acionistas também devem subir. Com base no potencial de fluxo de caixa, os analistas do BTG acreditam que um dividend yield de, pelo menos, 10% a 12% está garantido para 2022 e mantêm a recomendação de compra para as ações.

Compartilhe

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Fed mantém juros inalterados pela sétima vez consecutiva e dólar sobe a R$ 5,40; Ibovespa cai 1% de olho no fiscal

12 de junho de 2024 - 17:21

RESUMO DO DIA: Se enganou quem achou que a decisão dos juros nos Estados Unidos seria o único destaque do dia. O cenário fiscal doméstico roubou a cena e o Ibovespa voltou ao território negativo. O principal índice da bolsa brasileira fechou em baixa de 1,40%, aos 119.936 pontos, renovando a mínima do ano e […]

FECHAMENTO DOS EUA

Inflação e juros: o combo que fez o S&P 500 e o Nasdaq saltarem para um outro recorde intradiário

12 de junho de 2024 - 17:06

De um lado, o CPI de maio veio melhor do que as projeções. De outro, o Fed manteve a taxa de juros inalterada e reduziu para um o número de cortes neste ano

REPORTAGEM ESPECIAL

Exclusivo: Controladores da Méliuz (CASH3) montam posição em opções com ações da empresa, que quer apertar “pílula de veneno”

12 de junho de 2024 - 15:22

Ações da Méliuz (CASH3) dispararam mais de 15% após empresa divulgar que pessoas ligadas ao controle “venderam opções de venda” de ações da companhia

OPERAÇÃO GREENWASHING

Como uma operação da polícia federal deve afetar os dividendos de dois fiagros com mais de 40 mil cotistas

12 de junho de 2024 - 13:26

Os proventos do AZ Quest Sole (AAZQ11) e do AZ Quest negociado na Cetip, devem ser afetados pelos desdobramentos de uma operação deflagrada na semana passada

TERREMOTO NO MERCADO

Dólar dispara a R$ 5,42 e Ibovespa atinge menor nível em um ano: o que Lula tem a ver com isso?

12 de junho de 2024 - 12:35

Declarações do presidente da República suscitaram mais preocupações sobre o cenário fiscal; mercado vê enfraquecimento de Haddad

CAPITAL PRIVADO

Como a seca dos IPOs na B3 vem atrapalhando a indústria de private equity — e o que esperar daqui pra frente, segundo a presidente da ABVCAP

12 de junho de 2024 - 9:31

Em entrevista ao Seu Dinheiro, Priscila Rodrigues detalhou as oportunidades que existem no mercado de capitais privado atualmente; confira

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa ignora IPCA e recupera os 121 mil pontos com bancos; dólar sobe à espera dos juros nos EUA

11 de junho de 2024 - 17:11

RESUMO DO DIA: Na véspera da decisão de política monetária dos Estados Unidos, os bancos brasileiros foram os impulsionadores do Ibovespa — em dia de alguns ventos contrários para a economia local. O principal índice da bolsa brasileira recuperou o fôlego deixado nos últimos minutos da sessão anterior e fechou o pregão hoje com a […]

PERDENDO O PODERIO

Acabou para o dólar? FMI confirma perda gradual e constante da dominância da verdinha — e moedas que ganharam espaço surpreenderam

11 de junho de 2024 - 15:03

Ainda que as incertezas econômicas contribuem para a valorização do dólar, alguns países começaram a incluir outras moedas nas reservas cambiais

FUNDOS IMOBILIÁRIOS HOJE

Maxi Renda (MXRF11) oficializa oferta de até R$ 1 bilhão e diz quanto custará cada nova cota; vai ter desconto?

11 de junho de 2024 - 12:28

O FII quer levantar até R$ 1 bilhão, considerando a oferta-base de R$ 800 milhões e um lote adicional de até R$ 200 milhões

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Petrobras (PETR4) ‘rouba’ a cena e segura Ibovespa aos 120 mil pontos; dólar sobe de olho no Fed

10 de junho de 2024 - 17:20

RESUMO DO DIA: A semana focada na política monetária dos Estados Unidos começou com alívio para as bolsas de NY, mas não para o Ibovespa. Isso porque o avanço do petróleo – que favoreceu a Petrobras (PETR4) – foi insuficiente para dar um pouco de tração positiva ao principal índice da bolsa brasileira.   O Ibovespa […]

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar