Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2019-04-04T13:55:07-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercados

Dólar fecha o dia em alta com mercado repetindo cardápio da semana passada

Pesquisa da BTG e novo aumento das tensões entre Estados Unidos e China influenciaram no movimento da moeda

24 de setembro de 2018
18:02 - atualizado às 13:55

Após passar a manhã oscilando entre o campo positivo e o negativo, o dólar fechou a segunda-feira em alta com os investidores digerindo a pesquisa da BTG Pactual e mais atentos com relação à guerra comercial entre EUA e China.

No encerramento do dia, a moeda americana subiu 0,93%, cotada a R$ 4,088, depois de romper a marca dos R$ 4,09 no meio da tarde.

O mercado repetiu o cardápio da semana passada com reações às novas pesquisas eleitorais e ao cenário exterior. Na madrugada de hoje, a pesquisa do BTG Pactual mostrou Jair Bolsonaro estagnado, mas ainda à frente com 33% das eleições. Fernando Haddad (PT) subiu de 16% a 23%, o que diminuiu ainda mais as chances de um vitória de Bolsonaro já no 1º turno.

E Haddad cresce mais

A pesquisa eleitoral divulgada nesta madrugada pelo banco BTG Pactual mostrou Jair Bolsonaro (PSL) estagnado com 33% das intenções de voto. Ele ainda segue à frente de Fernando Haddad (PT), mas o petista voltou a mostrar força ao subir de 16% a 23%, o que coloca uma pá de cal nas esperanças de aliados de Bolsonaro de que ele poderia liquidar a fatura já no primeiro turno.

Já para o segundo turno, Bolsonaro perdeu pontos valiosos e viu seus adversários se fortalecer. Na disputa com Haddad, o candidato do PSL se mantém na liderança com 44% dos votos, mas Haddad vem logo em seguida, com 40%. Na pesquisa anterior, era 46% e 40%, respectivamente.

Contra Ciro Gomes, Bolsonaro está tecnicamente empatado, com 43% e 41%. A margem também caiu em um embate entre Alckmin e Bolsonaro, que têm 40% e 41%, respectivamente. Lembrando que Bolsonaro é visto por grande parte do mercado como o candidato mais competitivo contra a campanha do Partido dos Trabalhadores. Agora é aguardar o Ibope, que sai hoje à noite.

Para completar a angústia, o Boletim Focus , divulgado nesta manhã pelo Banco Central, prevê menor crescimento do PIB e aumento da inflação até 2019.

Lá fora

As tarifas impostas pelos EUA de 10% sobre US$ 200 bilhões em bens chineses entraram em vigor hoje. Horas depois, Pequim acusou Washington de “intimidação comercial” e acusou os EUA de tentar intimidar outros países para que façam suas vontades. O governo chinês disse, porém, estar disposto a retomar as conversas com os americanos “baseadas em respeito mútuo e igualdade”.

E as tensões parecem não ter hora para acabar. Circula desde cedo no mercado rumores de que o governo chinês teria cancelado uma viagem que faria aos Estados Unidos no próximo fim de semana para buscar uma trégua na guerra comercial.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

MARKET MAKERS

O mercado é ‘curto prazista’? Saiba como a temporada de balanços pode ajudar a encontrar oportunidades para lucrar com ações

7 de fevereiro de 2023 - 11:17

O preço de uma ação reflete a expectativa do mercado quanto ao futuro da empresa — e nenhum outro momento é tão propício para treinar esse exercício de futurologia do que a temporada de balanços

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) e ethereum (ETH) se sustentam em alta, mas fala de dirigente pode mudar o curso das criptomoedas hoje. Veja o que mexe com o mercado

7 de fevereiro de 2023 - 10:57

Discurso de Jerome Powell, o presidente do BC norte-americando, marcado para esta tarde, permanece no radar dos investidores cripto nesta terça-feira (07)

32 PARÁGRAFOS

Resposta a Lula? Banco Central publica ata mais longa para justificar Selic alta; veja o que o Copom escreveu

7 de fevereiro de 2023 - 10:07

Os diretores do Banco Central decidiram caprichar: escreveram nove parágrafos a mais na ata da reunião do Copom publicada hoje

JÁ FAZ 25 ANOS…

Titanic volta aos cinemas em comemoração de 25 anos e atrapalha os planos de Avatar 2; entenda

7 de fevereiro de 2023 - 9:15

Até hoje, a produção arrecadou US$ 2,194 bilhões e assegurou a 3ª posição na lista de maiores sucessos nos cinemas, segundo dados do Box Office Mojo

MERCADOS HOJE

Bolsa agora: Ibovespa opera em queda com exterior e desdobramentos da ata do Copom; Oi (OIBR3) dispara após reunião com a Anatel

7 de fevereiro de 2023 - 7:08

RESUMO DO DIA: A terça-feira começa com a expectativa diante do teor da ata do Copom. A atenção dos investidores também estará voltada para discursos dos presidentes do Banco Central do Brasil, Roberto Campos Neto, e do Federal Reserve, Jerome Powell. No mundo das balanços, a expectativa envolve os resultados do Itaú Unibanco, previstos apenas […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies